APAGÃO A CULPA É ….. ?

pronunciamentomais fácil culpar a a natureza,botar a culpa numa chuva que ocorria num laugar que afetou a linha de transmissão de energia gerando o apagão.
 
mas ai poderia culpar a chuva pela natureza descontrolada,pelo clima agredido pelas ações do homem.
 
mas ai ele culparia  os paises que mais agridem a natureza como os EUA por ex.
 
os imperialistas negariam, ai a culpa seria do povo que não colabora e ainda agride o meio ambiente.
 
o povo como sempre ficaria indignado ou nem daria bola,o futebol, a novela é mais importante.
 
A CULPA ENTÃO É DE NINGUEM.


CIGARRO O INFÉRNO NÃO ACABA
 

Convidado fuma durante valsa no casamento de Flávia e Marcelo (Foto: Arquivo pessoal)

Pelo menos dois casais de São Paulo conseguiram na Justiça permissão para que os convidados pudessem fumar durante suas festas de casamento.

Para os juízes que concederam as liminares, salões de festas alugados para eventos particulares são como ambientes privados e não devem ser enquadrados na lei antifumo que vigora no estado desde 7 de agosto. Os casos foram divulgados na terça-feira (10) pela colunista do jornal “Folha de S. Paulo” Mônica Bergamo.

As duas festas de casamento ocorreram em setembro e em outubro, na capital. Com as liminares da 14ª Vara de Fazenda Pública do Estado de São Paulo, além da permissão para fumar, foram proibidas fiscalizações nos locais das recepções. 

Os executivos Flávia da Rocha Bahu, de 32 anos, e Marcelo Augusto dos Santos, de 34, casaram-se no dia 4 de setembro. O casal recebeu amigos e familiares em um bufê na Vila Olímpia, na Zona Sul. Quando a lei entrou em vigor, cerca de um mês antes da festa, eles decidiram recorrer à Justiça para permitir o fumo entre os convidados fumantes.

“Nenhum de nós fuma, mas queríamos dar esse conforto aos nossos convidados. Questionamos o bufê, mas disseram que não poderiam fazer nada. Então, procuramos um advogado”, contou Flávia ao G1.  

Fumo é liberado em casamento (Foto: Arquivo pessoal)

Para o advogado Rodrigo Staut, que entrou com os pedidos de liminar nos dois casos, ao alugar um salão para uma festa específica como um casamento, com convidados específicos, o local se torna uma espécie de extensão da casa de quem promove. “Por isso, apesar de coletivo, não faz sentido considerar a ocasião pública”, defende.

A assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo não soube informar se há outros casos como esses depois que a lei antifumo entrou em vigor. Segundo a Secretaria da Justiça, o governo do Estado discorda da decisão judicial e acredita que a proibição deve ser mantida nos bufês, já que são estabelecimentos públicos que prestam serviços. Em novos casos, o governo poderá entrar com recurso. ( não adianta ,o povo quer jogar fumaça na sua cara, te atropelar alcoolizado, e libarar todas as drógas , querem criar uma SODOMA E GOMORRA moderna no BRASIL, onde vale tudo, pq não liberar a pedofilia tb ? neste assunto ai todos ficam de cara fechada e revoltada né ?

e podem apostar os candidatos a governo do estado serão encurralados pelos fumantes nesta questão ah vão BravoMostrando os dentes)


PIADAS:

Um homem tinha verdadeira paixão por feijão, mas ele lhe provocava muitos gases, criando situações embaraçosas.
Um dia ele conheceu uma garota e se apaixonou.
Mas pensou:
– Ela nunca vai se casar comigo se eu continuar desse jeito.
Então fez um sacrifí­cio enorme e deixou de comer feijão.
Pouco depois os dois se casaram.
Passados alguns meses, quando ele voltava para casa, seu carro quebrou.
Ele telefonou para a esposa e avisou que ia chegar mais tarde, pois voltaria a pé.
No caminho de volta para casa, passou por um restaurante e o aroma maravilhoso do feijão lhe atingiu em cheio. Como ainda estava distante de casa, pensou que qualquer efeito negativo
passaria antes de chegar.
Então entrou e comeu três pratos fundos de feijão.
Durante todo o caminho, foi para casa peidando, feliz da vida. E quando chegou já se sentia bem melhor.
A esposa o encontrou na porta e parecia bastante excitada.
Ela disse:
– Querido, o jantar hoje é uma surpresa.
Então ela lhe colocou uma venda nos olhos e o levou até a mesa, fazendo-o sentar-se na cabeceira.
Nesse momento, aflito, ele pressentiu que havia um novo peido a caminho.
Quando a esposa estava prestes a lhe remover a venda, o telefone tocou ela foi atender, mas antes o fez prometer que não tiraria a venda enquanto não voltasse.
Ele, claro, aproveitou a oportunidade.
E, assim que ficou sozinho, jogando seu peso para apenas uma perna, soltou um senhor peido.
Não foi apenas alto, mas também longo e picotado. Parecia um ovo fritando.
Com dificuldade para respirar, devido a venda apertada, ele tateou na mesa procurando um guardanapo e começou a abanar o ar em volta de si, para espantar o cheiro.
Mas, logo em seguida, teve vontade de soltar outro. Levantou a perna e… RRRRRRRRRRRROOOOOOOOOOOOUUUUUUUUUUMMMMMMM!!…
Esse, então, soou como um motor a diesel pegando e cheirou ainda pior!…
Esperando que o odor se dissipasse, ele voltou a sacudir os braços e o guardanapo, freneticamente, numa animada e ridí­cula coreografia.
E quando pensou que tudo voltaria ao normal, lá veio a vontade outra vez.
Como ouvia a mulher, lá dentro, continuando a falar no telefone, não teve dúvidas: jogou o peso sobre a outra perna e mandou ver.
Desta vez merecia medalha de ouro na categoria. Enxofre puro.
As janelas vibraram, a louça na mesa sacudiu, e em dez segundos as flores no vaso sobre a mesa estavam mortas.
Ouvido atento a conversa da mulher no telefone, e mantendo a promessa de não tirar a venda, continuou peidando e abanando os braços por mais uns três minutos.
Quando ouviu a mulher se despedir no telefone, já estava totalmente aliviado.
Colocou o guardanapo suavemente no colo, cruzou as mãos sobre ele e chegou a sorrir vitorioso, estampando no rosto a inocência de um anjo.
Então a esposa voltou a sala, pedindo desculpas por ter demorado tanto ao telefone, e lhe perguntou se ele havia tirado a venda e olhado a mesa de jantar.
Quando teve a certeza de que isso não havia acontecido, ela própria lhe removeu a venda e gritou:
SURPRESAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
E ele, finalmente, deu de cara com os doze convidados (quase mortos) sentados a mesa para comemorar seu aniversário de casamento!


NOVIDADES DE FILMES:

 primeiramente, isso é imagem do game DANTE S INFERNO ,mas tb ganhou uma animação, como no poema de DANTE ALIGHIERI, o protagonista DANTE irá até o inférno resgatar sua amada, Assista abaixo, o trailer,só não tem data ainda o lançamento. 

  

  ou clique  http://www.omelete.com.br/dvd/100023412/Dante_s_Inferno.aspx

JA NAS LOCADORAS:

 

JEAN CHARLES/ DRAMA/BRASIL: baseado em história real, o filme acompanha JEAN CHARLES e seus primos assim como outros brasileiros que lutam para subir na vida em LONDRES ,até o fatidico dia em que JEAN foi morto pela policia no metrô , confundido com um terrorista.  ELENCO SELTOM MELLO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s