FACEBOOK, censura foto de mulher que fez mastectomia, mas bandidos do RJ postam armas a vontade

O Facebook causou polêmica neste mês ao censurar a foto de uma mulher nua que passou por uma mastectomia dupla – cirurgia de remoção da mama. Ela aparece com o peito tatuado, sem mostrar o rosto. A imagem foi publicada na rede social pelo dono de um estúdio de tatuadores canadense, retirada de um livro.

Na publicação no site, o autor informa que ela passou pela mastectomia após descobrir que tinha câncer de mama. 

Paciente fez mastectomia e teve foto removida do Facebook, gerando protestos na rede Foto: Facebook.com / Reprodução
Paciente fez mastectomia e teve foto removida do Facebook, gerando protestos na rede
Foto: Facebook.com / Reprodução

 

Segundo o jornal Daily Mail, a imagem foi removida por ir contra as regras do Facebook sobre nudez.

 

Após a remoção da foto, o mesmo usuário voltou a publicá-la, pedindo que outros contatos a reproduzissem pela rede, curtindo e compartilhando a fotografia. 

Como resultado, a imagem, postada em 13 de fevereiro, soma mais de 145 mil curtidas, 119 mil compartilhamentos e 17 mil comentários até esta terça-feira. A maioria das pessoas que comentaram a publicação se diz a favor de que a imagem continue na rede e protesta contra a medida adotada pelo Facebook.

 

A pressão funcionou. A rede social declarou que manterá a imagem no site.

 

Conforme o Daily Mail, porém, o dono do perfil que publicou a imagem originalmente foi contatado por usuários do Facebook que pediram que ele removesse a foto( pois é, a foto foi considerada pornográfica pelo FACE , mas vejam abaixo.)

Traficantes do RJ usam Facebook para recrutar bandidos, ostentar armas e ameaçar policiais…



 Tráfico ‘recruta’ mão de obra pelo Facebook 


Rede social também é usada para exibir armas e ameaçar policiais 


POR DIEGO VALDEVINO 


Rio – O Facebook é a nova ‘vitrine’ usada por bandidos para ‘promover’ o tráfico de drogas na Favela Faz Quem Quer, em Rocha Miranda. 


Com o nome ‘Dina Terro dos policia’ (‘Dina, terror dos policiais’), um criminoso do bando chega a contratar mão de obra para suas bocas de fumo através da página na rede social. 


Apesar de a polícia já ter excluído a página duas vezes, os criminosos sempre voltam a colocá-la no ar. 


Nela, expõem fotos de armas, fazem ameaças e trocam informações com outros bandidos, em textos repletos de erros de português e gírias. “Se apagarem a página novamente, esquenta não, que vou fazer ela de novo, tá ligado? Faz Quem Quer”, escreveu Dina, no fim de dezembro. 


Em 16 de janeiro, um jovem se oferece para atuar no tráfico. 


“Qual é, mano, como eu faço para traficar aí no Faz Quem Quer?”. 


Quatro minutos depois, Dina pergunta: 


“De que quebrada você é?”. 


O outro responde, logo em seguida: 


“Aqui da Vila Rosali, em São João de Meriti, mas já trafiquei ali no Chapadão, mano (…)”. 


Em postagem no dia 27 de janeiro, Dina dá um recado que, pela falta de erros grosseiros de português, parece ter sido copiado de algum lugar: 


“Monstros e primos, aliados e guerreiros, todos eles vivendo o mesmo desespero, a liberdade é sonho ou pesadelo, retroceder nunca”. 


Pessoas adicionadas à página de Dina também postam ameaças à polícia. 


Um destes amigos virtuais escreveu, na noite de 29 de janeiro, que não quer ser “um traficante violento”, mas que “se tiver que matar”, matará policiais. ( e agora FACEBOOK quanto a  isso vcs vão fazer o que ?)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s