JORGE PONTUAL, e apiada com a morte de CARRIE FISHER

sejamos francos, CARRIE ficou imortalizada neste papel da princesa LEIA, tanto que voltou a ficar em evidência por conta do episódio 7, agora como general , é fácil todo mundo posar de fã depois que morre.

fácil criticar a piada do JORGE, quando mete o pau na saga e fica elogiando os filminhos aborrecentes, as modinhas que vivem saindo, não vi desrespeito, foi uma piada num momento de morte ? foi, mas só a família dela é que pode realmente julgar.

mas sabe como são a praga do politicamente curreto hj em dia né ?

HECTOR BABENCO, e sua obra imortal PIXOTE A LEI DO MAIS FRACO.

bela homenagem ao BABENCO e que em 1981, mostrou ao BRASIL e ao mundo esta perola do cinema nacional, a realidade que desde aquela época não mudou, e olha que 1980, estávamos no regime militar ainda, né seu BOLSONARO ?

então vamos homenagear HECTOR BABENCO sempre assistindo ou relembrando esta obra.

 

 

cuiabano tenta apagar a tocha, não deve ter conseguido, que pena, vamos lá BRASIL.

Cuiabano tenta apagar tocha olímpica com balde d’água durante revezamento; vídeo
Um cuiabano tentou apagar a tocha olímpica durante o revezamento que aconteceu na última quinta-feira (24), pelas ruas de Cuiabá e Várzea Grande. Um vídeo mostra o momento em que a pessoa – não identificada – tentou jogar um balde d’água no símbolo olímpico. As imagens não mostram se, de fato, ele teve sucesso.
As imagens mostram o comboio da tocha olímpica passando por uma das vias de Cuiabá, quando de repente um jato d’água cai pelo local em que o objeto estava passando. A água teria sido jogada de um balde, de cima de um prédio. A pessoa responsável pelo ato não foi identificada.

MILENA SANTOS ex miss bum bum e mulher do novo ministro do turismo, já entra pra causar

Com decote ousado, mulher de ministro causa polêmica ao publicar fotos em gabinete
Novo titular da pasta de Turismo se diz indignado com divulgação de imagens antigas de esposa nua
   
RIO — “Ao lado de um grande homem, existe sempre uma linda e poderosa mulher”. A frase é da modelo Milena Santos, vencedora do Concurso Miss Bumbum Miami 2013, que comemorou, nesta segunda-feira, em sua página no Facebook, mais uma conquista: tornar-se primeira-dama do Ministério do Turismo. A alegria foi exibida em cinco fotos tiradas no gabinete de seu marido, o economista Alessandro Golombiewski Teixeira, de 44 anos, empossado no cargo na última sexta-feira. Com um decote ousado, Milena troca olhares apaixonados, sorri e beija Alessandro.
 
O Ministério do Turismo confirmou a veracidade das imagens, que foram tiradas nesta segunda-feira, mas esclareceu que “Milena Santos publicou fotos ao lado do marido na sua rede social sem imaginar que iria despertar o interesse da mídia”. Com a repercussão da publicação, houve muitos compartilhamentos de fotos nuas de Milena, em frente ao Congresso Nacional, tiradas em 2013, o que causou indignação por parte do ministro. Ele informou, também através de nota, que “repudia a exposição pública da intimidade do casal e o resgate de fotos antigas para denegrir a imagem dos envolvidos”. Uma das fotos, porém, está disponível na própria página de Milena.
 
Além da carreira de modelo, tendo inclusive posado nua para uma revista masculina, Milena Santos já se arriscou na política. Em 2012, ela foi candidata a vereadora em Salvador pelo PSL, com o nome “Milena Tudo pelo Esporte”, e conseguiu apenas uma vaga de suplente. Suas principais plataformas eram a construção de quadras de esporte e academias gratuitas para a população. Na sua página no Facebook, ela disse, no dia 13 de abril, que não voltará a concorrer nas próximas eleições: “Essa Política de fato não é para gente como eu e nem para pessoas que têm compromisso com o social e com a melhora da vida das pessoas”.
 
A assessoria de imprensa do Ministério do Turismo não quis informar há quanto tempo Milena e o titular da pasta são casados. Na postagem desta segunda-feira, a modelo se mostra apaixonada: “Te amo meu amor, juntos somos mais fortes!”. Este ano, em 13 de março, ela escreveu um texto se manifestando contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Desculpem os ignorantes, mais (sic) o que vejo claramente é um grupo que não está no poder querendo derrubar o outro que está! No final das contas, só existe um perdedor ….Nós, que vamos pagar mais essa conta!!!”. No ano passado, Milena postou fotos de viagens para Dubai e Pequim.
 
Antes de assumir o Ministério do Turismo, Alessandro Golombiewski Teixeira foi presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Em fevereiro deste ano, o GLOBO mostrou que Alessandro, militante do PT do Rio Grande do Sul, recebia um salário de R$ 39,3 mil no cargo. Além disso, abrigou no órgão mais três militantes da campanha para a reeleição de Dilma, ocupantes de cadeiras de assessoramento especial da diretoria cujas remunerações variavam de R$ 19,4 mil a R$ 25,9 mil.
( MILENA poderia ser garota propaganda pra atrair turistas ao BRASIL, especialmente os tardos que vem atras de mulher, ai a zona fica completa.
afinal o marico acabou de assumir o ministério e ela já entrou causando.)

diferêncas entre metrô da ALEMANHA E ESPANHA, um transa , outro recusa mulher.

 

enquanto o baitola ai recusa, no metrô da ESPANHA, casal mandar ver sem se preocupar com os outros

cliquem no link heheheeheh

http://sweetlicious.net/flagras/casal-e-flagrado-transando-em-estacao-de-metro-de-barcelona-63709

 

inédito, carnaval de rua em SOROCABA será em recinto fechado.

As escolas de samba de Sorocaba não sairão às ruas da cidade em 2016, sendo que os desfiles devem ocorrer em um recinto fechado. A decisão foi tomada ontem à noite durante reunião entre representantes das agremiações. Assim, o evento terá cobrança de entrada e acontecerá em um local particular, a Arena Show Car, no bairro Ipanema das Pedras.
 
Mais cedo, o presidente da Superliga, José Carlos dos Santos, o Santão, participou de encontro no 7º Batalhão da Polícia Militar de Sorocaba, com a presença de representantes da Prefeitura de Sorocaba e do Corpo de Bombeiros, em que foram expostas as exigências que deveriam ser cumpridas para que a festa ocorresse nas ruas. A lista de providências, entretanto, estaria além do que a liga consegue arcar financeiramente. Para que o desfile ocorresse nas ruas do bairro Pinheiros, seria necessário o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), seguranças particulares, iluminação, duas ambulâncias e serviço de limpeza.
 
De acordo com Santão, apenas o aluguel das ambulâncias, para os dois dias de evento, ficaria em R$ 6 mil. Neste ano, as escolas de samba e os blocos carnavalescos de Sorocaba não receberam verbas municipais. Segundo o presidente da liga, os trâmites legais para a obtenção dessas licenças sempre foram feitos pela Prefeitura, sendo que as escolas não conhecem esses processos. O presidente deixou claro, porém, que compreende e concorda com as exigências de segurança, apenas não tem condições de cumpri-las. “Não está em nosso alcance fazer esse Carnaval aberto”, afirmou.

( bem , menos barulho e baderna pela cidade, mas e os clubes ? agora a coisa ficou restrita em lugar fechado, mas vejam agora o que seria o real motivo por não ter carnaval de rua, é o que circula na net, leia tudo e conclua vc mesmo.

 

Em 2016 Sorocaba não terá desfile das escolas de samba. A prefeitura cortou a verba dos sambistas. Não por seguir o bom exemplo dado por várias cidades, priorizando a saúde, a educação ou a segurança. Não !! A prefeitura cortou a verba porque as escolas de samba declararam independência e decidiram não “comer mais na mãozinha” da SECULT. Para a administração Pannunzio, carnaval tem que ser adestradinho, manipulável e submisso aos esquemas políticos-partidários. Se não, não tem CARNAVAL !! As escolas abandonaram a LISOBES e sua pelegagem, e fundaram a Superliga. Então vieram as “exigências”… AVCB, alvará do Corpo de Bombeiros, o símbolo máximo da hipocrisia, já que a prefeitura exige dos outros, mas ela mesmo não tem, nem no próprio prédio da prefeitura, como nas escolas e demais edifícios públicos municipais.

 

Aliás, grande parte da politicagem sorocabana é composta por CORONÉIS, e como se pode exigir que simples sargentos ou tenentes do Corpo de Bombeiros peitem esses superiores, quebrando assim a hierarquia? Portanto hoje, esse alvará de vistoria só serve mesmo para ser usado como arma contra os mais fracos. Seguranças Particulares… verdadeira aberração, pretender esse tipo de segurança em vias públicas. Isso é função exclusiva da Polícia Militar, que deve ser imparcial. Porque a PM não pode fazer a segurança dos desfiles carnavalescos, se faz a da Procissão de Aparecidinha? Será porque procissão é de Deus, enquanto carnaval é do capeta? Iluminação…

 

Quem tem que iluminar a cidade é a concessionária do serviço público, ajuizada pela prefeitura, e não agremiações particulares. Ambulâncias… outra aberração, tentar jogar nas costas dos sambistas a responsabilidade pela saúde das pessoas, muitas delas que inclusive estarão ali não em função do desfile, mas pelo simples fato de residirem no local, ou mesmo em trânsito. Essas e outras “exigências” encurralaram as escolas, empurraram-nas para um recinto fechado, longe da população, onde provavelmente ninguém vá para assistir o samba passar. Você, que teve saco para ler todo esse texto, saiba que essa foi a forma covarde, maliciosa e canalha com que a prefeitura municipal de Sorocaba achou por bem adotar para se livrar da marca registrada do Brasil no exterior, símbolo da autêntica cultura popular, e da livre manifestação do povo brasileiro.

( não é de hj que carnaval sempre foi usado pra politicagem, ainda mais em ano eleitoral, portanto perde vc folião, que vai ter de ir até o IPANEMA DAS PEDRAS, ou ficar em casa ou ainda ver se vai ter bagunça em algum clube da cidade.)

 

sexo com robôs, bom demais, e tem baitola que é contra.

Especialistas em ética robótica lançaram a Campanha Contra Sexo com Robôs, buscando banir o desenvolvimento de atividades e produção de robôs sexuais.

A realidade de robôs focados em proporcionar prazer está cada vez mais próxima. Brinquedos mecânicos feitos para o prazer sexual já existem, é claro, e desenvolvedores de hardware trabalham para incorporar inteligência artificial nestes produtos. Uma empresa chamada True Companion alegou estar produzindo o “primeiro robô sexual do mundo”, o Roxxxy, este ano. Apesar de questões sobre seu funcionamento e ética, o Roxxxy, cujo preço chega aos US$ 7.000, já foi encomendado por milhares de pessoas.

A especialista em ética robótica, Kathleen Richardson, da Universidade De Montfort (Reino Unido), e Erik Billing, da Universidade de Skövde (Suécia), são os cocriadores da Campanha Contra Sexo com Robôs, que busca conscientizar sobre o problema e propõe um banimento do sexo com robôs. Eles comparam a ideia a campanhas semelhantes, como a que busca limitar o desenvolvimento de robôs “assassinos”. Richardson e Billings acreditam que o sexo com robôs irá degradar o relacionamento humano e reforçar a ideia da mulher como objeto sexual.

“Acreditamos que a criação de tais robôs será prejudicial às relações entre homens e mulheres, adultos e crianças, homens e homens e mulheres e mulheres”, diz Richardson à BBC. No site da campanha, a ideia é melhor elaborada:

— Acreditamos que o desenvolvimento de robôs sexuais irá objetificar mulheres e crianças ainda mais.

— O desenvolvimento de robôs sexuais e as ideias que apoiam essa produção mostram os imensos horrores ainda presentes no mundo da prostituição, que é construído na “percepção” de inferioridade de mulheres e crianças, justificando o uso destes como objetos sexuais.

— Acreditamos que o desenvolvimento de robôs sexuais irá reduzir a empatia humana que pode ser desenvolvida apenas por experiências de relacionamentos mútuos.

A campanha rejeita o argumento que o desenvolvimento de robôs sexuais poderia melhorar as condições de trabalhadores sexuais pelo mundo, ou que existem milhares de pessoas solitárias — independente do gênero — interessadas em um companheiro robótico por inúmeras razões. Richardson também é contra o pedido da Anistia Internacional, uma organização não governamental de defesa dos direitos humanos, de descriminalizar o trabalho sexual humano.

Eu não acho que as preocupações dos especialistas sejam totalmente infundadas — robôs sexuais são um assunto para um debate acalorado — mas me parece que a campanha deveria focar mais em ajudar a estabelecer condutas razoáveis daqui para a frente, em vez de banir a produção desses robôs por completo. Esse banimento não vai acontecer, e nem deveria. Proibição raramente é uma solução.

Estamos a caminho de um futuro com robôs sexuais, independente se somos a favor deles ou não. Um banimento apenas estimularia a criação de um mercado negro de robôs sexuais que permitiria qualquer tipo de coisa. Por que não pedir por boas regras, como garantir que os robôs sejam seguros contra malware, devam aparentar ter determinada idade e estabelecer idades mínimas (maiores de 18 anos, por exemplo) para o uso destes serviços?

Existe um elemento puritano nos objetivos da campanha, e apesar de a principal preocupação envolver mulheres e crianças, ela tem um lado sexista que acredita que poucas mulheres estariam interessadas em relações sexuais com robôs. Como falaram Richardson e Billings ao Washington Post:

Perguntamos se robôs sexuais “masculinos” interessariam consumidores, e Richardson e Billing disseram que a maioria dos trabalhadores sexuais são mulheres — apesar de existir um boneco sexual masculino.

“Bem, isso provavelmente aconteceria em graus menores”, diz Billing sobre o aumento de robôs sexuais masculinos. “Certamente existem prostitutos, mas não no mesmo grau de prostitutas”.

Isso é, entretanto, uma terra de robôs sexuais ainda não descoberta, e estes dois claramente nunca viram o Jude Law ser um sedutor robô sexual em A.I. — Inteligência Artificial. Eles também não se aventuram em possibilidades de alternativas sexuais ou consideram que nossos corpos e relacionamentos possam se beneficiar de uma mãozinha robótica. Apesar do foco em um futuro avançado, estes especialistas estão presos às tradições do passado.

É impossível determinar exatamente como serão nossas vidas com potenciais parceiros robóticos no futuro. No livro Love and Sex with Robots, o autor David Levy sugere que o período em que relações entre humanos e robôs se relacionarão está se aproximando, e elas devem ser algo normal já em 2050.

Nós precisamos falar sobre o que companheiros robóticos significam e como eles se encaixam na nossa humanidade, não condená-los. A Campanha Contra Sexo com Robôs se parece muito com a brigada antipornografia, culpando o produto em vez da cultura. Em vez de demonizar o que não conhecemos, deveríamos trabalhar em propostas para que essa indústria, que ainda surgirá, seja algo seguro — tanto para humanos quanto para robôs. [BBC; Washington Post; Campaign Against Robot Sex]

( vc chega em casa depois de um dia de trabalho e en contra uma GRAZZI MASSAFERA, GISELE BUNDCHEN, versão andróide te esperando, a acasa toda arrumada e ela ainda pronta pra transar logo mais.

o mesmo pra vc mulher, um CAUÃ RAYMOND, JUSTIN BIEBER, ou BRAD PITT, ali na sua frente, fez tudo em casa e ta de coisa dura pra por em vc hehehehe.

claro que são versões androides, não de carne é osso, mas sem TPM, reclamar, dor de cabeça, barriga, vou ver futebol, sem risco de gravidez , doenças etc e ai não ta ótimo e tem gente que quer impedir isso ?)