ex prefeito x estudante em SOROCABA

O delegado Acácio Aparecido Leite ouviu o estudante na quarta-feira – Por: Pedro Negrão
 

A Polícia Civil identificou o estudante universitário que criou um perfil no site de relacionamento Facebook para ofender o prefeito Vitor Lippi (PSDB). O perfil foi colocado na internet em julho e permaneceu por um mês e meio. Nele, o estudante de 19 anos ofendia Lippi por conta do episódio da morte de cães na unidade do Centro de Controle de Zoonoses. O Ministério Público investigou as mortes e o inquérito foi arquivado. Ficou esclarecido que os animais tiveram que ser sacrificados por causa de contaminação pela doença cinomose. 


No perfil, o estudante chamava o prefeito de assassino. Depois de alguns dias, mudou o cabeçalho para “Vitor Lippi, culpado ou inocente?”. O delegado Acácio Aparecido Leite, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), ouviu o estudante na quarta-feira. Segundo o delegado, ele confirmou ser o autor do perfil. O estudante disse também que não é filiado a partido político nem pertence a qualquer Organização Não-Governamental (ONG), de direitos do animais ou não. O nome dele não foi divulgado.
A polícia iniciou investigação a partir de queixa formalizada pelo prefeito. O delegado explica que o estudante praticou crimes de injúria e difamação, mas que dependem de representação da vítima para o processo prosseguir na Justiça. A pena é de um mês a dois anos de prisão. 
Em seu perfil atual no Facebook, o estudante postou uma foto maquiado como o personagem coringa, do filme Batman. Ele afirmou na delegacia que ficou revoltado com a morte dos cães e quis se manifestar. Disse que antes de criar o perfil enviou perguntas ao prefeito também por meio do Facebook, mas não obteve resposta.
 
Lippi decide 
Lippi disse que antes de decidir se representará na Justiça sobre a injúria e difamação vai procurar saber o motivo que levou o estudante a agredi-lo moralmente pela internet. Ele viajou ontem para São Paulo e adiantou que hoje deve tomar conhecimento do resultado da investigação. “Para o prefeito, este é o momento de saber, em detalhes, as razões que levaram uma pessoa a ofendê-lo tão grave e injustamente”, conforme nota da Secretaria da Comunicação (Secom), divulgada ontem. 

“Na época, Lippi resolveu abrir um boletim de ocorrência para averiguação do caso tamanha a dimensão que o assunto ganhou em todo o País e a forma como foi explorado em vários níveis, inclusive pessoal”, diz a nota 

( nossa como a internet incomoda heim ? gente que se presta em fazer boletins de ocorrência por um motivo besta destes.

o caso dos cachorros foi este, sacrifício por doença ? pronto, encerra o caso e calaria  boca de quem falou mal, e a policia agiu em pouco tempo, tb de acordo com, o freguês né ?  )

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s