policiais despreparados abusam de caçadores de pokemons em CUIABÁ

Dois amigos que jogavam ‘Pokémon Go’ no celular foram detidos por dois policiais civis na madrugada de terça-feira (9), em Cuiabá. Um vídeo gravado por um dos policiais e postado na rede social do agente mostra a cena, ocorrida em frente a uma delegacia da Polícia Civil, no Bairro Jardim das Américas. A família de um dos jovens de 19 anos registrou um boletim de ocorrência nesta quarta-feira (10), denunciando o suposto abuso de autoridade dos policiais que atuaram na ação. A Polícia Civil informou que o caso será investigado.

Nas imagens, os jovens aparecem deitados no chão enquanto são revistados pelos policiais. Um deles pergunta se os jovens “querem morrer” perambulando pelas ruas naquele horário. “Dois veadinhos catando pokémon de madrugada”, diz um dos policiais durante a ação.

De acordo com Polícia Civil, a Corregedoria recebeu uma cópia do vídeo e deve instaurar um inquérito para apurar o caso. A polícia informou ainda que a abordagem foi feita em frente à Gerência de Combate ao Crime Organizado da capital.

A socióloga Imar Domingues Queiroz, mãe de um dos jovens que aparece no vídeo, afirmou que a atitude mostrou o despreparo dos policiais. “Eles [jovens] não estavam cometendo nenhum crime e os policiais agiram com abuso de poder e de autoridade. A abordagem dos policiais agrediu o direito de ir e vir do cidadão”, argumentou.

  •  
Ele e o amigo se sentiram amedrontados e humilhados”
Imar Domingues Queiroz, socióloga e mãe de um dos jovens

Segundo Imar, o filho dela é estudante do ensino médio e estava em casa com o amigo. Os dois saíram do prédio para ‘caçar’ pokémons por volta de 1h [horário de Mato Grosso]. A socióloga, que é professora do departamento de Serviço Social da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), disse que só ficou sabendo do fato no dia seguinte.

“Ele só me contou porque o vídeo começou a circular e os amigos estavam perguntando se era ele mesmo e o que tinha acontecido”, disse Imar. Ainda segundo ela, o filho contou que ele e o amigo chegaram a ser agredidos e que os policiais dispararam tiros durante a abordagem. “Ele e o amigo se sentiram amedrontados e humilhados. É possível até ver isso na feição deles”, completou.

Imar trabalha com grupos voltados aos direitos humanos. Ela criticou a forma com que os jovens foram abordados. “Ainda que eles fossem criminosos teriam que ser punidos em determinadas condições, porque não vivemos mais em um estado de barbárie”, argumentou.

A professora avalia ainda que o comportamento dos policiais foi homofóbico. “Meu filho não é gay, mas, ainda que fosse, teria o direito de ser respeitado e ter seus direitos garantidos”, afirmou.

À família, os jovens relataram que não conseguiram ver os rostos dos policiais porque estavam deitados no chão.

Publicação da PM alerta jogadores para riscos à segurança durante 'caçada' (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Publicação da PM alerta jogadores para riscos à segurança durante ‘caçada’ (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Alerta da PM
O 1º Comando da Polícia Militar emitiu nesta quinta-feira (10) um alerta aos ‘caçadores’ de pokémon de Cuiabá. O aviso foi publicado nas redes sociais e alega que os jogadores devem estar alertas para criminosos que podem usarem o aplicativo para atrair e praticar delitos contra os usuários do aplicativo.

“Não perca sua atenção com o jogo. Lembre-se: criminosos preferem vítimas distraídas. Não entre em todos os locais [para caçar Pokemón], você poderá invadir uma propriedade privada ou ser atraído por um criminoso”, diz o alerta.

O maior alerta é para que os jogadores não entrem em locais suspeitos enquanto estiverem jogando. De acordo com a major da PM Emirella Martins, o aplicativo pode colocar as crianças, principais usuários do aplicativo, em situações de risco. “A situação [em relação à segurança] no Brasil é diferente de outros países. E os usuários podem ser vítimas por estarem distraídos”, disse.

( olha todos erraram : 1 da manhã não é hora de caçar pokemons, se de dia ta perigoso , imagine na madrugada, os policias ( se é que se pode chamá-los assim) erraram mais ainda .

veadinho, cabeludo, pois é policial safado é isso e pq é civil ,imagina se fosse militar  então ?, só queria saber quem postou o vídeo, policial faz vídeo e divulga ? acharam que não vai dar em nada ? e com certeza podem perder a farda, os jovens que fiquem atento, pois eles não contam mais com a bosta não, se forem pra rua.)

vc acha que apagou tdo do seu whatsapp ?

© Fornecido por New adVentures, Lda.Um cientista forense especializado no sistema operacional iOS, da Apple, descobriu que o aplicativo WhatsApp mantém os registros das mensagens, mesmo que você as delete.

Jonathan Zdziarski procurou nas imagens de disco das versões mais recentes do app e encontrou diversos chats apagados.

De acordo com o especialista, o dados podem ser recuperados por pessoas que tenham acesso físico ao celular ou por sistemas de backup remoto instalados no dispositivo.

Zdziarski conta que, apesar do WhatsApp deletar os registros, há um problema na base de dados SQLite utilizado pelo app que não sobrescreve os chats por padrão. Portanto, as mensagens deletadas sobrevivem enquanto não forem gravadas novas mensagens por cima delas.

Segundo informações do Gizmodo, a brecha no sistema existe a despeito da nova atualização fornecida pelo aplicativo: a criptografia de ponta-a-ponta. De acordo com Zdziarski, os dados que estão armazenados na memória do celular ou no backup do iCloud, que não passa por criptografia.

O especialista alerta que esse problema também existe em outros aplicativos de mensagens como, por exemplo, o iMessage.

 

RIO GRANDE DO NORTE vive o caos,como em SP 2006, pais de bananas da nisso

Cidades do Rio Grande do Norte registraram na madrugada desta segunda-feira (1º) a terceira noite seguida de ataques criminosos em Natal e no interior do Estado. Além dos novos atentados registrado pela polícia, 14 presos fugiram do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste da capital.

De acordo com o G1, a instalação de bloqueadores de sinal de telefonia móvel na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, seria um dos motivos do terror promovido pelos bandidos.

Sobre a fuga, os presidiários escaparam por um buraco dentro do banheiro da cela 1. A polícia só conseguiu capturar um dos bandidos que escaparam até o momento. O número de presos que fugiram no RN em 2016 subiu para 288 após essa fuga.

Na terceira noite de ataque os bandidos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), além de tentarem atear fogo no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo dos Bombeiros do bairro de Lagoa Seca.

Os criminosos também fuzilaram uma agência do Banco do Brasil. Além disso, a vegetação do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, foi incendiada. E os ataques não pararam por aí. O posto policial de Jardim Petrópolis, em São Gonçalo do Amarante, também foi alvo de incêndio. Já em Currais Novos, quatro veículos da Secretaria de Saúde foram incendiados. Em Canguaretama quatro sucatas foram incendiadas.

Os ataques começaram na sexta-feira (29). O poder público contabiliza 65 ataques ou atentados. As escolas públicas e particulares suspenderam as aulas nesta segunda-feira.

Para tentar conter a violência generalizada no Rio Grande do Norte, o governo federal vai enviar ao estado mil homens do Exército e 200 fuzileiros navais para reforça a segurança.

( a foto ai acima estava menor, ampliei, esta é a importância que estão dando pr esta acontecendo no RN , por ser nordeste e bem longe das olimpíadas que se dane né ? imagine por ex se fosse SP igual em 2006 lembram ?

sexta feira tem olimpíadas ai nçao se fala mais nada mesmo, já não estão falando,mesmo , até aqui na net, deve ser difícil vc achar noticias a respeito do caos no RIO GRANDE DO NORTE.

lamentável, de minha parte não tem jogos aqui em casa.)

prefeito banana do RJ oferece cangurus pra delegação australiana ocupar a vila olímpica

delegação da AUSTRÁLIA não ocupa a vila olímpica pois o lugar não tem as condições pra isso, outras delegações tb já reclamaram, o prefeito diz que vai resolver, mas antes resolveu fazer esta gracinha  de oferecer  cangurus pra delegação entrar na vila, claro que a resposta…

agora imagine se…

POLITICAMENTE

pois é 

EDUARDO SUPLICY é detido num protesto de moradores em SP

EDUARDO SUPLICY foi preso por defender moradores um protesto contra a reintegração de posse de um terreno da prefeitura  de São Paulo, na Cidade Educandário, na região da Rodovia Raposo Tavares, na Zona Oeste de São Paulo.

( se toda área ociosa fosse cercada, murada com placa avisando e fiscalizada uma vez por semana, não haveria invasões, pra depois não ter de acontecer isso ai, a gora a prefeitura tb é petista e ai, vai ter discussão entre SUPLICY E HADDAD ? )

um país refém de empresas não é um país

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.