ação anti crack em bairros de SOROCABA,adianta ?

Os bairros Aparecidinha, Vila Barão, Nova Esperança, Lopes de Oliveira, Ana Paula Eleutério (Habiteto), Parque São Bento, Parque das Laranjeiras e Vila Sabiá serão atendidos pelo programa Crack, é possível vencer, do governo federal, conforme estabelecido pelo comitê local de gestão do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras drogas. O plano, em geral, tem como objetivo aumentar os serviços de tratamento e atenção aos usuários e seus familiares, reduzir a oferta de drogas ilícitas por meio do enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas e promover ações de educação, informação e capacitação. 

Sorocaba participou do primeiro grupo de municípios convidados a aderir ao plano e para desenvolver as ações criou um comitê formado por representantes das secretarias da Cidadania (Secid), Juventude (Sejuv), Educação (Sedu), Saúde (SES), Segurança Comunitária (Sesco) e Governo e Relações Institucionais (Sgri). O grupo, com base em informações de diversos setores, elaborou um diagnóstico e um plano de ação municipal, elencando oito áreas prioritárias, que são os bairros citados acima. Esses locais foram escolhidos considerando o número de ocorrências policiais, densidade demográfica, acesso a serviços públicos, dentre outros.

A Secid não mencionou detalhes sobre o plano de ação, incluindo quando começará a vigorar, e informou que a proposta do município está em processo de avaliação pelo governo federal e, posteriormente, terá orientações sobre a aprovação e os próximos passos para a implantação do plano em Sorocaba.
 
Meta para 2014

O programa Crack, é possível vencer reúne ações que envolvem diretamente as políticas de saúde, assistência social e segurança pública e, de forma complementar, de educação e garantia de direitos. As ações são organizadas em três eixos temáticos: prevenção, cuidado e autoridade. O governo federal disponibilizará recursos financeiros, assumindo contrapartidas e implementando os equipamentos de saúde, assistência social e segurança. A Secid explica que ainda não há um valor específico definido para Sorocaba, pois isso dependerá de quantas ações serão contempladas.

A meta é que até 2014 as redes tenham sido ampliadas, fortalecidas e, sobretudo, integradas, aumentando e melhorando a capacidade de acolhimento de usuários de drogas e apoio aos familiares, assim como a revitalização de espaços urbanos anteriormente ocupados com cenas de uso de crack, trazendo mais segurança às comunidades.
 
Política municipal

Desde junho de 2011, Sorocaba conta com uma Política Municipal sobre Drogas, denominada programa Entre Nós, que tem uma rede de atenção para acolhimento, prevenção, tratamento e reinserção social das pessoas em situação de vulnerabilidade e também que fazem uso indevido de álcool e outras drogas, com ou sem dependência. 

O programa é desenvolvido através de tratamento comunitário e trata-se de uma proposta de seguir orientações prescritas pela Secretaria Nacional Antidrogas (Senad). O “Entre Nós” conta, entre seus equipamentos, com os Centros de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (Caps AD), o Ambulatório de Saúde Mental, as rodas de Terapia Comunitária, os Centro de Referência em Assistência Social (Cras), o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), as unidades do Território Jovem, o Consultório de Rua, o Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP), ONGs que prestam serviços a pessoas em situação de exclusão, além de convênios com comunidades terapêuticas por meio das Secretarias da Cidadania, Juventude e Saúde.

O Consultório de Rua, que começou em 2011 atendendo a 10 bairros, funciona atualmente de segunda à sexta-feira, das 14h às 20h, nos seguintes locais: Brigadeiro Tobias, Vitória Régia, Ana Paula Eleutério (Habiteto), Vila Sabiá e Jardim Ipiranga/Vila Helena.( conversei uma vez com uma pessoa que trabalha numa fundação casas, ela me disse, que se eles conseguirem evitar que um de menor volte a ser apreendido, pra eles já é uma vitória.

pra quem trabalha em clinica de recuperação tb é assim ? se conseguirem recuperar apenas uma pessoa ta bom demais ?  quantos conseguem se livrar da droga e quantos viciados entram na droga ? façam as contas.
não é mais fácil liberar e fornecer a droga num lugar afastado ? )
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s