caso TAYNÁ, outra jovem é achada morta a 1 km do primeiro crime


Outra jovem é encontrada morta a 1 km de onde polícia achou corpo Tayná no Paraná

A polícia do Paraná encontrou na terça-feira (23) o corpo de outra garota a cerca de um quilômetro do local onde foi ocultado o cadáver de Tayná Adriane da Silva, 14, em Colombo (região metropolitana de Curitiba). 


Jennifer Priscila de Oliveira, 20, trabalhava em uma ótica na cidade e havia desaparecido após dizer a amigas que iria a um churrasco. 


A reportagem apurou que a polícia encontrou sinais de violência sexual no corpo de Jennifer, cujo corpo foi encontrado vestido – tal qual o de Tayná. 


Ainda não se sabe, porém, se Jennifer foi morta no local ou apenas teve seu cadáver levado para lá. 


Ainda que por precaução, a polícia busca indícios da possível ligação entre uma e outra morte. ( será o mesmo cara ? agora a policia tem o dever de esclarecer os dois casos e MOSTRAR O VERDADEIRO CULPADO ou culpados.

se for o mesmo,ele se sente a vontade, depois da  presepada da prisão e tortura de 45 suspeitos e que foram soltos pois nada foi provado contra eles e os policiais e delegados afastados e presos.

antes que a cidade exploda em fúria, resolvam logo estes casos.)

menina gulosa gasta 23 cheques em loja de doces na FRANÇA

Com 23 cheques, a menina comprou doces e bombons em uma loja

Uma menina de 12 anos de idade comprou mais de 2.600 euros (cerca de R$ 7.700) em doces diversos em uma loja em Bordeaux, na França, utilizando um talão de cheques roubado, indicou a polícia nesta quinta-feira, 25.

A menina gulosa roubou o talão de cheques da caixa de correio de um morador de Merignac, perto de Bordeaux, em março passado. O morador cancelou o talão de cheques junto ao banco e apresentou queixa na polícia, de acordo com o jornal Sud Ouest.

Com 23 desses cheques, ela comprou doces e bombons em uma loja e dois outros cheques foram utilizados em um restaurante fast food, disse a polícia.

No momento de descontar os cheques, alguns meses mais tarde, o dono da loja de doces descobriu que haviam sido bloqueados.

Rapidamente identificada pela polícia, a garota foi convocada e ouvida a polícia. Os pais deverão pagar pelos gastos da menina.   ( o cara pega e aceita estes cheques, vc meu amigo se entra uma crinça em sua loja com cheques pra comprar algo vc aceitaria tb ? sem desconfiar de nada?) 

PAPA e manifestantes RJ 40 graus.

No primeiro dia da visita do papa Francisco ao Brasil, manifestantes promoveram diversos protestos no centro do Rio de Janeiro. Pedindo mais liberdade pela mulheres e criticando a interferência da religião no governo, mulheres tiraram a roupa em manifestação.

 
 
 
Manifestantes tiram a roupa em protesto de mulheres no Rio. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O Dia
1/4
 

Um beijaço gay ocorreu em frente à Igreja Nossa Senhora da Glória, no Largo do Machado, na zona sul. O grupo tomou conta das escadarias da igreja, que momentos antes estavam ocupadas por peregrinos da Jornada Mundial da Juventude . Com cartazes como do “Papa eu abro mão, quero mais dinheiro para saúde e educação”, os manifestantes protestam contra gastos públicos com a vinda do papa ao país.

O protesto reúne diversos grupos, como de estudantes, integrantes do movimento LGBT (lésbica, gay,bissexual, travesti e transexual) e pessoas com bandeiras de partidos políticos. Policiais do batalhão de choque e da Força Nacional de Segurança acompanham os protestos a distância ( é o direito, democracia é isso, ou o PAPA esperava encontrar 100% de adesão aos dogmas da igreja ? 

quem critica a manifestação é pq deve obedecer ao sistma cegamente sem questionar, deve estar com a vida boa, ou apenas se conforma e aceita o que lhe é imposto, e se outros tb protestassem ? índios, deficientes, sem teto etc , tb seriam criticados ?)

banhos de ANDRESSA E DENISE na fazenda 6

http://afazenda.r7.com/a-fazenda-6/videos/andressa-urach-toma-banho-demorado-antes-de-ir-dormir/idmedia/51eccead0cf25a7d43ff7899.html

http://afazenda.r7.com/a-fazenda-6/videos/denise-rocha-toma-banho-relaxante-e-mostra-a-boa-forma/idmedia/51ebfeb60cf2c9f75e6e96a2.html

pelo menos os biquínis melhoraram

duas gatas supostamente lésbicas .

Divulgação/Montagem BOL

19.jul.13 – A apresentadora Graciella Carvalho pegou os fãs de surpresa ao assumir que estava namorando a modelo Marianne Ranieri. “Cansadinha e sozinha sem meu amor, @maryranieri”, escreveu na mensagem em uma rede social, na segunda-feira (15). Recentemente, Graciella posou para um ensaio sensual ao lado da loira com o intuito de apoiar a luta contra a homofobia. Marianne também é apresentadora do programa “Agito na TV”, no canal Rede Brasil TV, e foi finalista do concurso Miss Bumbum 2012 

http://fotos.noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2012/09/13/apresentadora-do-malicia-graciella-carvalho-divulga-fotos-sensuais.htm?fotoNav=111 ( é cada foto de enlouquecer meu amigo, vc vai lambuzar o quarto heheheeheh.

caso vc seja casado e for pego no flagrante, diga a sua esposa que não se conforma das duas serem lésbicas e que apenas olhou  e ficou chocado coma as fotos, diga que as duas são mal comidas , diga qu sua mulher tem sorte de ter um homem ao seu lado.)

manda a copa 2014 pra outro pais, PQP, FDP, vão tomar …

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, surpreendeu nesta quarta-feira (17) ao afirmar que o Brasil pode não ter sido a melhor escolha da Fifa para sediar a Copa do Mundo do próximo ano. O dirigente questionou a disputa do Mundial em solo brasileiro ao se mostrar preocupado com as manifestações que abalaram o País no mês de junho, durante a Copa das Confederações. “Se acontecer de novo, temos que nos questionar se tomamos a decisão errada ao ceder os direitos de receber a Copa”, declarou Blatter, em entrevista à agência de notícias DPA, da Alemanha, durante conferência sobre esportes, mídia e economia idealizada pelo ex-jogador e técnico Franz Beckenbauer, na Áustria.

Blatter se referia aos protestos que levaram centenas de milhares de pessoas às ruas do Brasil em junho. Os manifestantes pediram melhores serviços públicos, em diversas passeatas, e criticaram governo e políticos. Houve até ataques à Fifa, em Salvador, uma das sedes da Copa das Confederações. Ônibus que serviam à entidade foram apedrejados. Confrontos entre manifestantes e policiais também marcaram a competição.

A preocupação do presidente da Fifa se reflete nas conversas entre a entidade e o governo. Já houve reuniões após a Copa das Confederações e deverá haver outra em setembro. “Não foram reuniões políticas, mas enfatizamos o tema da instabilidade”. 

O dirigente já avisou à presidente Dilma Roussef que não pode haver distúrbios semelhantes durante o Mundial. “A Fifa não pode ser responsabilizada pelas discrepâncias sociais que existem no Brasil”, afirmou. “Não somos nós (a Fifa) que temos que aprender com os protestos, mas sim os políticos brasileiros”, avisou.

Para o dirigente, as manifestações devem ser tratadas apenas como questões internas, sem interferir nas competições organizadas pela Fifa. “Para mim, estes protestos soam como alarmes para o governo, para o Senado, o Congresso. Eles devem trabalhar nisso para evitar novos protestos”, afirmou. 

“No entanto, os protestos, se pacíficos, são parte da democracia e devem ser aceitos [pelo governo]. Estamos certos de que o governo, e principalmente a presidente, vai encontrar as palavras e as ações para prevenir novas manifestações. Eles têm um ano para resolver isso”, disse Blatter.

O Brasil foi escolhido para ser sede da Copa das Confederações e da Copa do Mundo em 2007, sem ter uma votação direta, já que a Colômbia, outro candidato a sede, se retirou da disputa meses antes. “O Brasil foi a melhor escolha que podíamos fazer. Era a decisão correta e nós a reafirmamos”, declarou o presidente da Fifa, tentando aliviar as críticas. 

UPH ZONA OESTE e NORTE, a chaleira ta fervendo e ninguém ta nem ai.

Pacientes na Unidade Pré Hospitalar (UPH) Zona Oeste, na avenida General Carneiro, invadiram consultórios à procura de médicos, devido à demora ontem à tarde no atendimento. A reclamação era de que não havia profissionais para atender desde as 8h, ao passo que pessoas saíam carregadas do local, após esperar mais de seis horas na fila. Também teve críticas aos funcionários da UPH, acusados de debochar das reivindicações dos pacientes. 

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES) alegou que a escala de médicos da unidade estava completa de manhã e à tarde – cinco clínicos e três pediatras – e que não era para haver “intercorrências que trouxessem prejuízo aos usuários”. Porém, reconheceu que, por cerca de duas horas, os atendimentos ficaram parados, que o movimento esteve acima do normal. O órgão vai apurar o que aconteceu.

A dona de casa Maria Tereza Camargo, 63 anos, sofre de diabetes e pressão alta e precisa de aplicação de insulina duas vezes ao dia. Levou à UPH o neto que estava doente, mas à tarde estava decepcionada com a demora: “Estou aqui desde 10h e até agora não fui atendida como um monte de gente aqui. É um absurdo.” A vendedora Fátima Caruso, 53, chegou no mesmo horário e não se conformava com a situação. Era um dos pacientes que entraram nos consultórios para procurar pelos médicos e tirar satisfações com o coordenador da unidade, que, segundo ela, não quis atender o grupo. A situação, apontou, começou a ser normalizada após as 14h30.

Outro paciente revoltado era o jardineiro Aderson Luiz de Souza, 31. Tinha dor de dente e febre, e disse que houve atendimentos para pessoas que não estavam na fila, desrespeitando a ordem de espera. Já a funcionária pública Letícia Padovan, 17, que sofre de problemas no coração, esbravejava: “Quem está atendendo lá não é médico, não há ninguém atendendo que seja médico de verdade.” “Tem sido assim direto, os atendentes ficam tirando sarro da gente, eles fingem que estão trabalhando, mas estão nos sacaneando”, complementou a vendedora Isilda Patrícia, 42, ressaltando que o problema persiste desde o início do ano. 

Conforme a SES, na UPH Zona Oeste são atendidos em média 600 pacientes por dia. Das 7h às 13h de ontem, foram 350 (fora o setor de pediatria, cujo fluxo de atendimento estava normal). “Todos os casos de urgência e emergência foram prontamente atendidos.” Para minimizar o problema, divulgou, o resultado do concurso público para contratação de médicos deve sair nos próximos dias. Os aprovados serão chamados para assumir o cargo em agosto. Com isso, a SES quer reforçar a equipe e espera solucionar ou minimizar problemas do tipo.

“O governo e a prefeitura bem que poderiam permitir o convênio com as universidades para que os alunos possam trabalhar, pois há bastante médico que se forma e pode atender a população. Não adianta tapar o sol com a peneira. Os responsáveis sempre se escondem”, opinou o estudante de medicina André Castanho, 24, mais um na fila de espera naquela ocasião.( como o quartel da policia fica ali pertinho, estão esperando um quebra quebra geral, ai cada um se tranca na sua sala e espera a policia chegar pra conter os revoltosos.

deve ser isso.)

e na zona norte

No domingo, dois irmãos de 18 e 23 anos foram parar no Plantão Policial Norte após destruírem a porta de um dos consultórios e um banheiro na UPH (Unidade de Pré-Hospitalar)  da Zona Norte. Segundo dados registrados no boletim de ocorrência, um deles justificou a depredação dizendo que achou que o irmão não estava sendo bem atendido.

Na tarde de ontem, um ato de indignação semelhante ocorreu na UPH  da Zona Oeste. Na ocasião,  o jardineiro Anderson Luiz dos Santos, 31, deu murros numa das mesas da unidade de saúde para ser atendido. “Fiquei com muita raiva quando percebi que estavam passando pessoas na minha frente”, diz.

Ao lado dele estava a vendedora Fátima Caruso, 53, que saiu da zona norte para buscar atendimento na área oeste. “Achei que lá [na zona norte] estava ruim, mas aqui está pior. Pagamos nossos impostos e não temos atendimento”, desabafa, acrescentando  que estava na UPH Oeste há sete horas. 

O jardineiro reclamava de  dor e inflamação no rosto. Após perder a paciência,  foi atendido. “Tô saindo com a mesma dor que entrei, sem nenhuma injeção e com uma receita. Vou ter de comprar os remédios.” 
Já a  vendedora disse que apenas um coordenador estava atendendo. “Muita gente desistiu e foi para casa. A saúde em Sorocaba é uma vergonha.”

opinião: Jefferson Delfino -presidente da Sociedade Médica de Sorocaba
Violência coloca profissionais da área da saúde em risco

São cada vez mais frequentes as agressões sofridas pelos servidores da saúde. O que não parece frequente é que o administrador enxergue nisso um risco ou uma necessidade premente. Em todas as oportunidades, infelizmente, cada vez mais frequentes fazemos a mesma solicitação e obtemos a mesma resposta, ou seja, o mais profundo silêncio. Já tivemos oportunidade de solicitar diretamente ao Secretário Municipal de Saúde, mas este também parece cerceado pelas circunstâncias, embora reconheça a situação. As perguntas se repetem: até quando seremos alvo de agressões? O que será necessário acontecer para que se implemente um serviço de proteção?

MAIS

Escala estava completa
A Secretaria da Saúde de Sorocaba informa que a escala de médicos da Unidade Pré-Hospitalar da Zona Oeste estava completa durante a manhã e à tarde ontem, com cinco médicos clínicos e três  pediatras realizando os atendimentos. “Porém, a Secretaria reconhece que, por cerca de duas horas, os atendimentos ficaram parados na UPH e, desta maneira, vai apurar o que realmente ocorreu, saber os motivos desta demora e tomar todas as providências cabíveis”.

Embriaguez e violência
Por volta das 19h30 de domingo, um ajudante geral de 18 anos recebia soro na UPH Norte por estar embriagado. Foi então que seu irmão, de 23, invadiu o local e foi até a sala de medicação. Lá começou a chutar e esmurrar portas e equipamentos. O gesto foi seguido pelo irmão. Ambos foram encaminhados à delegacia e indiciados por dano qualificado ao patrimônio público. Uma fiança de R$ 678 foi estipulada e paga pelos irmãos que responderão pelo crime em liberdade.

Sobre o ocorrido na UPH Norte, a  Secretaria de Segurança Comunitária informa que casos semelhantes de violência não são frequentes e que a Guarda Civil Municipal mantém GCMs nas unidades de saúde da cidade.( no caso ai tem gent5e que procura por sarna pra se coçar, não sabe beber não beba, dirija com cuidado,etc , evite procurar acidentes, pois a saúde ta uma merda mesmo.)

mulher posta sua própria morte do FACEBOOK

Um assassinato no último domingo, na praia de Guriri, município de São Mateus, no Espírito Santo, tem causado comoção e despertado a curiosidade dos usuários do Facebook. Após levar dois tiros (no peito e na cabeça), dentro de sua casa, a mulher de 41 anos postou na rede social que havia sido baleada.

O post causou desespero nos familiares de Edna Célia, que logo correram para a sua residência para checar o ocorrido. Ao chegarem no local, a vítima já estava morta.

“Acabei de levar um tiro aqui dento de casa”, postou Edna. Suspeita-se que o autor do crime teria invadido a sua casa para roubar.

( agora esperar a policia achar este desgraçado que fez isso, mas que seja o verdadeiro culpado tá ?)