CHIFRUUUDDAAAA

CHIFRUUUDDDAAAA

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado Renan abraça a mulher, Verônica Calheiros, no plenário do Senado (foto: GeraldoMagela/Ag.Senado)


 
peguei isso no orkut leiam

CARTA DE UMA MÃE PRA OUTRA
"Hoje vi seu enérgico protesto diante das câmeras de televisão contra a transferência do seu filho, menor infrator, das dependências da FEBEM em São Paulo para outra dependência da FEBEM no interior do Estado.
Vi você se queixando da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que passou a ter para visitá-lo, bem como de outros inconvenientes decorrentes daquela transferência.
Vi também toda a cobertura que a mídia deu para o fato, assim como vi que não só você, mas igualmente outras mães na mesma situação, contam com o apoio de comissões, pastorais, órgãos e entidades de defesa de direitos humanos.
Eu também sou mãe e bem posso compreender o seu protesto. Quero com ele fazer coro. Enorme é a distância que me separa do meu filho. Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. Com muito sacrifício, só posso fazê-lo aos domingos porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar no sustento e educação do resto da família. Felizmente conto com o meu companheiro, que desempenha importante papel de amigo e conselheiro espiritual.
Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou estupidamente num assalto a uma videolocadora, onde ele, meu filho, trabalhava durante o dia para pagar os estudos à noite.
No próximo domingo, quando você estiver se abraçando, beijando e fazendo carícias no seu filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores no seu humilde túmulo, num cemitério da periferia de São Paulo…

Ah! Ia me esquecendo: e também ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranquila,viu? Que eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá na última rebelião da Febem." (até quando governantes e povo?)


NOTICIAS DO DIA:Uma pesquisa divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde mostra que 30% das adolescentes perdem a virgindade com o primeiro namorado. Das meninas que têm a iniciação sexual com o primeiro parceiro, 55% possuem entre 14 e 16 anos de idade. O estudo mostra que a precocidade na vida sexual influi diretamente no aumento da natalidade envolvendo mães adolescentes. Em Sorocaba, 16% das crianças que nasceram em 2006 são filhos de mães com menos de 18 anos.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Sorocaba, o índice de natalidade envolvendo adolescentes vem se mantendo constante em 16% nos últimos anos. Em 2006, 1.210 menores de idade se tornaram mães. A secretaria diz não haver estimativa de quantas adolescentes optaram por interromper a gravidez ou quantas já haviam sido mães anteriormente.

No Brasil, o número de adolescentes que deram à luz cresceu de 10% para 18% do total de parturientes se comparados números do ano de 1990 com 2000.

O momento “certo”
Com 15 anos, a estudante sorocabana J.E.R., deu à luz Gabriel, hoje com sete meses. O pai, um garoto de 17 anos, está ausente e os avós paternos dão à menina R$ 100 por mês para o sustento da criança. Apesar de ressentida, J. acredita ter feito a opção certa ao iniciar a vida sexual com o primeiro namorado, cerca de três meses após o início do namoro.

De acordo com a pesquisa da Secretaria de Saúde, das garotas que optaram por perder a virgindade com o primeiro namorado, 50% esperou de dois a cinco meses para iniciar-se sexualmente. Outras 21% tiveram a primeira relação com seis a oito meses de namoro, 15,7% entre nove meses e um ano e 16% após o primeiro ano de relacionamento estável.

Realizado pelo setor de Ginecologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, a pesquisa se baseou em um universo de 124 garotas, de diferentes classes sociais e graus de instrução, com idades entre 12 e 18 anos.

Entre as entrevistadas, 88% afirmaram que a escolha do primeiro parceiro foi motivada pelo jeito de ser do sexo oposto, como olhar, simpatia, sorriso e meiguice. Somente 11,6% apontaram aspectos físicos como determinantes para a escolha.

Das jovens que tiveram a iniciação sexual com o primeiro namorado, 75% disseram que os sentimentos de companheirismo e confiança despertados foram determinantes para que eles os escolhessem como parceiros sexuais. O estudo mostra ainda que 51% das jovens classificaram a relação que culminou na iniciação sexual como namoro e 49% como “rolo”.

Ao justificar o sentimento determinante para a perda da virgindade, 48% das meninas alegaram sentir amor e 24% definiram o sentimento como paixão.

A primeira relação sexual foi classificada como “marcante” para apenas 7% das entrevistadas.

Histórias que se repetem
Para o casal Milton Hayashida, 41, e Claudete Ruiz Hayashida, 37, o começo da vida sexual e a gravidez precoce significaram a necessidade de amadurecimento prematuro. Depois de namorar seis meses com Milton, aos 14 anos Claudete ficou sabendo que se tornaria mãe, em uma época em que o conservadorismo era mais rígido que atualmente.

Agora, 23 anos depois, ela e o marido tiveram de aprender a lidar com o outro lado da moeda, ao descobrirem que o filho de 18 havia engravidado a namorada, de apenas 16.

Apesar de ter vivido a experiência, Milton confessa ter tido dificuldade em receber naturalmente a notícia ou mesmo se acostumar com ela. “Demorei um pouco para assimilar a informação. Quando aconteceu com a gente não tomávamos cuidados e nem pensávamos que poderíamos realmente ter um filho. Há 20 anos não era fácil para um jovem entrar em uma farmácia e comprar um preservativo. Menos ainda para uma garota conseguir anticoncepcionais para se prevenir.”

Claudete também acredita que hoje em dia é mais fácil para os adolescentes reduzirem o risco de gravidez indesejada e contágio por doenças sexualmente transmissíveis. “Todo adolescente acha que as coisas só acontecem para os outros, talvez por isso tantos continuem se tornando pais e mães sem planejamento. são famílias que já começam sem estrutura. Acredito que com o nível de informação a que eles têm acesso, só se torna pai e mãe quem quer.”

Sem maturidade emocional
Para a psicóloga Amira Laham – que trata do público adolescente e mantém projetos de educação sexual na rede particular de ensino – a emancipação sexual dos jovens está ocorrendo em um momento no qual eles, até mesmo por sua pouca vivência, ainda não atingiram a maturidade emocional.

“A sensualidade é inerente ao ser humano, mas a sexualidade está banalizada. Meninas de 12 anos tentam se portar como se tivessem 20 e antecipam a iniciação sexual para um período em que têm dificuldade em identificar e lidar com os próprios sentimentos”, afirma.

A profissional destaca o papel dos pais na educação sexual dos jovens, apesar do desconforto gerado pela questão. “Não é um terreno agradável para nenhuma das partes. O segredo está em tratar a sexualidade desde o berço, como algo natural ao ser humano. Ao contrário do que alguns pais acreditam, falar sobre sexo de maneira equilibrada não atua de estímulo para que os adolescentes procurem o sexo antes do momento adequado”.

Amira alega que a fórmula usada pelos pais há décadas – que prioriza o aspecto repressivo – não é a ideal para o contexto atual. “Hoje os pais não conseguem segurar seus filhos o tempo todo. Em razão do maior acesso à informação os jovens estão mais argumentativos. A tarefa de educá-los fica mais fácil se houver o estreitamento dos vínculos e a valorização do diálogo.”

A psicóloga afirma, no entanto, que os pais não devem deixar de representar sua autoridade perante os filhos. “Na ânsia por interagir com os adolescentes alguns pais tentam se tornam amigos e perdem a capacidade de impor limites.”(e assim caminha a humanidade nesta bagunça toda,40% tomam na cabeça são abandonadas pelos safados)

Reprodução Traficante dá festa regada a drogas (agóra foi no PIAUI,festa igual a do pcc em DIADEMA,com drógas na frente de crianças,ah que falta faz a poliçia pra invadir e baixar porrada.)

“Se o progresso tem um preço, nós o estamos pagando.” É com essa frase que a aposentada Ana Junsenkones Ravinis, de 73 anos, define sua situação. Ela vive em um dos 231 imóveis que serão desapropriados para que a Linha 2 – Verde (Imigrantes/Vila Madalena) do Metrô seja ampliada. Ana é casada com Alberto Ravinis, que mora na Rua Tomas Izzo, 116, Vila Prudente, Zona Leste, desde que nasceu, há 73 anos.

A expansão da Linha 2 vai beneficiar mais de 494 mil pessoas por dia. O Metrô prevê aumentar o número de passageiros transportados dos atuais 280 mil para 774 mil por dia. A ampliação ligará a Estação Imigrantes, na Zona Sul, à futura estação Vila Prudente, na Zona Leste. Para a construção da Estação Sacomã, na Zona Sul, alguns terrenos já foram desapropriados. Mas o prolongamento da linha esconde dramas como o da família Ravinis.

Os filhos do casal Ravinis, José, 42 anos, e Eliana, 45 anos, ambos casados e com dois filhos cada um, vivem ao lado da casa do aposentado, na Rua Amparo. O endereço deles também está na lista dos imóveis que serão desapropriados. No mesmo local onde Ravinis moram funciona, há 22 anos, a oficina mecânica de José.

Os dois decretos que tornam de utilidade pública esses imóveis foram publicados no Diário Oficial do Estado no último dia 10. “Foi nosso presente de 50 anos de casados. Não sabemos de nada, nem o que vamos fazer”, disse Ravinis. Os imóveis ficam nos bairros de Vila Prudente e Vila Carioca e juntos somam 190 mil m² de área – o que equivale a 27 campos de futebol.

O advogado da Comissão de Direito Imobiliário e Urbanístico da OAB, Marcelo Manhães, explicou que a situação dos moradores é irreversível. “Tem um princípio no direito de restrição do uso da propriedade. A propriedade privada deve cumprir sua função social e as restrições dão ao Estado o direito de desapropriar em nome de alguma coisa e o Metrô atende a muita gente.”

O Metrô deve concluir até o início de julho a avaliação financeira dos imóveis. “O cálculo levará em conta o mesmo valor como se ele fosse vender o imóvel. As reformas feitas após a publicação dos decretos não serão consideradas”, explicou o diretor de assuntos corporativos do Metrô, Sérgio Avelleda.

Em seguida, a companhia se reunirá com os moradores e entrará com ações na Vara da Fazenda Pública para que peritos judiciais avaliem os imóveis – o que deve durar seis meses. “Se a avaliação do perito ficar acima da do Metrô, o valor mais alto será pago”, disse Avelleda. De posse dos terrenos, o Metrô começará a desapropriação. Avelleda recomenda que os proprietários já comecem a procurar outros imóveis. “Não há um prazo para eles saírem, mas quanto antes melhor”, disse. O Metrô arcará com a mudança. Além disso, assistentes sociais vão dar apoio às famílias. Para pagar as indenizações foram reservados este ano R$ 98 milhões, e R$ 28,4 milhões para 2008.

OBRAS RECOMEÇAM EM JANEIRO

A Linha 2 – Verde, cujas obras de expansão devem ser retomadas no início do ano que vem, será estendida até a Vila Prudente.

Em cerca de dois meses, a Linha 2 ganhará a Estação Alto do Ipiranga, atualmente em fase final de acabamento.

Depois, até 2010, serão inauguradas Sacomã (que será interligada ao Expresso Cidade Tiradentes), Tamanduateí (interligada com a Linha D da CPTM) e Vila Prudente, na Zona Leste.(as indenizações muitas vezes são irrisórias,em nome de um pregresso? a cidade não para de crescer,por isso mais metrô,alias as causas do desabamento de janeiro pelo jeito cairam no buraco do esquecimento)

  30/05/2007 12:57 – publicado por vigilante  [ Alterar ]   [ Excluir ]  

NOTICIAS DO DIA

ANA PAULA DE OLIVEIRA
da Folha de S.Paulo

Os anticoncepcionais sempre tiveram apenas uma finalidade, a de evitar a gravidez. Entretanto uma nova geração de contraceptivos está reunindo outras funções, já que em sua composição há substâncias que, de alguma maneira, agem como um tratamento de beleza. Além de promoverem a redução de cravos e espinhas, o controle da oleosidade da pele, a diminuição dos "pelinhos" indesejáveis no rosto e de darem mais brilho ao cabelo, os novos componentes também possuem ação diurética, ou seja, não causam retenção de líquidos –uma das causas do surgimento da celulite, principal queixa das usuárias dos contraceptivos comuns.

Até então, os contraceptivos orais usavam como base para provocar a anovulação –suspensão da ovulação– os componentes estrogênico, progestogênico (hormônios femininos) e androgênico. Este último, um hormônio masculino, é o vilão dos anticoncepcionais, responsável por elevar a oleosidade da pele, além de causar retenção de líquidos.

Quando existe aumento do estímulo dos hormônios sexuais (os andrógenos, estrógenos e progestógenos) –por anticoncepcionais ou por disfunções orgânicas, por exemplo–, ocorre a elevação da produção das glândulas sebáceas, o que estimula a produção de pêlos, acne, seborréia, oleosidade e até queda de cabelo, como explica a dermatologista Ligia Kogos. "O equilíbrio entre esses hormônios é que determina a saúde da pele", completa.

É nesse ponto que a nova geração de pílulas age, utilizando-se de substâncias antiandrogênicas, que reduzem esses efeitos colaterais, porém sem perder a eficácia para o fim a que é destinada: a contracepção.

Por enquanto são três os anticoncepcionais que possuem esse fator extra: o à base de desogestrel; de drospirenona; e de acetato de ciproterona, que, aliás, foi originalmente desenvolvido como um tratamento dermatológico, segundo o próprio fabricante.

"Essas pílulas agem diminuindo os efeitos nocivos dos hormônios masculinos", afirma Kogos, ressaltando que a prescrição de anticoncepcional não é a primeira indicação do tratamento, pois existem métodos dermatológicos próprios para o combate à acne. Mas, "se a paciente usa uma pílula antiga ou deseja iniciar seu consumo, indico um dessa nova geração com a orientação de um ginecologista".

Mas a dermatologista Lúcia Arruda, chefe do Departamento de Dermatologia da PUC (Campinas), alerta para o uso indiscriminado dessa nova geração de pílulas, pontuando que são eficazes apenas nos casos em que os problemas de pele ou a celulite são causados por disfunções hormonais. "Mesmo assim, não são milagrosos, mas ajudam o controle."

O contraceptivo mais novo da geração, lançado há pouco mais de um ano –o à base de drospirenona–, é indicado principalmente às pacientes propensas à retenção de líquidos, de acordo com o ginecologista Antonio Pedro Auge, da Santa Casa (SP).

Em tese, a pílula poderia até diminuir a celulite ou impedir sua proliferação, porém, se não houver a famosa dobradinha atividade física e alimentação regular, os efeitos serão insatisfatórios. "Não é a maioria das mulheres que consegue esse efeito, ainda que os estudos clínicos realizados tenham obtido bons resultados", afirma Manoel Girão, chefe do Departamento de Ginecologia da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Gerações

As primeiras pílulas contraceptivas, desenvolvidas na década de 60, tinham em sua composição uma dosagem hormonal muito alta para gerar a anovulação. Isso, segundo o ginecologista Antonio Carlos Rodrigues da Cunha, da Universidade de Brasília, causava dor de cabeça e nas mamas e ainda provocava a retenção de líquidos, o que levou muitas mulheres a correrem dos anticoncepcionais pela probabilidade de ter celulite.

Então vieram os chamados anticoncepcionais de segunda geração, com menor taxa hormonal, porém ainda com forte tendência à retenção de água pelo organismo. Mas essa terceira geração tem como principal desvantagem o preço: pode chegar a R$ 40 a cartela de uso mensal. Como todo medicamento, tem sua compra restrita à prescrição médica. "É comum amigas indicarem o uso dessa ou daquela pílula, o que pode ser perigoso. Só o médico pode saber se o medicamento que a mulher está usando é adequado ou se pode causar algum mal", diz Cunha.(GENIAL agóra não tem mais desculpa)

NOTICIAS DO MUNDO:

Jin Guangying, uma chinesa de 77 anos, teve extraída uma bala que estava alojada em seu crânio desde que levou um tiro de soldados japoneses, na Segunda Guerra Mundial (1939-45). Ela se recupera da cirurgia e não corre risco.

O problema de Jin ocorreu em setembro de 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, quando a China lutava contra a invasão japonesa.

Ela estava com 13 anos e, durante um tiroteio entre soldados japoneses e chineses, recebeu um tiro de bala calibre 6,5 milímetros na cabeça. A chinesa foi tratada em casa, pela sua mãe, com ervas medicinais e emplastros.

Durante décadas nenhum familiar dela imaginou que as contínuas dores de cabeça de Jin se deviam à bala alojada na cabeça. A situação se agravou há meses, e seus parentes pensaram que ela estava com um tumor. Por isso, reuniram dinheiro para pagar uma radiografia e descobriram a bala.

Jin foi operada dia 3, no hospital Renci, no condado de Suyang (Província de Jiangsu), no leste do país. Uma equipe do centro hospitalar conseguiu extrair a bala durante uma operação que durou quatro horas e foi considerada “milagrosa” pela equipe médica .

‘Sortuda’

“Minha mãe me disse que eu tinha sido muito sortuda, porque a bala atravessou primeiro o braço de um soldado da guerrilha antes de atingir minha cabeça. Mas ninguém imaginava que ela tinha ficado ali dentro”, disse.

O caso refletiu mais uma vez a ferida ainda aberta nas relações entre China e Japão devido à invasão japonesa. A família da chinesa está consultando advogados para pedir uma indenização ao governo do Japão e um pedido público de desculpas. “Extraíram a bala, mas a dor e o dano sofrido pela minha mãe nunca será eliminado”, afirmou Wang Zhengping, filha de Jin.

O hospital decidiu assumir as despesas da operação depois da confirmação de que a bala era “uma peça do patrimônio histórico” da invasão japonesa. (bota sortuda nisso)

http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,OI1653110-EI1141,00.html vibrador é confundido com bomba na INGLETERRA.(tem de treinar mais o pessoal pra não confundir)


Descubra qual é o seu anjo!!!
Todo mundo já percebeu que nome de arcanjo termina sempre em "el"… Gabriel, Rafael, Miguel…
Como todos os estudiosos sérios, teólogos e rabinos sabem, as categorias de arcanjos e seus respectivos nomes foram criados sem maior fundamento. Veja a seguir as novas descobertas nos estudos de arcanjologia científica e descubra o seu anjinho…

Motel– anjo protetor dos amantes.
Sarapatel– protetor do Engov e anti-ácidos em geral.
Abravanel– protetor de quem topa tudo por dinheiro, principalmente os jogadores de Tele-Sena. Só aparece aos domingos.
Aluguel– anjo mau, impede a pessoa de conseguir sua casa própria.
Embratel– anjo protetor do monopólio das comunicações.
Chanel– anjo protetor dos costureiros e estilistas.
Pinel– anjo travesso, faz as pessoas baterem com o sorvete de CHOCOCREME na testa e babarem na gravata.
Papainoel– anjo protetor do comércio, só aparece no fim de ano.
Tonel– protetor dos alcoólatras anônimos e bêbados em geral.
Bedel– anjo dedo-duro, protege as escolas dos alunos arruaceiros.
Quartel– protege as fronteiras e as mamatas dos militares.
Pastel– protetor da colônia chinesa.
Gel– protetor dos cabelos ruins e rebeldes.
Bordel– protetor do sexo livre.
Babel– protetor da escola de idiomas.
Manuel– protetor das piadas preconceituosas.
Papel– protetor dos intestinos soltos.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s