cena clássica de GABRIELA deu chabu na GLOBO

  • Gabriela sobre no telhado para buscar a pipa
    Gabriela sobre no telhado para buscar a pipa
A emblemática cena da pipa de “Gabriela”, interpretada por Juliana Paes, rendeu 17,6 pontos no Ibope nesta quarta-feira (25). O índice é uma prévia, e cada ponto equivale a 60 mil domicílios na Grande São Paulo. O número está entre as piores médias da trama. No último dia 18, ficou com 17, mesmo índice de 3 e 17 de julho.

Na estreia, a novela, adaptada por Walcyr Carrasco, registrou média de 30 pontos e teve um Ibope maior que a antecessora “O Astro”, que contou com 28.

A cena, que ficou marcada pela interpretação da atriz Sonia Braga na novela que foi ao ar em 1975, começou quando Tuísca (Max Lima) bateu na porta e chamou Gabriela para soltar pipa. Ela aceita o convite, mas Ramirinho (Filipe Gimenez), Lupicínia (Anna Gabriela Marques), Bento (Gustavo Mello) e Ladislau (Kaic Chagas) passam e cortam a linha com uma tesoura. O vento leva a brincadeira embora e começa um corre-corre, até a pipa cair no telhado da casa do coronel Amâncio (Genézio de Barros).

Sem preocupação, Gabriela sobe rapidamente no telhado para fazer o resgate, deixando as pernas de fora e a cidade para admirá-la. Os homens ficam malucos com a situação e as mulheres chocadas. Nacib (Humberto Martins), com quem Gabriela mantém um relacionamento, fica com raiva do que vê.( JULIANA já é mãe, isso prova que, mulher depois que vira mãe não tem mais o hormônio do desejo, cara só envolve com mulher casada e mãe por safadeza, ou quando já é pai tb e os dois são divorciados por ex, mas quem gosta mesmo de mulher mais velha é adolescente com quem quer aprender na cama as artes do sexo.
a GLOBO tem atrizes que poderiam fazer GABRIELA, ou não ? e tb o horário não ajuda, JÁ que a cena clássica só foi ao ar depois do futebol, pra lá de meia noite.
gosto da novela, por mostrar as terríveis condições da mulher naqueles tempos, do quando tem mocinha que reclama de falta de liberdade pra ir em baladas mas se visse como era antigamente.
mas uma atriz que poderia ser melhor aproveitada em GABRIELA é a BRUNA LINSZMEYER, aquela que dança nua no BATACLÃ da MARIA MACHADÃO. pra quem não conheçe a atriz veja ai um trabalho recente dela, isso sim é um pedaço de mau caminho.

policial é morta em ataque a UPP no complexo do alemão RJ

 

Policial narra ataque à UPP no Alemão: ‘Estavam armados com fuzis. Colete não segura’

Um policial, que preferiu não se identificar, narrou o confronto com os traficantes, no ataque à sede da UPP Nova Brasília. Segundo ele, eram 12 bandidos, e o tiroteio teria durado cerca de 15 minutos. Os bandidos usavam a trilha do Inferno Verde como rota de ataque – a mesma trilha usada por traficantes para fugir durante a ocupação do Complexo do Alemão, em 27 de novembro de 2010.

– Assim que eu ouvi o pedido de ajuda pelo rádio, corri para a UPP Nova Brasília. Encontrei um grupo de mais ou menos 12 atirando contra a unidade. O grupo se dispersou e começou a fazer disparos contra o prédio e contra a gente. Alguns subiam a trilha e voltavam; depois desciam. Estavam armados com fuzis, que produzem rajadas de 100 tiros a cada dez segundos.

O policial também fez um desabafo sobre a segurança dos equipamentos usados pela polícia, lembrando que os coletes usados não seguram tiro de fuzil, além de que os próprios fragmentos do colete acabam piorando ainda mais o trauma no corpo da vítima.

Um grupo de bandidos atacou a base da UPP Nova Brasília, no Complexo do Alemão, Zona Norte, na noite desta segunda-feira.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado com pedido de prioridade por policiais da UPP para a Avenida Itararé, que fica nos acessos do Alemão.

Policiais do 16º BPM (Olaria) também estão no local.

Os tiros dos bandidos atingiram a fachada do local.

A soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, morreu após levar um tiro de fuzil 762.

A bala teria atravessado o colete.

Ela foi encaminhada para a UPA da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Quando a UPP foi alvejada, a soldado tentou fugir para a frente do local e foi atingida.

A soldado tinha apenas 4 meses na corporação.

Na Pedra do Sapo houve novo tiroteio entre policias e bandidos, mas ninguém ficou ferido.( como eu falo ,liberdade é a eterna vigilância, os bandidos não desistem, esperam nas sombras, já falei isso aqui.

ainda mais em período eleitoral, onde candidatos vão se aproveitar , a policia tem de uma respósta a altura, pois tentarão comprometer o avanço das UPPS .

sinceramente seria mais fácil todos os moradores dos morros , se mudarem do RJ não ? loucura minha ? absurdo, mas olha ai, como ter paz, se vc não sabe o destino do lugar onde vc sobrevive ?

 vídeo feito por colegas de farda a soldado FABIANA.

fotos da NICOLE de pijama sexy e banho da VIVIANE



se o namorado dela, não pula a cerca, imagine a hora que ela sair, ele vai pegá-la de jeito e quebrar até a cama.


http://afazenda.r7.com/a-fazenda-5/fotos/nicole-bahls-deixa-bumbum-a-mostra-ao-usar-pijama-sexy-na-madrugada-20120722-10.html#fotos  e ai tem as demais fotos deste momento glorioso, clica ai se vc gosta.

e calma que tem mais, um banho da VIVIANE.

fundamentalistas evangélicos , querem proibir gente solteira em móteis pelo BRASIL.

A comissão de constituição e justiça da Câmara dos Deputados está
avaliando a constitucionalidade do projeto de autoria do deputado Josias Macieira (DEM-TO) que estabelece a obrigatoriedade da apresentação da
certidão de casamento nas recepções de motéis. O projeto que conta com
amplo apoio da bancada evangélica no Congresso quer coibir o pecado da
fornicação no Brasil.

Segundo
o deputado Josias Macieira “a razão social dos motéis os permitem a
fazer hospedagens de curta duração, no entanto o que vemos hoje é a
prática da fornicação e da prostituição. Em defesa da família e dos bons
costumes queremos coibir o avanço da sem-vergonhice neste país que já é
tão profanado”.

Carlos
Campos Junior, presidente da Associação Paulista de Motéis (APAM),
considera aviltante o projeto de lei por interferir na intimidade dos
brasileiros. Para Campos Junior “quem faz sexo é solteiro. Casado faz
amor. Quem é casado não tem tempo nem dinheiro e muito menos vontade de
ir em motel. Este projeto coloca em risco cerca de 50 mil empregos
diretos e mais de 400 mil indiretos”.

O
pastor Diógenes Oliveira, presidente da Associação Mundial das
Assembleias de Deus, é radical ao avaliar o argumento da APAM. Para o
pastor Diógenes “não importa quantos empregos vão deixar de gerar o
fechame.nto dos motéis. Se é pra aliviar quem gera emprego assinem a 

carteira de quem trabalha em boca de fumo. O sexo não pode ser
banalizado. Sexo fora do casamento e sem finalidade reprodutiva é
carimbo no passaporte para o inferno”.

Caso
a comissão de constituição e justiça avalie positivamente o projeto ele
deve ser votado em agosto e pode entrar em vigência no mais tardar em 
setembro. Se você é solteiro aproveite seus últimos dias de acesso livre
e irrestrito a estes playgrounds do prazer ( depois quando eu falo que tem de invadir aquela birosca chamada congresso e botar todo mundo pra correrem de lá, ainda tem quem ache absurdo.

e vai ter gente preocupada com isso, enquanto o povo, more em hospitais, bala perdida , acidentes nas estradas, trânsito, doenças que já deveriam ter sido erradicadas etc etc, por caso vão proibir os ricos e políticos de frequentarem motéis com secretárias, assessoras,  teúdas e manteúdas da vida ?

ai vão tudo pro matel, vai ter gente afogando o ganso em tudo quanto é lugar, por conta desta lei, claro que isso pegaria em motéis conhecidos de nome, quantos hoteis de curta permanência, muquifos em geral tem por ai, sem falar que uma certidão de casamento pode ser falsificada ? ai surgem máfias de falsificação de certidões de casórios. 

AH ESTA CORJA EVANGÉLICA vai plantar batatas, como se não houvesse safadeza entre eles mesmos, a noite todo mundo faz sua coisa escondida viu povinho ?)

publicitário morto em SP, culpado ou inocente ?

O enterro do publicitário Ricardo Prudente de Aquino, 39, realizado às 10h desta sexta-feira no Cemitério Gethsemani, na Vila Sônia, zona sul da cidade, foi marcado por protestos de parentes e amigos pela forma com a qual ele foi morto. Aquino foi baleado por policiais militares na noite de quarta-feira, no Alto de Pinheiros, zona oeste da capital, após supostamente ter fugido de uma blitz.
“Que a sua morte não tenha sido em vão”, disse a mãe do publicitário, a empresária Carmen Sacramento, no momento em que o filho era sepultado. “Faça-se justiça, faça-se segurança. Nossos filhos precisam de um mundo melhor”, desabafou. “Eu tenho netos, crianças que ainda estão crescendo. Nós não temos segurança nenhuma, temos medo da polícia”, disse.
O pai da vítima, José Rubens Prudente de Aquino, também pediu justiça. Ele culpou o governo do Estado e a Secretaria Estadual de Segurança Pública pela morte do filho. “Não se pode ter alguém tão incompetente em uma administração”, disse. Eles (o governo) botam pessoas que não estão à altura da obrigação que lhes é atribuída, gente que não tem preparo”. Amigos e parentes do publicitário disseram que pretendem iniciar um campanha contra a impunidade.
 
Pouco antes do enterro, os presentes fizeram uma homenagem ao publicitário, colocando bandeiras com mensagens de despedida ao redor do túmulo. Elas foram dispostas em formato de coração.

Equívoco

O publicitário Ricardo Prudente de Aquino foi morto depois de uma abordagem equivocada de três policiais militares, na Avenida das Corujas, próximo à Praça do Pôr-do-Sol. De acordo com a PM, o publicitário foi baleado porque os homens confundiram o celular que carregava com uma arma. A Polícia, que se desculpou com a família da vítima, afirma que ele deixou de parar em uma blitz, motivo pelo qual foi perseguido.
Aquino não tinha antecedentes criminais e não foram encontradas armas em seu Ford Fiesta – apenas 50 gramas de maconha. Os três policiais envolvidos na ação, com idades entre 26 e 30 anos, foram presos em flagrante e levados ao Presídio Militar Romão Gomes, no Tremembé, zona norte da capital. Eles responderão por homicídio doloso – com intenção de matar. O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros).
Amigos e familiares comparecem a enterro do publicitário no cemitério Gethsemani, na zona sul de São Paulo
Amigos e familiares comparecem a enterro do publicitário no cemitério Gethsemani, na zona sul de São Paulo.( pois pe , se fosse um zé periferia ? ai não dava nada aos PMS, mas pq o cara não parou ? por causa de apenas 50 gramas de maconha ?, ninguém é detido por isso, ainda mais sendo da classe média.
mas como PM ta com medo por causa de PCC, não quis se arriscar ai atiram mesmo, ué no escuro ainda por cima , mas pq o cara não parou quando mandaram ?)