tem dinheiro no exterior, que poderia aliviar a crise no BRASIL mas…

DINHEIRO EXTRA EVITARIA A CRISE FINANCEIRA

Brasileiros possuem R$ 400 bilhões em contas no exterior que não foram declaradas à Receita Federal e, portanto, não foram tributados. Esse dinheiro pode voltar a nossa economia, gerando investimentos, emprego e renda, e gerando arrecadação tributária de R$ 150 bilhões. Pelo projeto, os proprietários do dinheiro precisam justificar a origem lícita dos recursos e ficariam então anistiados dos crimes contra a ordem tributária.

Quando o país mais precisa de recursos, por que o PSDB e Aécio Neves são contra?

http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/09/planalto-envia-ao-congresso-projeto-sobre-repatriacao-de-recursos-nao-declarados.html 

( e ai povinho vai querer pagar o pato ?  se vc não quer pagar assine ai o manifesto .)

   http://www.naovoupagaropato.com.br/#NaoVouPagar  

brasileiro fotografa execução de jovem palestina em ISRAEL saiu correndo do pais

Marcel Leme

 

O brasileiro Marcel Leme, 30, precisou viajar às pressas de Israel para São Paulo após fotografar a morte de uma mulher palestina em Hebron, na Cisjordânia, três dias antes. A sequência de fotos mostra soldados apontando as armas para Hadeel al-Hashlamon, 18, e em seguida o corpo da jovem após sofrer os disparos

As imagens difundidas pela ONG local Youth Against Settlements (juventude contra os assentamentos) foram tiradas pelo brasileiro Marcel Leme, que estava na região como observador dos direitos humanos

Autoridades de Israel garantem que a estudante estava armada e que ameaçou a vida dos soldados, mas as fotos de Leme não mostram nenhuma arma em posse da jovem

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/09/1687773-brasileiro-que-flagrou-morte-de-palestina-teme-represalia.shtml

(no link tem toda a história completa,e tb a sequência de fotos da execução da jovem,  o brasileiro diz que ela teria tentado abrir sua bolsa, quando foi mortalmente alvejada , uma fonte dizia que a jovem tinha uma faca e ameaçava os soldados.

uma unica mulher com apenas uma ( suposta faca) seria ameaça para homens fortemente armados, só na bolsa tivesse alguma bomba, mas atiraram e nada explodiu, o brasileiro teve se sair as presas pois teriam represarias  por parte do exército israelense.)

sexo com robôs, bom demais, e tem baitola que é contra.

Especialistas em ética robótica lançaram a Campanha Contra Sexo com Robôs, buscando banir o desenvolvimento de atividades e produção de robôs sexuais.

A realidade de robôs focados em proporcionar prazer está cada vez mais próxima. Brinquedos mecânicos feitos para o prazer sexual já existem, é claro, e desenvolvedores de hardware trabalham para incorporar inteligência artificial nestes produtos. Uma empresa chamada True Companion alegou estar produzindo o “primeiro robô sexual do mundo”, o Roxxxy, este ano. Apesar de questões sobre seu funcionamento e ética, o Roxxxy, cujo preço chega aos US$ 7.000, já foi encomendado por milhares de pessoas.

A especialista em ética robótica, Kathleen Richardson, da Universidade De Montfort (Reino Unido), e Erik Billing, da Universidade de Skövde (Suécia), são os cocriadores da Campanha Contra Sexo com Robôs, que busca conscientizar sobre o problema e propõe um banimento do sexo com robôs. Eles comparam a ideia a campanhas semelhantes, como a que busca limitar o desenvolvimento de robôs “assassinos”. Richardson e Billings acreditam que o sexo com robôs irá degradar o relacionamento humano e reforçar a ideia da mulher como objeto sexual.

“Acreditamos que a criação de tais robôs será prejudicial às relações entre homens e mulheres, adultos e crianças, homens e homens e mulheres e mulheres”, diz Richardson à BBC. No site da campanha, a ideia é melhor elaborada:

— Acreditamos que o desenvolvimento de robôs sexuais irá objetificar mulheres e crianças ainda mais.

— O desenvolvimento de robôs sexuais e as ideias que apoiam essa produção mostram os imensos horrores ainda presentes no mundo da prostituição, que é construído na “percepção” de inferioridade de mulheres e crianças, justificando o uso destes como objetos sexuais.

— Acreditamos que o desenvolvimento de robôs sexuais irá reduzir a empatia humana que pode ser desenvolvida apenas por experiências de relacionamentos mútuos.

A campanha rejeita o argumento que o desenvolvimento de robôs sexuais poderia melhorar as condições de trabalhadores sexuais pelo mundo, ou que existem milhares de pessoas solitárias — independente do gênero — interessadas em um companheiro robótico por inúmeras razões. Richardson também é contra o pedido da Anistia Internacional, uma organização não governamental de defesa dos direitos humanos, de descriminalizar o trabalho sexual humano.

Eu não acho que as preocupações dos especialistas sejam totalmente infundadas — robôs sexuais são um assunto para um debate acalorado — mas me parece que a campanha deveria focar mais em ajudar a estabelecer condutas razoáveis daqui para a frente, em vez de banir a produção desses robôs por completo. Esse banimento não vai acontecer, e nem deveria. Proibição raramente é uma solução.

Estamos a caminho de um futuro com robôs sexuais, independente se somos a favor deles ou não. Um banimento apenas estimularia a criação de um mercado negro de robôs sexuais que permitiria qualquer tipo de coisa. Por que não pedir por boas regras, como garantir que os robôs sejam seguros contra malware, devam aparentar ter determinada idade e estabelecer idades mínimas (maiores de 18 anos, por exemplo) para o uso destes serviços?

Existe um elemento puritano nos objetivos da campanha, e apesar de a principal preocupação envolver mulheres e crianças, ela tem um lado sexista que acredita que poucas mulheres estariam interessadas em relações sexuais com robôs. Como falaram Richardson e Billings ao Washington Post:

Perguntamos se robôs sexuais “masculinos” interessariam consumidores, e Richardson e Billing disseram que a maioria dos trabalhadores sexuais são mulheres — apesar de existir um boneco sexual masculino.

“Bem, isso provavelmente aconteceria em graus menores”, diz Billing sobre o aumento de robôs sexuais masculinos. “Certamente existem prostitutos, mas não no mesmo grau de prostitutas”.

Isso é, entretanto, uma terra de robôs sexuais ainda não descoberta, e estes dois claramente nunca viram o Jude Law ser um sedutor robô sexual em A.I. — Inteligência Artificial. Eles também não se aventuram em possibilidades de alternativas sexuais ou consideram que nossos corpos e relacionamentos possam se beneficiar de uma mãozinha robótica. Apesar do foco em um futuro avançado, estes especialistas estão presos às tradições do passado.

É impossível determinar exatamente como serão nossas vidas com potenciais parceiros robóticos no futuro. No livro Love and Sex with Robots, o autor David Levy sugere que o período em que relações entre humanos e robôs se relacionarão está se aproximando, e elas devem ser algo normal já em 2050.

Nós precisamos falar sobre o que companheiros robóticos significam e como eles se encaixam na nossa humanidade, não condená-los. A Campanha Contra Sexo com Robôs se parece muito com a brigada antipornografia, culpando o produto em vez da cultura. Em vez de demonizar o que não conhecemos, deveríamos trabalhar em propostas para que essa indústria, que ainda surgirá, seja algo seguro — tanto para humanos quanto para robôs. [BBC; Washington Post; Campaign Against Robot Sex]

( vc chega em casa depois de um dia de trabalho e en contra uma GRAZZI MASSAFERA, GISELE BUNDCHEN, versão andróide te esperando, a acasa toda arrumada e ela ainda pronta pra transar logo mais.

o mesmo pra vc mulher, um CAUÃ RAYMOND, JUSTIN BIEBER, ou BRAD PITT, ali na sua frente, fez tudo em casa e ta de coisa dura pra por em vc hehehehe.

claro que são versões androides, não de carne é osso, mas sem TPM, reclamar, dor de cabeça, barriga, vou ver futebol, sem risco de gravidez , doenças etc e ai não ta ótimo e tem gente que quer impedir isso ?)

moleque inteligente x professores e policia burra dos EUA

Quando Ahmed Mohamed chegou à escola nesta segunda-feira (14) com um relógio digital que ele mesmo montou, o adolescente de 14 anos estava ansioso para mostrar aos professores os frutos do seu trabalho. Mas em vez disso, ele foi retirado da sala de aula e detido – acharam que era uma bomba.

Segundo o Dallas Morning News, Ahmed montou o relógio em casa na noite de domingo. É algo simples, mas demonstra que ele sabe o que está fazendo: a peça foi feita a partir de uma pequena placa de circuito, uma fonte de alimentação e um display digital, tudo colocado dentro de uma caixa decorada com o holograma de um tigre (afinal, ele tem apenas 14 anos).

Ahmed mostrou o relógio a seu professor de engenharia, que recomendou não mostrá-lo a nenhum outro professor da escola MacArthur High School, em Irving, Texas (EUA).

Mais tarde naquele dia, Ahmed foi para a aula de inglês. Infelizmente, o relógio continuou a apitar e o professor insistiu que ele mostrasse o que causava o barulho. Quando Ahmed mostrou o relógio, o professor o tomou dele.

Então, durante o sexto período do dia, o diretor da escola foi até a sala de aula de Ahmed com um policial. O garoto foi detido e removido da escola e alega ter sido interrogado por cinco policiais diferentes — todos perguntaram por que ele estava tentando construir uma bomba. Ele também alega que o diretor ameaçou expulsá-lo e que suas digitais foram registradas.

A polícia divulgou na noite de ontem que três professores da MacArthur High School reclamaram sobre Ahmed — eles pensaram que o garoto tentava construir uma bomba. O objeto foi mostrado a ele durante a interrogação, e a polícia diz que Ahmed “continuava a afirmar que se tratava de um relógio” e não “ofereceu nenhuma outra explicação”… porque era um relógio, mesmo.

A mesma declaração da polícia afirma que o relógio “poderia ser confundido com um dispositivo caso fosse deixado em um banheiro ou debaixo de um carro”. Inclusive, a polícia de Irving pode até acusar Ahmed de ter construído uma “bomba falsa”.

O pai do garoto, Mohamed Elhassan Mohamed, acha que o incidente é o resultado de preconceito. “Porque o nome dele é Mohamed e por causa de 11 de setembro, eu acho que meu filho foi maltratado”, disse ele ao Dallas Morning News.

Parece que Ahmed não passa de um geek inocente: ele é membro do clube de robótica da escola, e em uma foto registrada pela irmã dele durante a detenção policial, a expressão assustada do garoto é acompanhada da camiseta da NASA que ele vestia no dia.

A hashtag #IStandWithAhmed está circulando no Twitter — e muitos colegas nerds e geeks oferecem apoio a ele.

Ahmed está agora em casa, mas ele foi suspenso da escola por três dias. Talvez alguns dos professores dele deveriam ser suspensos também, para passar um tempo identificando a diferença entre um relógio digital e uma bomba. [Dallas Morning News via Verge]

( pois é o  moleque provou ser mais inteligente que professores, policiais enfim todos ali, pois como é possível que um professor não saiba o que é um relógio ou bomba ? 

e a policia que já deve ter curso de bombas, tb não sabe ? ou só foram fazer pose diante de um garoto, pq quando é bandidão da pesada, ai ficam na miúda né ?

mas tb se deve ao preconceito dele ser muçulmano, sendo assim o que impede um americano com mas intenções de fazer uma bomba realmente ? )

 

rodizio de perereca é suspenso em casa noturna em GUARULHOS

A notícia do rodízio de perereca repercutiu em todo o Brasil, como vários portais e blogs falando do evento. E o dia da putaria já está bem próximo, dia 13 de setembro, domingo. A suruba ‘Open de Perereca’ está sendo organizado por uma casa noturna de Guarulhos, região metropolitana de SPConfira a fan page da Casa 812 Guarulhos.
open de perereca
“Quando você vai num rodízio, você não paga a entrada do rodízio e come o quanto você aguentar? Aqui vai ser a mesma coisa, só que é periquita. Vai ser um rodízio de periquita. Vocês vão pagar a entrada e vai (sic) comer quem quiser, onde quiser, a hora que quiser”, explica uma das garotas da Casa.
O estabelecimento costumava postar fotos das garotas em sua Fan Page, porém devido à política do Facebook a divulgação agora acontece principalmente pelo WhatsApp, solicitado pela Boate para que os interessados possam dar uma olhadinha no cardápio.
rodizio de mulheres
( pois é galera mas o evento foi CANCELADO, o motivo seria a imensa procura, ( só isso mesmo ?) portanto podem guardar os pênis nas calças kkkkkkkkkkkk, quem tava com estoque de viagra que espere outra chançe, ou gaste com a esposa ou namorada mesmo.)
mas como seria isso , o cara vai pegando uma, ai já pega outra ? sem gozar é claro, ou toma viagra e pega uma , ai termina, parte pra outra, até ver o quanto aguenta ? mas a alegria durou pouco, se bem que teria de ter um bom estoque de mulher pra dar conta de tanto tarado.
http://sweetlicious.net/artigonoticias/open-de-perereca-por-rdollar10000-rodizio-acontecera-dia-13-de-setembro-56812  ( ai no link vc tb pode ouvir o áudio sobre o anuncio da festa que ia rolar.) 

aluno babaca estraga festa de diretor e professora transando.

Graham-Daniels_Bethan-Thoma

O diretor Graham Daniels e a professora da química Bethan Thomas foram afastados de seus cargos, em uma escola de Swansea, no País de Gales, após um aluno ter gravado gemidos e respiração ofegante dentro da sala do diretor, onde ele estava em companhia da professora Bethan.

Como todo guri nessa idade é fi de capeta, o vídeo foi postado no Youtube. Após denúncia, a escola abriu investigação, para logo suspender diretor e professora por conduta profissional inaceitável.

( pois é, fazer guerra pode, aquela vaca húngara  cinegrafista chutando imigrantes pode, transar não pode, aguentar alunos chatos e rebeldes e dar uma transadinha pra relaxar não pode, pois um aluno veadinho que devia estar com inveja resolve divulgar pra todo mundo.

ele queria comer a professora ou dar pro diretor ? babaca, custava apenas gravar e bater uma em casa depois ? mas não, tem de estragar né  besta ? )