WHATSAPP a bola da vez em matéria de censura e bloqueio.

Resultado de imagem para censura ao whatsapp

Não é apenas no Brasil, onde um juiz do Piauí ordenou o bloqueio do aplicativo, que o WhatsApp corre o risco de sair do ar.

No Reino Unido, na Arábia Saudita, no Irã e em outros países, o aplicativo também sofreu ameaças de bloqueio e, em alguns deles, chegou a ser suspenso.

A discussão ocorre porque é mais difícil monitorar mensagens enviadas pelo aplicativo do que ligações telefônicas ou e-mails, por exemplo – o que, segundo alguns países, pode ameaçar tanto a segurança pública quanto a segurança nacional.

O bloqueio do WhatsApp, no entanto, é visto por muitos como uma ameaça à liberdade de expressão.

No Brasil, o juiz Luiz de Moura Correa determinou que o WhatsApp seja bloqueado para forçar a empresa a colaborar com a Justiça em uma investigação sobre pedofilia que corre sem segredo.

No Reino Unido, o primeiro-ministro David Cameron também critica a falta de colaboração da empresa em investigações – neste caso, sobre terrorismo.

Em um discurso em janeiro, o britânico disse que tentaria proibir serviços de mensagens encriptadas – como as do WhatsApp e do Snapshat – caso o conteúdo não pudesse ser acessado pelos serviços de inteligência britânicos.

A declaração foi feita após os ataques a revista satírica Charlie Hebdo, em Paris, que aumentaram o temor sobre ameaças terroristas. Já existe uma pressão para que empresas como Google e Facebook forneçam mais informações sobre as atividades dos seus usuários, já que há uma forte ação de recrutamento de grupos radicais pela internet.

“Vamos permitir meios de comunicação que são impossíveis de ler? Minha resposta é: não, não devemos fazer isso”, disse Cameron.

Terrorismo

Ameaças de terrorismo ou à segurança nacional também serviram de justificativa para o bloqueio do serviço em outros países.

Muitos desses governos, no entanto, foram criticados por restringir a liberdade de expressão.

Na Arábia Saudita, de acordo com agências de notícias, houve uma ameaça de retirar o Whatsapp do ar em 2013 porque o serviço não estaria se adequando às regras de Comissão de Comunicações e Tecnologia da Informação. Na época, o país chegou a tirar do ar o Viber, aplicativo de mensagens e chamadas de voz pela internet, pelo mesmo motivo.

Em Bangladesh, o serviço foi bloqueado em janeiro, também de acordo com agências. O governo afirmou que havia ameaças de terrorismo e que era difícil monitorar comunicações pelo aplicativo.

“Terroristas e elementos criminosos estão usandos essas redes para se comunicar”, disse uma autoridade do Paquistão para justificar a suspensão do aplicativo em uma província, segundo a mídia local.

No ano passado, o presidente do Irã, Hassan Rouhani, considerado moderado, precisou se empenhar pessoalmente para liberar o aplicativo.

A linha dura iraniana pediu a censura, segundo a emissora de TV americana Fox News, devido à compra do app pelo Facebook – cujo dono, Mark Zuckerberg, seria uma “americano sionista”, segundo o comitê do país responsável pela internet.

Na Síria, que passa por uma guerra há mais de três anos, o aplicativo – usado para marcar protestos durante a Primavera Árabe – foi suspenso em 2012.

“Um golpe na liberdade de expressão e nas comunicações em todo lugar. Um dia triste para a liberdade”, publicou o WhatsApp em seu Twitter à época.

( eu vou repetir mais uma vez, se não tem combate corpo a corpo nas ruas, não adianta censurar sob a desculpa de estar combatendo pedofilia terrorismo etc, alais nada se combate, a humanidade não ta disposta combater .

seria sim liberdade de expressão ameaçada, ditadura disfarçada que não quer que vc use redes sociais pra criticar o governo, tb seria a mídia televisiva e os jornais que perdem espaço pra internet, a mídia esconde o que vc já ta sabendo pela net, os jornais não publicam,mas a net sim.

vc meu amigo com seu celular, pode informar,registrar coisas que os demais tentam esconder, e informar melhor a todos, basta vc ver as coisas que aparecem a toda hora no FACEBOOK .

a DILMA sotou a força se segurança nacional pra cima dos caminhoneiros, vc ta sabendo disso pela tv ? não né ? sabe pelo FACE, TWITTER, pq vc acha que ta havendo pressão pra controlar a net, soba  desculpa de combater determinados crimes ? balela não se combate nada, quem quer se comunicar da seus pulos, terroristas,bandidos, máfias em geral já estão lá na frente em matéria de comunicação.)

corregedoria diz que vai investigar conduta do juiz do caso EIKE BATISTA, pelo menos diz que vai.

se o EIKE tivesse filha e gostosa , ela correria o risco de ser apreendida tb

luma5

ele pode apreender a LUMA, se é que gosta da coisa.

ah um piano do EIKE tb está no condomínio do juiz.

http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2015/02/1594597-piano-de-eike-batista-esta-no-condominio-de-juiz.shtml

juiz manda tirar WATSAPP do ar, motivo seria pedofília hahahahah


TERESINA — O juiz da Central de Inquérito da Comarca de Teresina, do Tribunal de Justiça do Piauí, Luiz Moura Correia, determinou que todas as companhias de telefonia suspendam temporariamente o funcionamento do aplicativo Whatsapp no Brasil, “até o cumprimento de ordem judicial”.

Ele não informou o motivo da decisão, explicando que a ação tramita em segredo de Justiça. Mas a Secretaria estadual de Segurança Pública do Piauí comunicou que a suspensão foi determinada porque a empresa fornecedora do aplicativo de mensagens não tirou de circulação imagens de crianças e adolescentes expostas sexualmente, objeto de investigação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Teresina. O órgão informa que os processos que levaram à determinação começaram em 2013.

A decisão foi tomada em 11 de fevereiro e, segundo a secretaria, as empresas de telefonia foram comunicadas a respeito em 19 de fevereiro, por meio de um ofício do delegado Éverton Ferreira de Almeida Férrer, do Núcleo de Inteligência da secretaria. O prazo para a suspensão é de 24 horas e atinge os domínios whatsapp.net e whatsapp.com. As companhias estariam recorrendo da decisão.

Procurado, o WhatsApp ainda não se manifestou sobre o caso. O Facebook, dono do aplicativo desde o ano passado, informa que as operações das duas companhias são independentes e não vai se posicionar sobre a questão.

“Suspenda temporariamente até o cumprimento da ordem judicial , em todo território nacional, em caráter de urgência no prazo de 24 horas após o recebimento, o acesso através dos serviços da empresa aos domínios whatsapp.net e whatsapp.com, bem como todos os seus subdomínios e todos os outros domínios que contenham whatsapp.net e whatsapp.com em seus nomes e ainda todos números de IP (Internet Protocol) vinculados aos domínios já acima citados”, determina o juiz Luiz Moura Correia.

Ele diz, em sua sentença, que as empresas de telefonia devem suspender o tráfego de informações, de coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registros de dados pessoais ou de comunicações entre usuários do serviço e servidores do aplicativo.

O mandado judicial foi encaminhado aos provedores de infraestrutura (Backbones) e aos provedores de conexão (operadoras de telefonia móvel) entre outras. “Cabe esclarecer que todas as representações e decisões judiciais foram tomadas com base na lei que instituiu e disciplinou o Marco Civil da Internet”, afirma, em nota a Secretaria de Segurança do Piauí.

( este juiz por acaso teria poder pra isso ? se julga um dos juízes deuses que podem tudo ? entçai um juiz do PIAUÍ tem poder de mandar tirar o WATSAPP do ar ?

não desmerecendo o estado, mas nordeste ? se fosse um juiz de SP ou RJ, ai … mas o motivo seria pedofilia ? é isso ? senhor juiz, isso se combate nas ruas, mas prendendo poderoso e não apenas pé de chinelo, zé d barraco por ex.

se for assim podem tirar o FACE, TWITTER, tudo do ar então, é o mesmo que um corno vender a cama pq foi traído nela , isso é falta do que fazer , agora e ver se ele tem poder pra isso.)

empresário de SOROCABA rouba milhões e sua cara ta escondida de todos.

Valdemar Latance Neto, delegado da Polícia federal em Sorocaba – Emidio Marques

Um empresário de Sorocaba foi preso nesta terça-feira pela Polícia Federal (PF) acusado de comandar um esquema de lavagem de dinheiro, com envio ilegal de US$ 10 milhões por mês ao exterior por meio de três empresas de fachada na Flórida, nos Estados Unidos (EUA). Outras seis pessoas foram presas na cidade, incluindo a esposa do empresário, e duas em São Paulo. A chamada Operação Flórida cumpriu ainda mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva em outros oito municípios do Estado de São Paulo. De acordo com a investigação, que teve início em abril do ano passado a partir da colaboração internacional do serviço de inteligência norte-americano, o esquema funcionava, no mínimo, desde 2012. Dezenas de empresas brasileiras, em nome de sócios “laranjas”, colaboravam com a fraude ao sistema financeiro.

O nome dos envolvidos não foi divulgado pela PF, porém de acordo com o delegado e chefe da Unidade de Inteligência da Polícia Federal, Valdemar Latance Neto, o acusado de chefiar a quadrilha é proprietário de uma casa de câmbio em Sorocaba. O local não foi fechado, mas será alvo de investigação. “Essa loja era usada para dar a aparência de legalidade para as atividades ilícitas que a organização criminosa realizava”, afirma o delegado. Já as empresas sediadas na Flórida e comandadas pelo empresário sorocabano recebiam o dinheiro enviado ilegalmente pelos “laranjas”. A atividade era oferecida para pessoas interessadas em depositar dinheiro no exterior sem o pagamento de impostos. As maiores quantias eram transferidas dos EUA para contas bancárias da China, onde eram usadas para pagamento de fornecedores.

Conforme explica o delegado, as empresas brasileiras envolvidas no esquema eram de Sorocaba e da capital, sendo que muitas possuíam o mesmo endereço. As pessoas presas ontem são apontadas pela PF como chefes da organização criminosa, mas um dos líderes não foi detido pois não estava no País. Foram decretadas prisões temporárias por cinco dias, podendo ser renovadas por mais cinco. Ao todo, 200 policiais foram mobilizados para a operação e cumpriram, além das detenções, 49 mandados de busca e apreensão e 33 de condução coercitiva (suspeitos levados para depor), expedidos pela 2ª Vara Criminal de São Paulo. A operação foi deflagrada em Sorocaba, Itapetininga, Itu, Araçoiaba da Serra, Salto de Pirapora, Itapeva, Indaiatuba, Franca, São Paulo e Guarujá.

O caso foi apresentado em entrevista coletiva na sede da PF em Sorocaba e contou com a presença da delegada-chefe da unidade, Erika Tatiana Nogueira Coppini. A partir da investigação, um total de 19 empresas e 30 pessoas tiveram suas contas bancárias bloqueadas. Ao todo, 50 pessoas foram indiciadas pelos crimes de lavagem de dinheiro, uso de documentos falsos, falsidade ideológica, constituição de instituição criminosa e contra o sistema financeiro nacional. O prejuízo total aos cofres públicos ainda não foi calculado e a investigação segue com depoimentos dos envolvidos.

( seu VALDEMAR me diz ai, se fosse um pobre qualquer o senhor estaria estampando a cara do meliante ao vivo e a cores pra todos verem, isso mesmo ele sendo suspeito né não ? 

agora como é bandido de colarinho branco, influente , o senhor esconde ? ah mas eu não posso fazer nada, recebo apenas ordens, fui instruído, é segredo de justiça , oras então de que adianta ser delegado ? 

adianta fazer juramento hipócrita de defender a justiça , a lei e a ordem ? enquanto larápios roubam o erário publico ? sim pq o pobre paga imposto , não tem como escapar enquanto ricos acham meios de fraudar.

o senhor podia dar um jeito de vazar quem é o cara sem se comprometer, faria um grande favor a população.)

juiz do caso EIKE BATISTA é pego dirigindo belo e folgado um de seus carros.

O juiz federal Flávio Roberto de Souza foi flagrado pelo EXTRA, na manhã desta terça-feira, ao volante do Porsche Cayenne branco do empresário Eike Batista. 

O magistrado chegou com o veículo à sede da 3ª Vara Criminal Federal, no Centro do Rio, às 10h22m, e entrou por um portão lateral da sede da Justiça Federal, na Avenida Barão de Tefé. 

O Porsche foi um dos apreendidos pela Polícia Federal por ordem do próprio magistrado: ele determinou a apreensão de todos os bens do ex-bilionário no Brasil.
O EXTRA fez plantão na porta da 3ª Vara Federal Criminal, na Avenida Venezuela, após ser avisado de que o juiz estaria usando o veículo.

Procurado por telefone após o flagrante, o juiz não explicou o motivo de estar dirigindo o carro apreendido.

– A ligação está ruim. Não estou te ouvindo – disse.

Logo após, completou:

– Agora estou ouvindo, mas não posso falar pois estou numa reunião.

À revista Veja, o juiz se defendeu e alegou que não havia vagas no pátio da Justiça Federal para todos os carros apreendidos de Eike. Ele disse que levou os dois veículos mais caros (o Porsche e uma Hillux) para a garagem do próprio prédio, e teria comunicado ao Detran. Nesta terça-feira, de acordo com o juiz, os carros seriam levados de volta para o pátio, onde ficariam expostos antes do leilão desta quinta-feira. Segundo o magistrado, a Hilux que o motorista da Vara Federal dirigia deu problema e teve de ser rebocada. O motorista era quem pegaria o Porsche depois para levar à Justiça Federal. Então ele, se dispôs a levar.

O Porsche, no entanto, não vai a leilão nesta quinta-feira.

Um vídeo enviado à redação do EXTRA mostra o carro de luxo no momento em que ele entra no prédio da Justiça Federal.

Em entrevista ao EXTRA, neste domingo, Flávio Roberto criticou os advogados do empresário, que tentam tirá-lo de um dos processos, garantindo que eles não vão fazê-lo sair “do sério” e afirmou: “Vou esmiuçar a alma dele”.

Thor Batista, filho de Eike, disse apenas que espera que o pai seja julgado “com imparcialidade”:

– Só espero que o meu pai seja julgado com imparcialidade, de uma maneira justa.

Advogado de Eike Batista, Sérgio Bermudes chamou de indecente e ilegal o juiz usar o carro apreendido. O defensor do empresário disse que vai fazer duas representações contra o magistrado – no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e no Tribunal Regional Federal (TRF).

– Por que que esse foi o único carro apreendido que não entrou na relação dos que serão leiloados? Para que ele (o juiz) fique com o carro e possa usufruir dele. A situação é trágica. Não é só ilegal, é indecente. O juiz determinou que os bens apreendidos fossem levados para o deposito judicial e que os automóveis ficassem no pátio da Justiça Federal. Tanto ele queria usar o carro, que não colocou na lista de carros que vão ser leiloados. Para que? Para ele (o juiz) ficar no bem bom, andando de Porsche – disse Bermudes.

De acordo com Bermudes, o magistrado não nomeou um fiel depositário para ficar com os bens apreendidos. E explicou que, legalmente, o magistrado não poderia se nomear fiel depositário.



Carro apreendido de Thor Batista também está em garagem de juiz
Assim como o Porsche de Eike, uma Range Rover do filho do empresário foi flagrado no condomínio de Flávio Roberto de Souza nesta terça-feira, 24.

Aline Nobre, Luisa Girão e Priscila Bessa,

do EGO, no Rio



Após a divulgação de que dois carros de Eike Batista se encontravam na garagem particular do prédio onde mora o juiz Flávio Roberto de Souza, na Barra da Tijuca, no Rio – incluindo um Porsche Cayenne que estaria sendo usado pelo juiz – um terceiro carro da família Batista foi flagrada na mesma garagem.


Em entrevista ao site da revista “Veja”, o juiz Flávio Roberto de Souza afirmou ter permissão para a guarda de dois veículos apreendidos de Eike: o Porsche Cayenne e uma Hilux. No entanto, segundo o EGO apurou, a Range Rover de placa EUR8686, em nome de Thor Batista, também se encontra no prédio do juiz.

De acordo com moradores, está havendo uma obra no condomínio que está prejudicando o controle dos carros que entram e saem. Mas vizinhos afirmam que estão cientes da presença de outros veículos mantidos no local pelo juiz e que, inclusive, já reclamaram com a adminstração, pois o apartamento do magistrado – que teria se mudado para lá há pouco tempo – tem direito a apenas uma vaga.
Procurada pelo EGO, Sérgio Bermudes, advogado de Eike, confirmou que o carro é de fato do filho do empresário.


Minutos depois, o próprio Thor também confirmou a informação ao EGO. “Fiquei surpreso. Queremos que a justiça seja feita e com respeito. O juiz disse que queria leiloar os carros para evitar depreciação. E daí ele usa os carros? Nossos advogados estão impedidos de ler os autos pois o juiz pediu sigilo. Mas, ao mesmo tempo, ele apreende os carros, agenda leilão e usa nossos veículos”. Ele também comentou nas redes sociais sobre o caso: “Uso da terceira vara é uso pessoal dele? Garagem dele? Três carros de valor somado em mais de 1 milhão de reais? Pra que? Ele solicitou dois carros, hilux e porsche. E o meu Range Rover?”, escreveu Thor.


Assim que soube que o veículo de Thor estava na garagem do juiz, Flávia Sampaio, mulher de Eike Batista, também se pronunciou, em tom de ironia, em uma rede social: “E não é que o outro carro também esta bem guardadinho na garagem do Juiz? Muito obrigada V. Excelencia por tanto apreço!!.”

Procurado pelo EGO, o juiz Flávio Roberto de Souza – da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro – não quis se pronunciar sobre o caso. “O juiz não vai mais falar com a imprensa. Agora o contato será feito através da assessoria de imprensa do tribunal”, declarou uma das assistentes de gabinete.

Corregedoria da Justiça Federal instaura processo de sindicância


Por volta das 14h20 desta terça, a assessoria de imprensa do tribunal enviou nota oficial à imprensa: “Informo a todos que a Corregedoria Regional da Justiça Federal da 2ª Região instaurou hoje processo de sindicância para apurar os fatos noticiados pela imprensa no dia 24 de fevereiro, acerca da conduta do juiz federal titular da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, referente ao uso de bens apreendidos do empresário Eike Batista. O procedimento foi aberto por determinação do corregedor regional em exercício, desembargador federal José Antonio Lisbôa Neiva.”


Informo também que o juiz federal Flávio Roberto de Souza não se pronunciará mais sobre o caso.

( o juiz alega que não tinha gente pra levar os carros e ntão ele mesmo se prontifica a levar , e tb os guardou em garagem do prédio onde mora, juiz prestativo este não ?

só faltaria ele dizer : olha estou testando os carros pra ver se estão em condições de serem leiloados, ah da licença né ? o cara ta é tirando casquinha.

saiu até piada num site de humor, o juiz tb estria pensando em apreender a LUMA DE OLIVEIRA kkkkkkkkkkkk , assim até eu hehehehe apreendê-la e fazer testes, pra ver se ela ainda da um caldo.

bem piadas a parte, isso mostra a malandragem de certos juízes que se cham deuses, este com certeza deve ser da turma do JOÃO CARLOS DE SOUZA CORREA, aquela que enquadrou a agente da lei seca lembram ?

marcou encontro virtual, se sentiu enganado e partiu pra porrada

Uma história no mínimo inusitada aconteceu esta semana na China. Um homem de 35 anos gastou mais de R$ 22 mil para conhecer pessoalmente uma garota com quem mantinha um romance virtual, mas acabou se revoltando com o que viu.
Ao gastar toda esse grana, quando for finalmente ao encontro com a namorada virtual, para encontra-lá pessoalmente, logo percebeu que ela erá bem diferente da foto de perfil e a agrediu fisicamente.
( primeiramente não existe web cam na CHINA ? ta a mocinha pode ter usado uma foto antiga, pode ter dado uma pequena engordadinha vá lá.
 
 
mas isso não é motivo pro cara espancar, por isso que este negócio de namoro virtual, mascar encontros pode ser uma roubada, quantos casos ai até acabam em tragédia.
 
 
a chinesinha ai é bonita de qualquer jeito, o cara deve se achar o máximo pra se sentir enganado e ficar furioso, gastou grana pq quis.)

motociclistas protestam em SOROCABA contra aumento da gasosa, mas os motores ainda estão ligados né ?

 

 

Cartazes trazidos pelos manifestantes denunciavam abusos de preços – ADIVAL B. PINTO

Mais fotos…

Um grupo de cerca de 50 motociclistas de Sorocaba e região protestou, na tarde deste sábado (21), contra o aumento do preço da gasolina. A iniciativa teve o objetivo de chamar a atenção para o problema e tentar inibir novos reajustes desse combustível. Segundo os motociclistas, o litro da gasolina ficou de R$ 0,10 a R$ 0,30 mais caro nos postos de combustível de Sorocaba. No protesto, o grupo saiu de um posto de combustível da avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes em direção a vias com grande circulação de veículos da cidade.

O protesto contra o aumento no preço da gasolina foi organizado por meio das redes sociais, afirma Munir Santiago, que foi o responsável pela reunião. De acordo com ele, a ideia do evento é chamar a atenção para que novos aumentos no preço da gasolina não sejam concedidos. O motociclista ressalta que todos os postos de combustível de Sorocaba apresentaram grande reajuste no último mês. “Alguns aumentaram R$, 0,10, outros R$ 0,25 ou R$ 0,30”, diz.

Além do aumento do preço, o grupo protesta contra a maior proporção de etanol – passando de 25% para 27% – na gasolina, decidido pelo governo federal nos últimos dias. “O etanol acaba estragando essas motos com o tempo”, comenta Santiago.

O protesto dos motociclistas percorreu as avenidas Dom Aguirre, Juscelino Kubitschek, Moreira César e Afonso Vergueiro.

( ah protestando ? então vejamos : alta velocidade , as populares empinadinhas, entram nas ruas com tudo, as lojas de motos lotadas de gente, os motores cada vez mais barulhentos.

sem falar que aguardam a semana santa pra lotares as praias de novo .

protestar pelo que ? )