contêineres sofrem com ação dos bárbaros de SOROCABA.

A má conservação dos contêineres colocados nas ruas de diversos bairros da cidade provoca reclamações de munícipes. Falta de tampa, equipamentos sem rodas, rachaduras e a distância entre os recipientes são as principais queixas dos moradores. Eles alegam que o principal causador do problema são os próprios coletores que manuseiam os contêineres de forma errada. No ano passado foram feitas várias reclamações e a Secretaria competente respondeu na oportunidade que a situação seria resolvida o mais breve possível, no entanto, a situação piorou. Atualmente o serviço de coleta mecanizada conta com 43.800 contêineres em Sorocaba, que não atendem a todos os bairros. 

Segundo Odair Raimundino Dutra, morador da rua Júlio Ribeiro, na Vila Santana, a conservação dos contêineres é precária. “Não tem tampa, o que libera um cheiro forte, as rodas foram retiradas, estão quebrados, acumulam água e viram um criadouro das larvas do mosquito da dengue. Já cansei de reclamar, ouço que a Prefeitura vai tomar as medidas, mas estou há mais de um ano esperando. Faz dois anos que não trocam os contêineres. O problema é a forma como os coletores manuseiam eles, com o impacto com que é colocado de volta nas calçadas.”

Já a dona de casa Josefa Ramos, vizinha de Odair, diz que restos dos resíduos domiciliares caem no chão e são recolhidos pelos próprios moradores da rua. De acordo com ela, falta de cuidado dos funcionários da empresa responsável pela limpeza pública, que derrubam o lixo durante o processo de coleta do material dos contêineres para o caminhão. “Como eles têm de ser rápidos, acabam deixando cair muita sujeira, que se não for recolhida por nós, ficam na rua, causando mau cheiro e deixando a rua com uma péssima aparência. Nós sabemos que os coletores devem fazer o trabalho de forma rápida para não atrapalhar o trânsito, mas acredito que deveria haver um meio de fazer esse trabalho de forma ágil sem precisar quebrar.”

A falta das tampas e das rodas são as reclamações da moradora Mônica dos Santos da rua Evaristo da Veiga, Vila Jardini. “Às vezes é possível ver moscas em cima dos contêineres. A coleta é feita de forma correta, todos os dias, mas mesmo depois que o lixo é retirado, por não haver tampas fica o mau cheiro. Há contêineres suficientes na rua, mas em péssimo estado.”

Nas ruas Lauro Rolim e Francisco Catalano, na Vila Brasilândia, a reclamação é em relação as rachaduras nos recipientes. “Há contêineres que estão com enormes buracos e rachaduras onde vazam a sujeira. Somos obrigados a dividir a calçada com a sujeira que fica. Os contêineres quebrados ao invés de serem trocados são “reciclados” pegam a tampa de um e colocam em outro”, conta a moradora Eliana Marcelis. 

Até mesmo no centro da cidade há esse problema. Na rua da Penha um contêiner com o fundo quebrado foi virado de ponta cabeça para ser “reaproveitado”, não há informações se foram os moradores ou coletores que fizeram isso. A professora Ana Roberta Sanches, que sempre passa pelo local, afirma que o contêiner já está nessa posição há pelo menos uma semana. “Além de deixar a cidade feia, acho que é falta de respeito, acredito que existe condição de fazer a troca por um novo.”
 
Reposição

A Prefeitura de Sorocaba por meio de nota afirmou o serviço de manutenção, substituição, reposição e higienização de contêineres ocorre diariamente em vários locais da cidade, de acordo com a demanda de cada rua/bairro. No caso dos locais citados na reportagem, será feita uma vistoria nos próximos dias para verificar a situação e programar o atendimento das demandas. 

Segundo a Prefeitura, a implantação dos contêineres foi de acordo com a demanda gerada de resíduos de cada bairro, sendo utilizados de forma correta. Há casos que são verificados e atendidos de forma pontual. A substituição dos antigos contêineres por novos ocorreu ao longo do ano de 2012, sem custo para a população. 

A reportagem do jornal Cruzeiro do Sul tentou por dois dias consecutivos uma resposta da empresa Gomes Lourenço, que cuida da coleta de lixo da cidade, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.( se com isso , ainda se joga lçixo na rua e formando lixões, imagine sem, e nosso impostos vão sendo usados pra ficar repondo isso, ai reclamam que falta verba pra isso pra aquilo, e politico ganhando um salário astronômico.)

Anúncios

Um comentário em “contêineres sofrem com ação dos bárbaros de SOROCABA.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s