fotografo pode ficar cego por causa de agressão policial nas manifestações

Kátia Passos/Divulgação

De acordo com reportagem da “Folha de S. Paulo”, o fotógrafo da agência Futura Press Sérgio Silva, 31, entrará com um pedido de indenização contra o governo do Estado por ter sido atingido por um tiro de borracha no olho esquerdo durante o protesto do dia 13 de junho contra o aumento das tarifas. Ele sofreu lesões e uma fratura que pode deixá-lo cego. O comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo, Benedito Roberto Meira, disse que os ferimentos são “riscos da profissão” durante coberturas de manifestações.

( risco de profissão é vc cobrir grandes guerras, é ser repórter no AFEGANISTÃO por ex, não foi apenas um profissional, outros delataram abusos cometidos por policiais que não admitiam alguém filmando a repressão.

era mais fácil o comandante ter dito que foram manifestantes que causaram o ferimento no cara, perdeu a chance de ficar calado.)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s