rodovia na NORUEGA X ciclovia do RJ, desigualdade de países.

 

 

aqui no BRASIL, tudo é culpa da natureza, se estivesse chovendo no dia em que desabou a ciclovia TIM MAIA no RJ, e o mar estivesse calmo, diriam que a culpa foi da chuva.

agora vejam esta rodovia norueguesa ai no vídeo e conclua se o mar foi o culpado.

 

enquanto isso :

Secretário de Turismo do Rio será investigado por queda de ciclovia
Empresas responsáveis pela obra são de parentes de Antônio Pedro. 
Peritos do Ministério Público constataram danos em três pilares da ciclovia.


Do G1 Rio



O promotor de Justiça Vinicius Leal Cavalleiro determinou a abertura de procedimento para investigar possíveis atos de improbidade administrativa do secretário municipal de Turismo, Antônio Pedro Figueira de Melo, na contratação das empresas Contemat e Concrejato para a construção da ciclovia Tim Maia, que desabou na quinta-feira (21).

Segundo o representante do Ministério Público Estadual, o fato de as empresas terem como responsáveis legais os familiares do secretário “aparentemente atribui um grau de ilegalidade ainda maior” à contratação.


Além do secretário, também serão investigados Marcio José Mendonça Machado, presidente da Fundação Instituto de Geotécnica do Rio (Geo-Rio), e os integrantes da comissão que vistoriou a construção da ciclovia: Fábio Lessa Rigueira, Luis Otávio Martins Vieira, Élcio Romão Ribeiro, Fábio Soares de Lima e Ernesto Ferreira Mejido.



Representação


Na representação, já encaminhada à Secretaria Municipal de Obras (SMO), Cavalleiro afirma que “percebe-se que houve minimamente uma falha, ou na concepção do projeto, por parte do poder público contratante e/ou na execução deste mesmo projeto”.


O promotor defende ainda que deve ser investigado se a Geo-Rio tinha condições técnicas para elaborar o projeto básico da ciclovia e realizar a contratação das construtoras, o que teria ocorrido “em aparente contradição com as finalidades legais para as quais foi criada a contratante [Geo-Rio], e em condições técnicas eventualmente irregulares, ou contratualmente inadequadas”.


Em nota, a assessoria da Secretaria de Turismo afirmou que o secretário Antônio Pedro está à disposição do Ministério Público e que “tem total interesse que fique comprovado que ele não tem nem nunca teve qualquer relação com a empresa além do parentesco”.



Rachaduras


Uma vistoria nos pilares 48, 49 e 50 da ciclovia, justamente os que sustentavam o trecho que desabou, destaca que os danos causados pela ação de fortes ondas foram fator determinante para o desabamento da pista.
No pilar 49, os peritos do Grupo de Apoio Técnico Especializado (Gate) do MP localizaram rachaduras, enquanto o 48 apresenta desgaste de material.

Ainda segundo o relatório dos peritos – o arquiteto e urbanista Eduardo Nei de Jesus Vieira e a engenheira civil Manoela de Moraes Silva – o fator determinante para o desabamento foi o fato de a pista estar somente apoiada nos pilares danificados, sem qualquer tipo de ancoragem. 


O resultado da perícia realizada pelo MP se soma a outro relatório, elaborado pela Geo-Rio em janeiro de 2014, e enviado ao Tribunal de Contas do Município (TCM), segundo o qual os responsáveis pela construção da ciclovia Tim Maia não mostraram preocupação com o impacto das ondas.

marido de ex miss bumbum praticou nepotismo com a tia da esposa

Ministro do Turismo empregou tia da mulher com salário de R$ 19,4 mil
Alessandro Teixeira ficou famoso após mulher publicar fotos do casal no gabinete do ministério
   



BRASÍLIA – O atual ministro do Turismo, Alessandro Teixeira, empregou uma tia da mulher, a ex-miss bumbum Milena Santos, como secretária na Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). O órgão está vinculado ao governo federal e foi presidido por Teixeira até o fim da semana passada, quando foi empossado ministro pela presidente Dilma Rousseff. Após ser questionada pelo GLOBO, a ABDI informou que demitiu hoje a servidora.

A tia de Milena é Delfina Alzira da Silva Gutierrez, que ocupou uma função de confiança na ABDI com um salário de R$ 19.488,60. Trata-se de um cargo de assessoramento especial da diretoria de nível 3 (CAE-3). A ABDI é uma caixa-preta no governo e esconde contratações; cargos e funções desempenhadas; salários e diárias pagas a funcionários e diretores.

Teixeira é um nome de confiança de Dilma e coordenou o programa de governo da petista na campanha à reeleição. Um dos próceres do PT gaúcho e aliado de primeira ordem da presidente, chegou a atuar como assessor especial do gabinete presidencial. O economista foi escolhido para ser ministro do Turismo diante da debandada do PMDB, que incluiu ex-titular da pasta Henrique Eduardo Alves.


Apesar da relevância dentro do governo e de ter virado ministro, Teixeira era um servidor dos bastidores. Milena fez o marido sair do quase anonimato ao publicar em sua página no Facebook, na última segunda-feira, um ensaio de cinco fotos dentro do novo gabinete do marido. O ministro aparecia em três das cinco fotos. A ex-miss bumbum usava um decote ousado e escreveu na página social que acabara de se tornar “primeira-dama do Ministério do Turismo”. “Ao lado de um grande homem, existe sempre uma linda e poderosa mulher”, escreveu a modelo, que apagou a página na rede social depois da forte repercussão negativa do caso.


DEMISSÃO


Ao ser questionada pelo GLOBO por volta das 13 horas desta quarta-feira, a respeito da contratação de Delfina e da relação familiar dela com Milena, a ABDI informou que demitiu a servidora, às 16h30 desta quarta. “Em função da mudança de direção da ABDI, e consequente reestruturação do gabinete da Presidência, informamos que a senhora Delfina Silva Gutierrez foi desligada desta agência”, diz nota do órgão.


O posicionamento é diferente do apresentado no dia anterior, quando a reportagem procurou a agência e o Ministério do Turismo para comentarem sobre a contratação. Ficou acertado entre os dois órgãos que caberia à ABDI dar uma resposta. “A senhora Delfina Silva Gutierrez não possui qualquer relação de parentesco ou consanguinidade com a senhora Milena Santos, esposa do ministro de Estado do Turismo”, dizia a nota enviada ontem ao jornal.


Delfina é irmã da mãe de criação de Milena, e não da mãe biológica, que vive nos Estados Unidos. A modelo foi criada desde criança por essa mãe de criação. A informação foi confirmada por pessoas próximas ao ministro.

A assessoria do ministro reforçou nesta quarta que valia a nova nota da ABDI. O ministro disse via assessoria de imprensa que “não há qualquer parentesco consanguíneo e o cargo é de confiança”. “Delfina atendia os pré-requisitos técnicos para desempenhar a função”, afirmou o ministro, por meio da assessoria.

Antes de demitir a servidora, no primeiro posicionamento à reportagem, a ABDI também defendeu a “inquestionável experiência profissional e currículo para ocupar o referido cargo”. “Sendo graduada em administração de empresas, fluente em inglês e espanhol. Com experiência de atuação nas áreas de relações internacionais, licitações nacionais e internacionais, contratos e convênios administrativos, além de vasto conhecimento nas áreas de petroquímica, aeronáutica e metalurgia”, dizia a primeira nota enviada pela assessoria de imprensa.


Na ABDI, Teixeira tinha duas secretárias, sendo uma delas a tia de Milena. Uma terceira secretária foi retirada da função e alocada em outra unidade. A saída dele da agência, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), não alterou a realidade de Delfina: ela ainda aparece como coordenadora de gabinete no órgão.


ABDI: SALÁRIOS TURBINADOS


Uma reportagem publicada pelo GLOBO em 28 de fevereiro revelou que a ABDI virou reduto de um grupo que atuou na campanha à reeleição de Dilma, com salários turbinados e pagamentos de altas diárias em viagens internacionais. Militantes da campanha trocaram cargos no governo por funções na agência com remunerações equivalentes ao dobro do que recebiam.

Ao assumir o comando da ABDI em fevereiro de 2015, com salário de R$ 39,3 mil, Teixeira abrigou no órgão mais três militantes da campanha, ocupantes de cargos de assessoramento especial da diretoria cujas remunerações variam de R$ 19,4 mil a R$ 25,9 mil. É mais do que o dobro do valor pago a esses assessores quando eles ocupavam cargos comissionados no Palácio do Planalto ou no Ministério do Planejamento.

Em junho do ano passado, o presidente da ABDI e demais diretores decidiram editar uma resolução — mantida sob sigilo e sem publicidade no site da agência — reajustando o valor das diárias para viagens internacionais da diretoria executiva. No continente americano, o valor saltou de US$ 400 para US$ 700. Fora da América, as diárias saltaram de € 320 para € 700.


Ministros de Estado, por exemplo, recebem entre 220 e 460 de diária, podendo optar por dólar ou euro e com variação de valor conforme o destino da viagem. Na ABDI, presidente e diretores podem viajar em classe executiva — assessores que os acompanham também têm direito ao benefício.

( as vezes ser marido de mulher gostosa não é fácil, ainda mais sendo homem público, o BRASIL claro é pais machista, depois das fotos no gabinete levantaram o passado todo de MILENA.

agora esta da tia, imagine que vai ter mas coisa pela frente. vale a pena ser ministro ? até então ninguém sabia que estes dois existiam , agora.)

MILENA SANTOS ex miss bum bum e mulher do novo ministro do turismo, já entra pra causar

Com decote ousado, mulher de ministro causa polêmica ao publicar fotos em gabinete
Novo titular da pasta de Turismo se diz indignado com divulgação de imagens antigas de esposa nua
   
RIO — “Ao lado de um grande homem, existe sempre uma linda e poderosa mulher”. A frase é da modelo Milena Santos, vencedora do Concurso Miss Bumbum Miami 2013, que comemorou, nesta segunda-feira, em sua página no Facebook, mais uma conquista: tornar-se primeira-dama do Ministério do Turismo. A alegria foi exibida em cinco fotos tiradas no gabinete de seu marido, o economista Alessandro Golombiewski Teixeira, de 44 anos, empossado no cargo na última sexta-feira. Com um decote ousado, Milena troca olhares apaixonados, sorri e beija Alessandro.
 
O Ministério do Turismo confirmou a veracidade das imagens, que foram tiradas nesta segunda-feira, mas esclareceu que “Milena Santos publicou fotos ao lado do marido na sua rede social sem imaginar que iria despertar o interesse da mídia”. Com a repercussão da publicação, houve muitos compartilhamentos de fotos nuas de Milena, em frente ao Congresso Nacional, tiradas em 2013, o que causou indignação por parte do ministro. Ele informou, também através de nota, que “repudia a exposição pública da intimidade do casal e o resgate de fotos antigas para denegrir a imagem dos envolvidos”. Uma das fotos, porém, está disponível na própria página de Milena.
 
Além da carreira de modelo, tendo inclusive posado nua para uma revista masculina, Milena Santos já se arriscou na política. Em 2012, ela foi candidata a vereadora em Salvador pelo PSL, com o nome “Milena Tudo pelo Esporte”, e conseguiu apenas uma vaga de suplente. Suas principais plataformas eram a construção de quadras de esporte e academias gratuitas para a população. Na sua página no Facebook, ela disse, no dia 13 de abril, que não voltará a concorrer nas próximas eleições: “Essa Política de fato não é para gente como eu e nem para pessoas que têm compromisso com o social e com a melhora da vida das pessoas”.
 
A assessoria de imprensa do Ministério do Turismo não quis informar há quanto tempo Milena e o titular da pasta são casados. Na postagem desta segunda-feira, a modelo se mostra apaixonada: “Te amo meu amor, juntos somos mais fortes!”. Este ano, em 13 de março, ela escreveu um texto se manifestando contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Desculpem os ignorantes, mais (sic) o que vejo claramente é um grupo que não está no poder querendo derrubar o outro que está! No final das contas, só existe um perdedor ….Nós, que vamos pagar mais essa conta!!!”. No ano passado, Milena postou fotos de viagens para Dubai e Pequim.
 
Antes de assumir o Ministério do Turismo, Alessandro Golombiewski Teixeira foi presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em fevereiro deste ano, o GLOBO mostrou que Alessandro, militante do PT do Rio Grande do Sul, recebia um salário de R$ 39,3 mil no cargo. Além disso, abrigou no órgão mais três militantes da campanha para a reeleição de Dilma, ocupantes de cadeiras de assessoramento especial da diretoria cujas remunerações variavam de R$ 19,4 mil a R$ 25,9 mil.
( MILENA poderia ser garota propaganda pra atrair turistas ao BRASIL, especialmente os tardos que vem atras de mulher, ai a zona fica completa.
afinal o marico acabou de assumir o ministério e ela já entrou causando.)

diferêncas entre metrô da ALEMANHA E ESPANHA, um transa , outro recusa mulher.

 

enquanto o baitola ai recusa, no metrô da ESPANHA, casal mandar ver sem se preocupar com os outros

cliquem no link heheheeheh

http://sweetlicious.net/flagras/casal-e-flagrado-transando-em-estacao-de-metro-de-barcelona-63709

 

cliclovia desaba no TJ, dois mortos , mas e dai ? hj é sexta, ontem foi feriado

não, estes dois deitados ai não estão tomando sol, nem desmaiados, nada, estão MORTOS.

são as duas vitimas da passarela que desabou ontem no RJ,  a ciclovia TIM MAIA, obra inaugurada a 3 meses, seria um legado pras olimpíadas, mas não resistiu a ressaca do mar, ou seja, obra feita nas coxas, sem planejamento provavelmente, e estes dois homens pagaram a ganância de outros com suas vidas.

pior que isso é a indiferença dos outros, afinal não eram famosos, eram dois anônimos, estes ai ao redor que fazem o descaso, depois estes são os mesmos que vão as ruas reclamar de insegurança, vão pedir paz na cidade, isso devido a um grande crime que repercute na mídia

com certeza ninguém vai as ruas cobrar as responsabilidades do desabamento da ciclovia, afinal hj é sexta, emendaram o feriado no RJ ? amanhã é sábado, balada, fim de semana, mais praia, enquanto houver calor, os dois já enterrados, suas famílias só resta chorar.

POBRE BRASIL.

bela ainda que vá, mas recatada e do lar, é a PQP

como eu disse no post da internet limitada que querem nos impor, o BRASIL não quer ir pra frente, defendem que MARCELA TEMER , é o ex de mulher brasileira, bela recatada e do lar.

ou seja, a mulher que fica em casam não da palpite em nada que não seja de sua casa, e deixa o mundo la fora nas mãos dos homens, seria a volta do antigamente, antes da emancipação feminina, de queimar os sutiãs aquela coisa, nada de ler SIMONE DE BEAUVOIR ou LEILA DINIZ, segundo a revista VEJA, o povo defende mulher recatada.

MARCELA TEMER seria a modelo ideal, não se mete em politica, fica apenas em casa, nem entrevista deve dar, oras sendo assim a mulher do BOLSONARO seria perfeita , ninguém sabe quem é , eu nunca a vi.

pois é mulherada , a luta de vcs continua e sempre, com mais essa agora.