PARA QUEM DESEJA A VOLTA DA DITADURA VEJAM ISSO

O repórter fotográfico japonês Keni Nagai, no momento em que foi executado por um soldado da ditadura militar de Mianmar… 
Foto
 
 
Cerca de 200 soldados marcharam contra os manifestantes depois de darem o ultimato de 10 minutos para os ativista pró-democracia desocuparem as rua de Yangon…
 
AP -
 
A população de 54 milhões de habitantes convive com o regime militar há 45 anos…
 
AP -
 
Os 500 mil monges budistas de Mianmar são a vanguarda do ativismo político…
 
AP -
AP -
 
Mianmar, antiga Birmânia, tornou-se independente dos britânicos em 1948…
 
AP -
AP -
 
Yagon tem 5 milhões e habitantes…
 
AP -
 
Os monges são autônomos e formam a segunda maior instituição nacional, atrás apenas do exército…
 
AP -
 
Passeatas esporádicas começaram há mais de um mês contra a alta de combustíveis…
 
AP -
AP -
 
A palavra de ordem ouvida da multidão: "Dêem-nos Liberdade!"
 
Foto
 
 
AGRADECENDO AO JORGE SCHWEITZER,PELA EXCELENTE POSTAGEM


 
É PIADA,MAS AO MESMO TEMPO O RETRATO DO BRASIL

Fiscal do Ibama e o Mineiro (PEGUEI ESTA DO BLOG DO GARCIA NETO,GENIAL)


Um fiscal do Ibama recebe uma denúncia e vai verificar.
Dirige-se para a casa de um mineiro.
Chegando no local sem se identificar, vai logo travando um diálogo:

Fiscal: – Bom dia.
Mineiro: – Bom dia, moço…
Fiscal: – Como vai a luta?
Mineiro: – Difici.
Fiscal: – Tem caçado muito?
Mineiro: – Uai sô, a semana passada matei 20 piriquitim.
Fiscal: – Vinte?
Mineiro: – Fio, pega as cabeça dos piriquitim pro o homem ve.
Fiscal: – E paca, tem caçado muito?
Mineiro: – Nossinhora, Só uma nessa semana. Fio, traiz a cabeça da paca.
Fiscal: – E outros animais silvestres, tem caçado muito?
Mineiro: – Um monte deles. Fio, traiz as cabeça dos otros bicho pro homem aquerditá!
Fiscal: – Não tem passado por aqui nenhum fiscal do Ibama?
Mineiro – Craro moço, semana passada. Fio, traiz a cabeça do fiscal pro homem vê.
Fiscal: – Até outro dia. Obrigado pela atenção.
Mineiro: – Não tem de quê.. Vorte sempre.

 

 
 
 
Anúncios

É PIADA,MAS AO MESMO TEMPO O RETRATO DO PAIS

Fiscal do Ibama e o Mineiro (PEGUEI ESTA DO BLOG DO GARCIA NETO,GENIAL)


Um fiscal do Ibama recebe uma denúncia e vai verificar.
Dirige-se para a casa de um mineiro.
Chegando no local sem se identificar, vai logo travando um diálogo:

Fiscal: – Bom dia.
Mineiro: – Bom dia, moço…
Fiscal: – Como vai a luta?
Mineiro: – Difici.
Fiscal: – Tem caçado muito?
Mineiro: – Uai sô, a semana passada matei 20 piriquitim.
Fiscal: – Vinte?
Mineiro: – Fio, pega as cabeça dos piriquitim pro o homem ve.
Fiscal: – E paca, tem caçado muito?
Mineiro: – Nossinhora, Só uma nessa semana. Fio, traiz a cabeça da paca.
Fiscal: – E outros animais silvestres, tem caçado muito?
Mineiro: – Um monte deles. Fio, traiz as cabeça dos otros bicho pro homem aquerditá!
Fiscal: – Não tem passado por aqui nenhum fiscal do Ibama?
Mineiro – Craro moço, semana passada. Fio, traiz a cabeça do fiscal pro homem vê.
Fiscal: – Até outro dia. Obrigado pela atenção.
Mineiro: – Não tem de quê.. Vorte sempre.

NOTICIAS DO DIA

 O último dia 14 foi inusitado para a Assembléia Legislativa. Era sexta-feira, dia normal de expediente e sessão, mas o plenário estava vazio e só 4 dos 57 inscritos para discursar apareceram. Enquanto isso, no estádio da Vila Belmiro, do Santos Futebol Clube, havia mais deputados e assessores – 18 ao todo. Driblaram o dia de trabalho para uma confraternização no litoral, que reuniu parlamentares, ex-atletas e dirigentes do clube.

Cinco deputados desceram a serra, mas só quatro entraram em campo: Donisete Braga (PT), 1º secretário da Casa; Waldir Agnello (PTB), 1º vice-presidente; Ênio Tatto (PT), ex-líder da bancada petista, e Luciano Batista (PSB), presidente da Comissão de Esporte e Turismo. João Barbosa (DEM) foi ao gramado, posou para fotos, mas não jogou. O resto do time era de assessores.

O grupo alega que o convite partiu do Santos, em retribuição a uma homenagem feita pela Assembléia, pelos 95 anos do clube. No papel, porém, sexta-feira era dia de trabalho. “A Assembléia realizará, nos dias úteis, exceto aos sábados, uma sessão ordinária, a partir das 14h30 e com término às 19 horas”, diz o artigo 99 do regimento. A sessão do dia 14 foi encerrada às 15h20.

Todos os deputados afirmaram ter ido à confraternização com carros particulares. Por dia, cada um deles custa aos contribuintes R$ 487,80. Tatto e Batista nem sequer foram à Assembléia no dia do jogo.

Tatto disse que fez reunião na sua base eleitoral de manhã e Agnello, que atendeu eleitores no gabinete. Batista não teve compromissos. Braga garantiu que só saiu da Assembléia rumo ao estádio ao fim da sessão. “Somos 94 deputados. Não vieram nem 10. Não vejo problema. Até porque tivemos convite para irmos até lá”, defendeu Batista, ex-treinador do jogador Robinho no início da carreira e morador de São Vicente. Seu time, porém, não teve o desempenho do ex-pupilo: em uma hora, perdeu por 8 a 0 para o time da casa.

Vereadores descem a serra

O evento da Vila também teve a presença de vereadores paulistanos, que fizeram mais bonito e empataram em 2 a 2 com os colegas de Legislativo santista. Trocaram a Capital pelo Litoral na sexta os petistas Senival Moura e Zelão, o tucano José Rolim e o vereador e ex-jogador Ademir da Guia (PR), que machucou o joelho. Zelão foi o campeão de gastos de gabinete no primeiro mês em que os vereadores tiveram à disposição verba de R$ 13,3 mil. Suas despesas atingiram R$ 13.340,47, “coladas” ao teto.

O site do Santos anunciava a presença de outros vereadores no evento, mas muitos acabaram não aparecendo. “Na sexta eu tenho de trabalhar, não posso me dedicar a praticar esportes, não”, brincou um parlamentar, questionado sobre se havia comparecido ao evento. (que maravilha,pais da esculhambacão da nisso,gastaram dinheiro do povo para isso,deveriam ter quebrado a perna no jogo isso sim)

Oito novas supostas vítimas do presidiário Ademir Oliveira do Rosário, 36 anos, foram localizadas pelos investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que estão usando psicólogos e a estrutura de atendimento a pessoas que sofreram abusos sexuais do Hospital Pérola Byington para tratar as vítimas do maníaco. Até agora, são 21 os meninos atacados por Rosário, segundo a polícia. Dois deles, os irmãos Francisco, 14, e Josenildo Ferreira de Oliveira, 13, foram assassinados na Serra da Cantareira, Zona Norte da Capital, dia 22. A polícia está atrás de outros casos de jovens desaparecidos na região.

Preso sob as acusações de atentado violento ao pudor, roubo e homicídio, Rosário foi incluído no programa de desinternação progressiva do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 2, de Franco da Rocha. Isso lhe dava o direito de visitar a família nos fins de semana, quando ele aproveitava para cometer os ataques sexuais.

“Vamos verificar a lista das saídas do interno do hospital e cruzar com as datas dos crimes”, afirmou o diretor do DHPP, delegado Carlos José Paschoal de Toledo. As novas vítimas, afirmou o delegado, são todas adolescentes e foram abordadas na mata da serra, assim como os outros casos apurados. Toledo afirmou que equipes do DHPP ainda vasculham a região da Cantareira para verificar se há mais vítimas.

O delegado fez ontem um relato sobre a investigação ao secretário da Segurança, Ronaldo Bretas Marzagão. O secretário defendeu que sejam apuradas as circunstâncias em que Rosário foi incluído no programa de desinternação. Em visita ao DHPP, ele elogiou os policiais que o prenderam. Os meninos que podem ter sido violentados por Rosário são atendidos pela delegada Cíntia Tucunduva. “Eles têm mais dificuldade para contar o que aconteceu do que meninas que são vítimas de violência sexual”, disse Cíntia.

MÃE VAI PROCESSAR O ESTADO

Uma psicóloga participa do trabalho para criar as condições para que os jovens façam seus relatos. “Há vergonha e trauma causado pela experiência”, afirmou Toledo. Depois de ouvidas, as vítimas foram para o Hospital Pérola Byington.

Rita de Cássia Alves de Oliveira, de 31 anos, mãe de Francisco, de 14, e Josenildo, de 13, vai processar o Estado. “Meus filhos não vão voltar, mas é uma questão de justiça”, disse. “Um animal daqueles não pode ficar solto”

A mãe também quer saber de quem é a responsabilidade por Ademir do Rosário sair às ruas (vamos devagar,não podemos colocar tudo tb nas costas dele,o maniaco não pode ser usado para encobrir casos praticados por outros tb,vamos devagar)

Delegada Valdereza Galvão analisa a lista das ordens de prisão a cumprir   
Sobre a mesa da delegada titular da DDM (Delegacia dos Direitos da Mulher), Valdereza Galvão, havia ontem à tarde 836 mandados de prisão contra pais que deixaram de pagar pensão aos seus filhos. Desse total, 665 mandados foram expedidos pelo Fórum de Sorocaba e os outros 171 pelas comarcas dos outros 17 municípios que compõem a área de jurisdição da Delegacia Seccional de Sorocaba.

Os números de Sorocaba são superiores aos da delegacia de Itapetininga, que tem aproximadamente 500 mandados para cumprir em uma região de 11 cidades.

Segundo a delegada, neste mês 80 pais foram presos. Os devedores foram condenados pela justiça com base na lei 5.478/89 e poderão ficar presos de 30 a 90 dias, ou sair bem antes, se quitarem as dívidas que têm.

“Se o pai pagar a dívida na hora, em dinheiro, às vezes nem chega a ir preso; pode ser liberado na hora”, diz.

Sem quitar a pensão, os pais são levados para a delegacia de Pilar do Sul e ficam até pagar a conta ou até vencer o tempo da pena.

“Cumprida a pena, o réu é solto, mas a justiça vai penhorar algum bem dele para saldar o compromisso”, alerta Mauro Rodrigues, diretor da 1ª Vara da Família da Comarca de Sorocaba.

O argentino e professor de espanhol Javier, 31 anos, passou por essa experiência na última terça-feira. Sem saber que era procurado, ele foi até à delegacia de Pilar do Sul atender a uma convocação da Secretaria de Estado da Segurança Pública. “Assim que cheguei lá soube que ficaria preso.”

Ele dormiu uma noite na delegacia até saldar a dívida de R$ 1,3 mil. (é isso ai cai matando,mas o cara poderia pagar em mercadorias tb né? tem mulher que gasta demais e nem sempre com a crianca)

http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1949582-EI306,00.html concurso da GM RJ,que exigia do candidato mais de 20 dentes foi cancelado.(ainda bem) 

http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1949534-EI5030,00.html menina de 12 anos mata o pai no RJ.(12 anos,píór que nem vai para afebem,e mesmo que fosse sairia aos 15 ou antes.)

http://br.noticias.yahoo.com/s/28092007/25/manchetes-beira-mar-se-casa-no-presidio-campo-grande-ms.html  BEIRA- MAR,se casa no presidio.(só uma pergunta,pq estas vagabundas não mostram a cara heim?)

http://br.noticias.yahoo.com/s/afp/070928/saude/tec_chile_tecnologia programa vai permitir saber estado de ânimo do usuario.(por ex vc mulher se estiver conversando com um homem vai saber se ele está excitado ou não.) 

 

UMA TAIS FAZ PARAR O PAIS

UM  maniaco mata 2 criancas,mas ele não deveria estar na rua,culpa do hospital psquiátrico que o liberou.

um traficante almocando em shopping.

uma pessoa moprre no hospital,pq os médicos estavam dando uma festinha.

veradores dancam na camâra de JOINVILLE.

isso e muito mais.

e o povo para para ver quem matou uma tal de TAIS na novela PARAISO TRAMBICAL .

pobre pais que tem de passar por esta situacão,oh povinho este viu? 

NOTICIAS DO DIA

 Ademir Oliveira do Rosário, o Gordo, 36 anos, confessou ter abusado sexualmente e matado a facadas os irmãos Francisco Ferreira Oliveira Neto, de 14 anos, e Josenildo José Oliveira, de 13, na Serra da Cantareira no sábado passado. A faca usada no crime não foi encontrada. Além dos irmãos, outros 11 adolescentes podem ter sido vítimas do criminoso. Ele já admitiu ter abusado de três meninos, antes de matar os garotos. Oito sobreviventes foram identificados, dos quais seis já o reconheceram. Gordo está preso há dois dias na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Preso duas vezes nos anos 90, por homicídio e abuso sexual, Gordo era interno do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 2 de Franco da Rocha. Ele estava no programa de desinternação progressiva, o que lhe dava o direito de passar fins de semana com a família.

Segundo a polícia, Gordo agia sempre da mesma forma. Ele ficava em uma pedra dentro da mata esperando adolescentes passarem pelo local. Os abordava com uma faca ou fingia ter um revólver escondido na camisa e ameaçava matá-los.

No caso dos dois irmãos, Gordo alegou que ‘visões’ o levou a assassiná-los. Ele teria dito que cometeu ‘uma bobeira.’ No dia do crime, os ameaçou com uma faca e os levou para uma clareira, onde há uma cabana construída no topo de uma árvore. O bandido amarrou Josenildo e levou Francisco para outro local. Nesse momento afirmou que teve visões de leões e outros animais que queriam atacá-lo. Falou isso para o garoto, que discordou. Ele teria ficado nervoso com a resposta e matou o jovem a facadas. O bandido, então, voltou para encontrar o irmão menor, que também teria contestado suas alucinações. O assassino enfiou a faca no pescoço, no peito e na barriga do garoto. Depois disso, teria abusado sexualmente do adolescente, que já estava morto.

A princípio, Gordo negou o crime, afirmou o delegado Francisco Petrarca Ielo Neto, da divisão de homicídios do DHPP. ‘À medida que começamos a relatar fatos que o fizessem voltar à cena do crime, ele começou a chorar e contar a história’, disse. ‘Ele fala que se arrepende, mas é uma pessoa muito fria’.

O criminoso teria atacado mais três adolescentes no dia 25 de março, cinco em 25 de agosto e três no mesmo dia do assassinato. Todos fugiram. Segundo a delegada Cíntia Tucunduva, da equipe especial de Crimes contra Crianças e Adolescentes, ele conhecia bem a mata e atacava sempre na mesma região. ‘As vítimas eram escolhidas aleatoriamente’, disse. Enquanto abusava de uma, deixava as outras amarradas e com uma camisa no rosto.

O delegado Carlos Paschoal Toledo, diretor do DHPP, diz que existe a possibilidade de Gordo não ter agido sozinho. ‘Estamos investigando a eventual participação de outra pessoa’, disse. Uma das pistas é o celular do criminoso, entregue à polícia pela irmã dele, Cleusa Oliveira dos Santos, 37 anos. No aparelho, havia imagens de dois jovens e um homem não identificados, além de uma gravação com a voz de um outro homem. ‘Eu vi o vídeo que meu irmão gravou. Tinha pelo menos mais uma pessoa. Ele não ia conseguir fazer tudo aquilo sozinho’, disse ela.

Segundo Toledo, a polícia chegou ao criminoso por meio do retrato falado feito a partir do depoimento dos três jovens que foram atacados no sábado. O delegado afirmou que o fato de ele estar preso dificultou o trabalho. ‘Era um álibi muito consistente’, disse. Gordo será levado hoje para a carceragem do 77º DP (Santa Cecília). A Justiça decretou a prisão temporária dele por 30 dias.

CRONOLOGIA

Outubro de 1990

Primeira acusação criminal contra Gordo, então com 19 anos. Ele é preso em flagrante numa tentativa de roubo. Fica detido por 2 meses e acaba liberado após a condenação, de 1 ano e 9 meses de reclusão em regime aberto

Outubro de 1991

Comete o primeiro assassinato. Fica preso na Casa de Custódia e Tratamento de Taubaté e acabou solto antes de ser julgado pela acusação de assassinato

Agosto de 1998

Pratica um roubo e abusa sexualmente da vítima

Maio de 1999

É condenado a 7 anos de prisão pelo de homicídio de 1991

Setembro de1999

Condenado a 11 anos de prisão pelo roubo seguido de atentado violento ao pudor, ocorrido em agosto de 1998

Início de 2004

Peritos concluem que Gordo é doente mental. Juiz anula a sua pena e o transfere para tratamento médico em um hospital de custódia, por tempo indeterminado. Fica internado na Casa de Custódia e Tratamento de Taubaté

2006

É transferido para o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico 2 de Franco da Rocha, onde dependendo de avaliação médica pode sair periodicamente para visitar a família ( segundo,o que eu ouvi na rede record hoje cedo,os mesmos médicos que liberaram este chupeta ai,queriam liberar o champinha para  ele poder voltar para as ruas,que coisa heim?)

Foram quatro anos de uso abusivo de um medicamento da classe dos opióides, com efeitos mais fortes do que a heroína. Duas overdoses e dois acidentes de carro depois, o fundo do poço chegou para o ex-ortopedista, R.R., de 32 anos, quando desmaiou em um pronto-socorro durante seu plantão.

Há um ano longe do vício (leia ao lado), a trajetória de R.R. faz parte de um levantamento realizado pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). A pesquisa traçou um perfil de 365 médicos dependentes de substâncias químicas atendidos pelo Uniad entre 2000 e 2005.

Para os médicos acompanhados pelo serviço da Unifesp – todos residentes – o álcool foi a droga mais apontada como responsável pelo início do problema de dependência. Em seguida aparecem a maconha, benzodiazepínicos e medicamentos opiáceos. Uma vez instalada a dependência, esse quadro muda. Apesar de o álcool continuar na primeira posição, os medicamentos benzodiazepínicos (calmantes) e opiáceos passam a ser mais consumidos, o que sugere uma forte relação entre o consumo e a exposição ambiental.

Alguns fatores podem explicar esse padrão de consumo diferenciado com o tempo. Além do fácil acesso a medicamentos de uso controlado, esses profissionais podem ter a falsa idéia de que o conhecimento técnico sobre substâncias químicas garante o uso seguro. “Existe essa falsa impressão, o que é um mau uso da informação”, diz o psiquiatra Hamer Nastasy Palhares Alves, autor da pesquisa.

Outra constatação do estudo, que confirma a hipótese da exposição ambiental, é o perfil do uso de drogas de acordo com a especialidade médica. Entre as chamadas especialidades clínicas (como clínica geral e pediatria) e cirúrgicas, o álcool é a droga mais consumida. Para os anestesistas e ortopedistas, no entanto, os medicamentos controlados, como calmantes e opiáceos, aparecem em primeiro lugar.

Desde 2000, médicos dependentes químicos são atendidos por uma rede de psiquiatras no Estado de São Paulo. O serviço, coordenado pelo Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) e pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad), recebe profissionais que demoraram até 6 anos para procurar ajuda. Entre a população em geral, esse período é de 7 anos. “O conhecimento médico ajuda discretamente no reconhecimento do problema e na busca de auxílio”, afirma o psiquiatra Hamer Nastasy Palhares Alves.

A pesquisa de Palhares não indica a prevalência do uso de drogas entre os médicos, mas ele acredita que seja similar ao resto da população: entre 4% e 8%. Para o álcool, o índice pode chegar a 11%, como confirma o coordenador da Uniad, o psiquiatra Ronaldo Laranjeira.

Para ele, médicos não são diferentes de outros profissionais e podem ficar doentes ou se tornarem dependentes químicos como qualquer pessoa. “O que mais me preocupa nesses resultados são os que não recebem tratamento”, diz. Uma das causas da demora dos médicos em procurar ajuda é a própria estigmatização do vício. Para eles, essa “culpa” tende a ser ainda maior. “Muitas vezes, eles preferem até mesmo se tratar em outras cidades”, afirma Henrique Carlos Gonçalves, presidente do Cremesp.

Antes da criação do programa da Unifesp, quando o conselho de medicina identificava um profissional com problemas, simplesmente suspendia seu registro e o impedia de trabalhar. “Hoje temos mais controle dessa situação”, diz Gonçalves.( barbaridade,não se pode ficar doente,ai vc vai buscar ajuda e da decara com um médico nesta situacão e ai?)

NOTICIAS DO MUNDO:

NOTICIAS DO MUNDO:

Sete outdoors, de 12 metros de largura por 4 metros de altura, com as fotos de dois homens condenados por crimes sexuais contra menores de idade, foram instalados nas principais avenidas de Bogotá, a capital da Colômbia. Segundo a vereadora Gilma Jiménez, autora do projeto de lei, com esta medida a cidade “dá exemplo ao mundo” sobre como as autoridades de Bogotá cuidam das crianças. A instalação dos outdoors foi aprovada pelo Conselho (câmara de vereadores), em maio, e inclui ainda a divulgação de fotos dos agressores em muros da cidade e em comerciais de televisão. A proposta, segundo a agência Ansa, é que mensalmente sejam trocadas as fotos por outros condenados com seus nomes e suas penas. A medida faz parte das mudanças introduzidas pelo novo Código da Infância e da Adolescência, aprovado em 2006, que endurece as penas contra os abusos sexuais contra menores. “Hoje as crianças são mais importantes do que qualquer outro cidadão. Queremos romper o silêncio para reparar algo para as vítimas, para as centenas de vítimas de casos de abuso sexual”, alegou Gilma. (se fizessem isso aqui,logo alguem iria dizer que é inconstitucional)

http://noticias.uol.com.br/ultnot/2007/09/28/ult23u616.jhtm  metade das familias ganha menos que salário minimo.(enquanto isso da-lha fazer filho)

humor do MILLOR clique e veja mais http://www2.uol.com.br/millor/

 

http://noticias.uol.com.br/ultnot/album/bbc/favelas_album.jhtm?abrefoto=1  satélite mostra o crescimento dasfavelas no RJ,clique e veja as fótos.

http://noticias.uol.com.br/bbc/reporter/2007/09/28/ult4904u198.jhtm clique aqui e leia matéria (favela cresce,mais miséria e violência)

http://br.noticias.yahoo.com/s/27092007/25/manchetes-policiais-levam-preso-almo-ar-shopping-sp.html  preso vai almocar em SHOPPING escoltado pela policia.(é o fim da picada e adivinhem que pagou a conta da onde saiu o dinheiro para pagar o almoco do traficante TRAFICANTE,só podia ser aqui no BRASIL)

NOTICIAS YUK AS NOTICIAS MAIS INUTEIS DO MUNDO VEEEEJJAAA: DANIELA LOUCARELLI,troca de roupa no palco durante entrega de premios da MTV (bem vindo da parte dela),atores da novela PARAISO INFERNAL ficam confinados em hotel (na casa do autor é que não iam ficar né?), JULIANA PAES muda o visual para loiro.(se fosse careca seria mais interessante) internautas elegem CLAUDIA LEITE a gostosa do ano.( tb mostra mais o corpo do que canta)

e agóra perrrrgunntooo: YUK QUE EU TENHO COM ISSO MEU SACO? VAI MUDAR O QUE NA MINHA VIDA P…?


PIADAS:


A esposa levanta-se no meio da noite e percebe que o marido está chorando na sala. Ela pergunta o que houve e ele diz:
Lembra quando namorávamos e você tinha 16 anos e engravidou?
Lembro. – Disse ela.
Pois é, seu pai me disse que se não casasse com você pegaria 20 anos de prisão…
Certo e daí, porque está chorando?
Se tivesse escolhido a cadeia, estaria saindo hoje…

Morte acidental

O motoqueiro está a 200 por hora na estrada quando estoura o zíper da sua jaqueta. Para evitar o frio no peito, ele resolve vesti-la ao contrário.
Após 2 quilômetros a moto derrapa e ele voa para o meio do mato.
Logo após vem um carro com dois portugueses, que vão socorrer o coitado.
Em seguida chega a polícia, que pergunta aos portugueses:
Ele morreu na hora?
Não, morreu agora há pouco, quando tentávamos virar o pescoço dele para o lado certo!
Terminado o velório, os agentes da funerária começam a fechar o caixão. Desesperada, a viúva se atira sobre o corpo do marido e começa a soluçar:
– Ai, meu querido! Eles vão te levar para onde não há luz, não há comida, não há bebida, não há nada…
Ao que um bêbado encostado na soleira da porta resmunga:
– Não é que vão levar esse desgraçado lá pra casa!! 


 

BRASIL,BAGUNCA E CIA

  ESTA DO PESSOAL DO HUMORTAL TA DEMAIS VEJAM.


TAIS,CPMF,APAGÃO

É terrivel de se ver,um final de novela,e o povo preocupado em saber que matou TAIS,da novela PARAISO INFERNAL,até bolão foi fito,enquanto isso CPMF,aprovada em primeiro turno e o governo teme apagão por causa que milhões estarão ligados na rede bobo,o apagão seria causado pelo excesso de aparelhos ligados,tomara que não fiquemos no escuro,senão e5ra capaz da novela ser reprisada até que todos tenham visto a revelacão do assassino

 

POBRE PAIS.   a foto não abre?  www.nejao666.zip.net 

 

NOTICIAS DO MUNDO

http://noticias.terra.com.br/mundo/interna/0,,OI1943703-EI8142,00.html anoréxicas criticam campanha italiana da modelo de 31 kg.(não adinta criticar,causou dor? então mostre recuperacão por causa desta mania de magresa deviam criticar esta ditadura disso ai isso sim.)

http://noticias.terra.com.br/popular/interna/0,,OI1943917-EI1141,00.html  bibliotéca cobra multa da filha de mulhér morta.(50 centavos pelo livro não devolvido que a falecida pegou,como se morrer fosse culpa dela.)