aborrecente de 17 anos chefe de quadrilha, é detida após 20 roubos

Investigadores do 1º distrito policial identificaram nesta terça-feira uma adolescente de 17 anos acusada de chefiar um grupo de outros quatro adolescentes. A quadrilha praticava roubos de veículos, em estabelecimentos comerciais e roubos à residências. A garota confessou cerca de 20 roubos, sendo que onze deles foram confirmados. Por ser menor de idade e não ter passagem na polícia, ela foi liberada à sua mãe.

A adolescente costumava agir sozinha ou com outros quatro adolescentes. “Dependendo do roubo eu ia sozinha, outros precisava da ajuda deles”. Sozinha, ela geralmente roubava veículos. Segundo a própria acusada relatou, ela seguia para algum bairro, na maioria das vezes para o Campolim, bem vestida e com uma mochila nas costas e esperava ser abordada. “Era rápido, logo parava um carro. Eles me ofereciam carona e eu entrava”.
 
Dentro do veículo, a garota conduzia o motorista até algum matagal ou local conhecido por ela, tirava a arma da mochila, e anunciava o assalto. Os carros eram vendidos posteriormente por preços variados. Em um dos casos, ocorrido em fevereiro deste ano, um homem dirigindo um Honda Civic a abordou na Praça do Canhão, região central da cidade. Como não estava armada, ela aceitou a carona, mas pediu que o homem a levasse até sua casa para que ela tomasse banho. “Não levei ele até minha casa, claro. Fiz ele parar próximo de lá, corri em casa, peguei a arma e voltei”. Ela o levou para um matagal próximo ao Parque Vitória Régia, apoderou-se do veículo e fugiu. 

Dias depois, com esse mesmo veículo, a adolescente abordou uma senhora que saía da Caixa Econômica Federal e fez com que a vítima entrasse no veículo, roubando dela R$ 1 mil. A adolescente estava acompanhada de uma amiga. Ao verem que a vítima possuía mais dinheiro, voltaram com a mulher na agência e ameaçando-a, fizeram sacar mais R$ 2 mil. O Honda Civic foi vendido depois por R$ 1 mil. 

Franzina e de estatura mediana, em muitos casos, a acusada usava da agressividade para realizar o roubo. “Teve um cara que não acreditou que eu estava mandando ele entregar o carro e começou a dar risada de mim. Dei duas coronhadas na cabeça dele e duas bicudas”. Segundo os investigadores, dos vinte casos relatados pela acusada, onze deles já foram confirmados através de boletins de ocorrência e relatos de vítimas. Foram quatro em estabelecimentos comerciais, três em residências, três saídas de banco e um veículo.

De acordo com o investigador Brasile, houve certa dificuldade em identificar a acusada pois geralmente os boletins não são registrados com total veracidade. “Na maioria dos casos esses homens são casados e acabam mentindo na hora do registro da ocorrência. São essas e outras situações que dificultam o reconhecimento do autor do roubo”. A garota foi detida ontem, na casa onde mora com os pais e os quatro irmãos, na Vila Carol. No local foi encontrado um quilo de maconha. 

A arma da acusada, uma espingarda cartucheira calibre 36 não foi encontrada. Durante buscas em duas outras residências em Aparecidinha, foram apreendidas 56 pedras de crack, uma porção de cocaína e sete quilos de maconha. Ninguém foi preso. A acusada conhecida como “gatinha do funk” conta que entrou para o crime ainda na infância. “Eu lembro que quando eu tinha cinco anos fui em uma loja com a minha mãe, peguei uma blusa para mim e coloquei na sacola dela. Ela nunca soube”.

Usuária de maconha desde os 13 anos, a adolescente foi convidada para chefiar a quadrilha devido sua fama no meio do crime. “Eles me conheciam, sabia que eu era “ponta firme”, me convidaram e eu aceitei”. Apesar de praticar roubos a bastante tempo, a acusada não possuía passagem na polícia. Ela foi liberada e deve responder à Vara da Infância e da Juventude.( depois falam que pedofilia é coisa de homossexual, afinal me respondam ai, uma cara casado que da carona a uma garota  ele ta com que intenção ?

ta sendo gentil, quer ajudar ? bom samaritano ?  ai no B.Ó mente , não quer se comprometer perante sua esposa pq ? se queria apenas ajudar uma pobre garota sozinha numa rua.

a infeliz deveria pegar uns 10 anos de fundação casa pelo menos, já que não tem cadeia pra ela, onde ela deve estar a esta hora ?)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s