ROY participante da fazenda 7 , pode ir preso por causa de pensão alimentícia

Em sua página pessoal no Facebook, Patrícia Avila Rosselló, atual mulher de Roy Rosselló, saiu em defesa do marido. Roy teve sua prisão decretada pelo não pagamento de pensão alimentícia,

“O Roy só está tentando trabalhar para pagar as pensões dos filhos, e esta mãe não o deixa em paz, para que ele possa seguir em frente. Isso ja é perseguição. A vida segue para todos. Deixa o Roy trabalhar!”, escreveu Patrícia em sua página. O processo contra o ex-Menudo está sendo movido pela sua ex-mulher , Sophia Borges Rosselló.

Reprodução/ Facebook

Declaração de Patricia Rosselló, mulher de Roy, sobre possível prisão do ex- Menudo

Roy pode ser preso

Um oficial de Justiça esteve na  terça-feira (23), em Itu (SP), onde a Record realiza o reality show “A Fazenda”, para tentar notificar o ex-Menudo Roy num processo de pensão alimentícia que corre na Justiça brasileira. Esse oficial não conseguiu notificar o artista.

A Record já está ciente que o ex-Menudo está com sua prisão decretada por não pagamento de pensão alimentícia. O jurídico da Record já está tomando as medidas necessárias, vendo o que pode fazer sobre o caso. Existe o risco de Roy sair do programa direto para a prisão.

( e ele está na roça junto com a participante  HELOISA FAISSOL,  a record pode manipular a votação e sacrificar a moça, deixando o cara lá dentro, quanto mais ele fica, mas grana ganha, se ficar em terceiro ou segundo lugar na final, ai da pra pagar a tal pensão e ficar de boa.

ou desta vez , pode jogar a batata pro público decidir. )

suposto vídeo de sexo de VIVIANE ARAÚJO cai na net

 

ela claro nega que seja ela, e que no dia desta vídeo estava numa escola de samba, mas claro que vai recorrer a lei CAROLINA DIECKMAN, a lei que socorre globais em situações como essa pra saber quem é o responsável pelo vídeo e pela difamação.

ah mas claro que eu  não ria postar sem o tal vídeo né ? meu caros vcs estão esperando pra ver não ?  heheheheheheh      

 

http://www.mallandrinhas.net/2014/09/suposto-video-da-viviane-araujo-fazendo.html

ah no site onde peguei este link tem umas fotos humm ????? deem uma olhada.

policial que matou camelô, já responde por outro homicídio 6 meses antes.

Vídeo mostra momento do disparo de policial que matou ambulante em SP

 

O soldado da Polícia Militar Henrique Dias Bueno de Araújo, de 31 anos, preso na quinta-feira (18), após matar o camelô Carlos Augusto Muniz Braga, de 30 anos, na Lapa (zona oeste de São Paulo), responde a processo por outro homicídio cometido seis meses antes do assassinato do camelô, também durante abordagem policial. Na ocasião, Araújo disparou quatro vezes contra um homem que teria reagido a ordem de parada feita pelo soldado e seu companheiro.

Segundo informações prestadas pelos policiais no Inquérito Policial Militar aberto para apurar o fato, o homicídio ocorreu quando, durante ronda, Araújo e outro PM avistaram um homem empurrando um carrinho de carga e ordenaram que ele parasse para averiguação.

O homem teria se negado a parar e sacado um facão. Ele ainda tentou fugir, mas ao ser cercado novamente pelos policiais, foi para cima de Araújo com o facão.

Ainda de acordo com os policiais, Araújo disparou duas vezes contra as pernas do homem, mas o suspeito, mesmo ferido, continuou vindo em direção ao soldado, que efetuou outros quatro disparos.

Dos seis tiros disparados por Araújo, quatro acertaram a vítima: dois na perna, um no tórax e um na mão. O homem, que nunca foi identificado, morreu no local.

Questionada pela reportagem sobre o outro caso de homicídio cometido por Araújo, a Polícia Militar respondeu que todos os policiais que se envolvem em ocorrência com morte ficam afastados temporariamente do trabalho na rua para acompanhamento psicológico. Esse período de afastamento costuma durar, no máximo, três meses.

Como já se passaram seis meses do fato, Araújo foi autorizado a retornar às ruas. O inquérito policial concluiu que não houve conduta irregular do policial na morte de março, já que o soldado teria agido em legítima defesa.

O caso ainda está sendo analisado pela Justiça Comum.

 

( duas vezes  contra a perna e o sujeito continuou vindo ? sé se o cara estivesse muito drogado pra isso , e esta história colou, ou o corporativismo o protegeu  ? mas desta vez não teve jeito, alias ele só responde a isso por ser ano eleitoral, claro que pra não sujar pro ALCKMIN , pra não dar munição a oposição, ele deve ficar preso.

ai depois das eleições ai talvez, ele acabe saindo, mais fácil perder a farda e sr expulso de vez da policia , ( é uma teoria gente) , mas isso mostra o despreparo da policia em permitir que um cara que já respondeu por morte, continuasse á atuar nas ruas , mas sempre lembrando que a atitude do camelô nunca deve ser imitada.)

camelô é morto em SP, durante confronto com a policia, tiro acidental ?

 

mas quem mandou o cara se meter ? todo mundo observando e ele resolve tentar pegar o spray de pimenta do policial e pq ? e a arma estivesse naquela mão tentaria pegar tb ?

o policial a meu ver, agiu por instinto,mas tb apenas 3 ali ? não tem comando, espera primeiro pra depois entrarem vários, ai isso não teria acontecido , de qualquer maneira fioca a duvida , se ele atirou sem querer, ou foi em defesa, pois não sabia a intenção do cara, achou que era bandido, vai saber .

isso sirva de alerta, quando tiver policia perto mantenha distância, o cara mal preparado as vezes pode interpretar mal a sua presença ali. 

 

MARINA SILVA manda censurar site MUDA MAIS, lamentável , abra o olho povinho

O site Muda Mais, coordenado pelo jornalista Franklin Martins, acaba de divulgar uma nota sobre a decisão judicial que determina sua retirada do ar. Leia abaixo:

Marina foge do debate e quer calar o Muda Mais

 

O Muda Mais acredita que o amplo debate de ideias, posicionamentos e propostas é crucial para a democracia. Acreditamos também que a internet é o meio mais democrático e criativo de fazer o debate politico eleitoral. É o canal de comunicação que quebrou o monólogo da grande mídia, permitindo a milhares de pessoas que expusessem suas vozes e opiniões, antes abafadas. E esse poder de comunicação digital deve ser usado com discernimento, respeito e compromisso com a verdade.

Por isso mesmo, o Muda Mais sempre teve o caráter de levar o debate para as redes, se baseando na honestidade dos fatos, em uma boa apuração e na checagem das informações que servem ao diálogo franco e aberto. Uma de nossas principais diretrizes é a disputa no campo político entre projetos de país, sem agressões pessoais ou infundadas a ninguém, ataques desrespeitosos ou mentiras. Nossa postura tem sido, inclusive, a de apontar boatos e artificialidades construidas – mesmo quando elas agem em benefício da nossa candidata. 

Temos lado, e sempre deixamos isso claro: defendemos, baseados em informações verdadeiras, o projeto de país em que acreditamos, e apontamos as incongruências dos projetos de nossos adversários. Esse foi o tipo de debate que estabelecemos com Aécio, com Eduardo Campos e, agora, com Marina Silva.

Fomos pegos de surpresa com a postura de Marina Silva e sua tentativa de censura ao Muda Mais. Justamente da candidata que afirma ser representante da nova política, que fala em democratizar o debate público e que, assim como Dilma,  tem na internet um importante espaço de participação. Foi, no entanto, justamente Marina Silva quem deu uma prova de que não quer o debate, ao entrar no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com um pedido para retirada do Muda Mais do ar.

Vamos proceder à defesa jurídica de todos os pontos que foram questionados, e não vamos deixar que posturas anti-democráticas nos calem. É importante que todos saibam, inclusive nossos adversários: não se cala a internet – a produção, o  acesso a informações na web e seu caráter democrático . O Muda Mais carrega em si o espírito da rede. Não se cala a verdade, ela vai continuar circulando pela Internet, entre os militantes e entre aqueles que reconhecem a revolução social que o Brasil trilhou nos últimos 12 anos, sob os governos de Lula e Dilma.

Vamos continuar fazendo o contraponto na política. Marina precisa entender que na democracia ninguém fala sozinho. Tentar calar o Muda Mais é tentar calar o debate político.

 

( bem não conheço este site, mas qualquer tipo de censura é condenável, é o mesmo que querer calar todos nós que falamos aqui na net, portanto fica o alerta pra vc que está analisando, ou já escolheu em quem vai votar.)