casas de massagens disfarçadas de casas de prostituição em SOROCABA.

Repórter se infiltra no mundo das casas de massagem, onde a exploração da prostituição é maior negócio

Nos letreiros – isso quando há identificação – o que se oferece é relaxamento. No entanto, o que mantém boa parte das chamadas casas de massagem em Sorocaba é a exploração da prostituição.

Durante a semana o BOM DIA conheceu os bastidores desses estabelecimentos, que também operam dentro de institutos de beleza e  hotéis. Para visitá-las, me passei por uma paulistana que estava chegando para viver em Sorocaba e precisava de trabalho. Nas casas de massagem percebi que emprego não falta e é a minha experiência que relato nos textos a seguir.

Em uma residência da rua Salvador Correa,  Vergueiro, zona sul de Sorocaba, encontrei uma casa que permanece dia e noite com o portão entreaberto. Não há placas, mas fui informada por populares sobre o que ocorre em seu interior. Entro e toco a campainha. Uma jovem loira me atende, mas quando vê que sou mulher sua fisionomia muda: o sorriso sai do rosto e postura sensual afrouxa.

Três moças estão num sofá assistindo  televisão. São garotas de programa aguardando clientes. Uma mulher alta me recebe e explica a rotina: o valor cobrado por programa, em média, é de R$ 150, mas  R$ 40 ficam para o agenciador como pagamento pelo quarto. O  restante é da garota.

A movimentação na casa se estende por todo o dia. Os horários são divididos e a entrada das profissionais ocorre às 10h e às 14h. Elas não saem antes das 22h.

FACHADA falsa

Quem passa em frente a um estabelecimento com fachada de instituto estético, hotel ou bar, jamais imaginará que ali funciona uma casa de massagem. Para desviar a atenção dos vizinhos, os responsáveis usam fachadas falsas. Em algumas há telefone de contato e até serviços prestados, mas dentro há somente quartos e garotas de programa.

Em um hotel na rua Artur Caldini, Jardim Saira, zona leste, há piscina, bares e salas. Fora do terreno, atrás de um muro, ficam os quartos para os programas. O agenciador me diz que as garotas cobram cerca de R$ 300, já que o público do local é de empresários.

“Os quartos ficam para fora para não corrermos o risco de sermos flagrados pela fiscalização. Estou precisando contratar mais garotas. O lucro é todo da profissional”, afirma o proprietário, num típico discurso que é usado para atrair iniciantes e que não menciona a porcentagem da casa. Talvez para garantir que a conversa me convença, ele evita meu contato com as garotas. 

Rotina puxada

Durante as conversas com os agenciadores das cinco casas de massagem localizadas pelo  BOM DIA, eles revelaram que cada garota atende em média seis homens. A simpatia e a receptividade são utilizados pelos agenciadores,  que afirmam sempre estar contratando. Como não há salário fixo, quanto maior o número de garotas, mais chances de faturar sem gastar nada a mais com isso.

Os programas duram cerca de uma hora e, logo após, cabe às garotas trocar os lençóis de cama, toalhas e lavar o banheiro. Tudo tem de estar limpo e pronto para o próximo cliente.

Clientes escolhem garotas por fotografias no  computador

O gerenciamento das casas de massagem é feito de forma cautelosa pelos responsáveis. Em um dos estabelecimentos, que se passa por salão de cabeleireiros na rua Coronel José de Barros, próximo ao terminal São Paulo, Centro, na sala de recepção há um computador onde estão armazenadas centenas de fotografias sensuais das garotas que trabalham ali. O cliente escolhe quem o atenderá por meio das imagens. Enquanto isso, elas ficam em outro cômodo da casa.

A agenciadora explica que passa telefone de contato da casa apenas para clientes assíduos, para que eles possam agendar um novo encontro. Homem casado é considerado bom cliente, do tipo que volta.

Apesar da fachada de instituto de beleza,  dentro do estabelecimento não há nenhum dos equipamentos que costumamos ver quando vamos a um salão. A intenção é não causar a desconfiança em vizinhos e em quem passa por ali, contribuindo para que o favorecimento à prostituição continue. A maior parte das casas de massagem acabam atraindo clientes pelo boca a boca.

Toyota trará mais clientes

O crescimento industrial em Sorocaba mexe com o otimismo dos agenciadores que tem entre os executivos seu principal público.
O dono da casa localizada no Jardim Saira alega que empresários frequentam o local. “Com a instalação de novas indústrias, haverá novos clientes também. Depois do trabalho, eles virão em busca da diversão”, diz.

Bebida alcoólica

As casas que vendem bebidas alcoólicas atraem mais clientes. O dono de um estabelecimento, no Vergueiro, diz que não vende o produto, já que o local funciona durante o dia. Admite que por conta da restrição as garotas atendem poucos clientes. “Aparecem no máximo 15 homens por dia.”

Já em outra casa, há apenas cerveja. A garota ganha R$ 1 por lata vendida. Quanto  mais cara a bebida, maior será a comissão. Taças de vinho por exemplo, são vendidas por R$ 50. Neste caso, a garota fica com R$ 10.

Inoperância que beneficia

As casas de massagem de Sorocaba que servem como local de programas sexuais funcionam sem a fiscalização da prefeitura ou das polícias. Com isso, o caminho fica aberto para que os agenciadores prossigam explorando a prostituição alheia sem o risco de serem incomodados ou acabem na prisão.

Responsáveis pelos estabelecimentos no Vergueiro e no Saíra,  que existem há três e sete anos, respectivamente, contam que nunca receberam a fiscalização. Para qualquer estabelecimento funcionar em Sorocaba, é preciso que um alvará seja expedido pela prefeitura.  Questionado por meio da Secretaria de Comunicação, o governo mostra não ter controle sobre quantas casas de  massagem funcionam em Sorocaba, mesmo porque a maioria está registrada em outro ramo.

Em uma das casas visitadas pelo  BOM DIA, perto da rodoviária, o proprietário alega que quer o alvará de instituto estético, mas admite que continuará abrigando programas sexuais, o que caracteriza, além do crime previsto no Código Penal, um desvio de função no que diz respeito à licença de funcionamento.

O secretário de Segurança Comunitária, Roberto  Montgomery Soares, informa que se constatado o desvio da função por motivo de crime  o local é interditado. Se o desvio da atividade for administrativo, o estabelecimento é notificado.

Operação conjunta

O secretário explica que para o setor de Fiscalização a meta é verificar a documentação do estabelecimento. “Descobrir se há atividade criminosa [favorecimento à prostituição, por exemplo] compete às polícias Militar ou Civil”, afirma. “Fazemos operações conjuntas motivadas por denúncias, porém desconhecemos a situação dessas casas de massagem.”

O comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar, Vitor Gusmão, afirma, por sua vez, que a fiscalização feita é conjunta entre a prefeitura e Polícia Civil. “Durante as últimas operações, com caráter criminal e preventivo, não houve flagrante de favorecimento da prostituição. É difícil, pois temos de flagrar a atividade sexual dentro de uma dessas casas”, esclarece.

A delegada da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), Ana Luíza Salomone, explica que se houver flagra de favorecimento à prostituição, o agenciador é quem responderá pelo inquérito, não a garota  ou o cliente.

Nem todas são clínicas de mentira

Quem sofre com dores na coluna ou deseja perder medidas graças à drenagem linfática procura pelos institutos de massagem sérios. Mas como saber qual estabelecimento faz o quê? Profissionais da massagem dizem que constantemente passam pela saia justa de serem procuradas por clientes que na verdade estão atrás de programas sexuais.

A proprietária da clínica Lipocenter, Érica Campos, relata que as mulheres de homens que necessitam de algum tratamento, seja massagem terapêutica ou estética, ligam antes para confirmar se o estabelecimento  oferece esse serviço. “As esposas ficam inseguras e nos perguntam se aqui é casa de massagem séria”, conta.

Seu estabelecimento possui três esteticistas e dois fisioterapeutas. Eles dizem que em momentos de constrangimento, como quando um paciente demonstra segundas intenções, é hora de tomar uma postura profissional e enfatizar que o foco, ali, está  na saúde. “Para as massagens  orientamos o paciente a vir com roupa apropriada para evitar esse constrangimento”, destaca Érica.

Tratamento

Os massagistas se formam após curso técnico de dois anos. Cada sessão custa entre R$ 50 e R$ 80 e dura cerca de uma hora. “É importante procurar um profissional confiável e um estabelecimento seguro”, conclui.

( se ha um negócio que vai funcionar a 100% em 2014 e 16, é o turismo sexual, este sim, ao contrário de estádios, aeroportos, que vã0 dar uma tapeada por cima.

pq não legalizar, e claro, as mulheres no comando ? vou contar uma coisa que aconteçeu anos atras, um conhecido meu foi num churrasco feito por policiais civis a VIPS uma casa de prostituição fora de SOROCABA.

tem o JARDIN ITATINGA em CAMPINAS, onde todos convivem em harmonia, prostituição desde manhã cedo a ceu aberto, tem a VILA MIMOSA no RJ, basta legalizar e pronto .

About these ads

  1. ola boa tarde, li sua materia e me assustou muito, tenho uma filha que faz faculdade na uniso de manhã de fisoterapia, e tem dias que a menina some no periodo da tarde,,,fiquei preucupado, sem qualquer pretenção maliciosa ou coisa semelhantes, gostaria dos enderecos ou telefones destas distintas casas, para quando houver a nescessidades, tentarei achar minha filha , sem mais agradeco.

    • MARCELO boa tarde, primeiramente, vc deve conversar com sua filha, mas tem de ser como pai e amigo, não com violência e intimidação, pois ai ela não te conta nada.

      mostre que está precocupado, mas sem esta de pq ela é mulher, pois se fosse filho, não sei se vc se preocuparia tanto, af9inal homem né ?, bem não sei na sua casa como é a criação de filhos.

      os endereços não disponho, pois é materia de jornal , eles é que sabem, mas vc não pode ir chegando de-repente nestes lugares, pois podem ser barra pesada.

      se sua filha não lhe contar nada, o que vc pode fazer é segui-la, bancar o detetive , boa sorte, e que não seja nada demais.

    • Tenho um caso muito parecido com minha filha, mas antes de ler seu comentário, nunca havia pensado desta forma… fico preocupado e é bom checar.

  2. Caro nejao666, fiquei interessado na sua matéria pois não vou ser hipocrita frenquento algumas casas de massagem em são paulo aqui na capital, inclusive a foto que vc esta colocando na sua reportagem a respeito de casas de massagem de sorocaba não eh verdadeira pois já fui nessa casa aqui em são paulo.
    Acho que vc deveria colocar a foto correspondente a algum desses locais citados na sua matéria ou se não tiver não colocar foto nenhuma.
    Pois ficaria puto se tivesse uma matéria a respeito de gay, e saisse minha foto na matéria sem meu consentimento, mesmo se eu fosse gay.
    Não me leve a mal…fica a dica, um abraço.

    • PAULO a foto é do jornal CRUZEIRO DO SUL que publicou esta matéria, tb ninguém fotografou por fora dos estabelecimento, mesmo pq ocorreria uma debandada geral assim que a matéria saisse.

      se o jornal não fotografa fazer o q ? se bem que todo mundo sabe onde é né, vai me dizer que policia não sabe, até policial de folga deve frequentar vai saber.

  3. TENHA DO NÃO SO POLICIAL VAI MAS FUNCIONARIO DA PREFEITURA MEDICO ADVOGADO E GENTE IMORTANTE OU MENOS IMPORTANTE.O FATO É QUE TODO MUNDO SABE O Q É.DEIXA ELAS TRABALHAREM EM PAZ AFINAL ANTES ISSO DO QUE ROUBAR.

    FEIO É AQUELAS QUE FICA NA RUA NO CENTRO DE DIA QUASE PELADA NEM DA PRA SENTA NA PRAÇA PRA DESCANSA QUE OS HOMENS PENSAM QUE TODO MUNDO FAZ PROGRAMA AQUILO LA NINGUEM VAI COM REPORTAGEM E POLICIA TIRA DE LA.

    ESSE POVO NÃO PODE IR PQ Q MULHER MANDA DAI FICA QUERENDO TIRA AS CASA ACORDA SOROCABA TEM REPORTAGEM MAIS IMPORTANTE PRA FAZER…VAI NO P A DA ZONA NORTE INVESTIGA ROUBOS RUAS DESTRUIDAS O PREÇO DO PASSE QUE É UM ABSURDO….

  4. fui prostituta,em chácaras no pr em boates nada mais normal do que uma casa de massagem,camuflada só procura os homens com interesse,nada a ver isso é normal,pois as prostitutas também trabalham pelo seu ganho….hoje em dia não tem descriminaçao melhor ser prostituta do que ser umilhada por patrões que pagam um salário de 590.00 mês e acha que é muito afff,enquanto prostitutas levam uma vida de conforto..isso no fundo é dor de cutuvelo…

    • b tb sou a favor da liberação, regulamentar a profissão, mas desde que as mulheres comandem, não permitam que homens tenham o controle senão é exploração, já que o mercado que se diz moralista não tem como absolver todo mundo.

    • sé é profissão normal , então elas deviam ser registrada e tbm deviam pagar imposto como qualquer trabalhador paga , inss etc

  5. Não desmerecendo seu trabalho, nem a sua reportagem, essas casas de massagens, boates, e todos os outros meios de prostituição, deveriam sim com certeza serem Legalizados, chega de tanta hipocrisia e falso moralismo em um País aonde tudo é Caro, e um trabalho mal pode sustentar sua familia com um salario vergonhoso. Pois bem. Se prostituir é uma escolha, entre outras varias faltas de opçoes, Já que estamos evoluindo a ponto de legalizar o Casamento gay, já passou da hora tambem de legalizar as casas de protituição e trabalhe quem quiser, sem constragimento de a qualquer momento acontecer uma batida policial.. é um trabalho como outro qualquer…

    • exatamente TAMI, regulariza como profissão, com todos os direitos trabalhistas, sempre lembrando que não se deve deixar homem gerênciar, senão vira exploração.

  6. ACHO QUE ESSA REPORTER É CORNA,TANTA COISA IMPORTANTE NO BRASIL PRA ELA FAZER REPORTAGEM.

    ELA VAI PERTURBAR AS MENINAS QUE ESTÃO TRABALHANDO.SÓ PODIA SER DESSE JORNALZINHO DE MERDA.

    • a repórter faz o que mandam, é o jornal que decide abordar tal assunto, ou ela sugere, se o jornal aprovar , se o prostituição fosse legalizada como profissão ai não precisaria tudo isso , se esconder, tem moça fazendo e a família nem sabe.

    • exato JU, mesmo pq não tem como o mercado absorver todo mundo, só precisa evitar o tráfico relacionado com a prostituição,o BRASIL deveria reconhecer como profissão, lugares onde elas pudessem exercer e sem a exploração dos homens que é o mais importante.

  7. Ahh olha me desculpe mas o trafico esta em todo canto, eu conheço muitas meninas que são de família rica e estão na prostituição… isso eh recalque pq com certeza tem medo dos maridos irem atras delas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s