matou a namorada, quando ela revelou num programa de tv ter sido prostituta.

. 

Uma mulher foi drogada, espancada e morta pelo namorado após relevar em um programa ao vivo na televisão que havia trabalhado como dançarina e prostituta em uma casa noturna no Peru.

Ruth Thalia Sayas foi morta por Bryan Romero Leiva, depois de sua participação no programa El Valor De La Verdad (O valor da verdade, em tradução livre). De acordo com o jornal britânico Daily Mail, Leiva acreditava que a namorada trabalhava em uma central de atendimento.

Durante o programa, Ruth contou que havia trabalhado em uma boate “decadente” como dançarina e que também já havia recebido dinheiro em troca de favores sexuais.

Depois da transmissão do programa, Leiva drogou a namorada com remédios para dormir, a matou e, com a ajuda de um amigo, escondeu o corpo da jovem em um poço em Jicamarca, na periferia da capital Lima.

Leiva, que é motorista de táxi, foi preso momentos antes de embarcar em um avião, fugindo para o Equador.

O programa, muito popular no Peru, tem o objetivo de revelar segredos de seus participantes, que respondem questões íntimas em troca de grandes quantias de dinheiro.( será que lá no PERU tb aparece advogado de porta de cadeia, tentando desqualificar a moça, dizendo que ela não prestava coisa e tal, tentando livrar seus cliente.

pode ser que sim,afinal machismo tem no mundo todo.) 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s