brasileiro fotografa execução de jovem palestina em ISRAEL saiu correndo do pais

Marcel Leme

 

O brasileiro Marcel Leme, 30, precisou viajar às pressas de Israel para São Paulo após fotografar a morte de uma mulher palestina em Hebron, na Cisjordânia, três dias antes. A sequência de fotos mostra soldados apontando as armas para Hadeel al-Hashlamon, 18, e em seguida o corpo da jovem após sofrer os disparos

As imagens difundidas pela ONG local Youth Against Settlements (juventude contra os assentamentos) foram tiradas pelo brasileiro Marcel Leme, que estava na região como observador dos direitos humanos

Autoridades de Israel garantem que a estudante estava armada e que ameaçou a vida dos soldados, mas as fotos de Leme não mostram nenhuma arma em posse da jovem

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/09/1687773-brasileiro-que-flagrou-morte-de-palestina-teme-represalia.shtml

(no link tem toda a história completa,e tb a sequência de fotos da execução da jovem,  o brasileiro diz que ela teria tentado abrir sua bolsa, quando foi mortalmente alvejada , uma fonte dizia que a jovem tinha uma faca e ameaçava os soldados.

uma unica mulher com apenas uma ( suposta faca) seria ameaça para homens fortemente armados, só na bolsa tivesse alguma bomba, mas atiraram e nada explodiu, o brasileiro teve se sair as presas pois teriam represarias  por parte do exército israelense.)

Anúncios

outro brasuka deve ir pro saco na INDONÉSIA .

RIO – Após ter seus pedidos de clemência negado, o nome do brasileiro Rodrigo Gularte apareceu numa lista de prisioneiros que serão executados divulgada pelo governo indonésio, na última quarta-feira. De acordo com o jornal The Jakarta Post, as autoridades já começaram a preparar a prisão na ilha de Nusakambangan, em Cilacap, onde deve ocorrer a execução, em fevereiro. A data exata, no entanto, ainda não foi divulgada.

– Nós estamos muito prontos. Agora é apenas uma questão de pressionar o botão – disse o Ulung Sampurna Jaya, chefe da polícia de Cilacap ao Jakarta Post.

A informação de que o governo indonésio pretende executar mais 11 prisioneiros foi passada pela Procuradoria Geral do país ao parlamento durante uma reunião que aconteceu na quarta-feira. Não encontro não foram passados outros detalhes, apenas que ainda está sendo decidida a data e o local exato onde ocorrerá a execução. Além do brasileiro, a lista inclui cidadãos da Austrália, França, Filipinas, Gana e Espanha.

A família de Rodrigo Gularte, preso em 2004 tentando entrar no país com 6 quilos de cocaína dentro de pranchas de surfe, tenta impedir a execução do brasileiro. Em entrevista ao “Fantástico” da TV Globo, Angelita Gularte, prima dele, disse por e-mail que o brasileiro está enlouquecendo na prisão, onde recebe a visita constante de médicos e religiosos. Ela tenta um laudo de autoridades da Indonésia constatando que o primo sofre de esquizofrenia, que o livraria do fuzilamento

O governo brasileiro tem pouca esperança de ver revertida a condenação de Rodrigo Gularte. Oficialmente, o governo Dilma Rousseff continuará tentando evitar a morte de Gularte. Nos bastidores, no entanto, as autoridades já perderam a fé nessa possibilidade, já que o último pedido de clemência de Rodrigo foi negado.

No início do mês o governo indonésio executou o brasileiro Marco Archer, condenado em 2004 por tentar entrar na Indonésia com 13,4 kg de cocaína escondidos em tubos de uma asa-delta. Na ocasião, ele confessou ter recebido US$ 10 mil dólares para levar a droga do Peru, com conexão em São Paulo. Ele foi o primeiro brasileiro executado no exterior. Logo após a execução o Ministério das Relações Exteriores entregou ao embaixador da Indonésia no Brasil, Toto Riyanto, uma nota de repúdio pela execução e por terem sido ignorados os pedidos de clemência e os apelos feitos pelo governo brasileiro.

( outros países tb executam, pq só a INDONÉSIA ta levando porrada ?)

operação invasão e a real INDONÉSIA

 

 

 

 

quem não teve a oportunidade de ver estes filmes recomendo , INDONÉSIA não é  maravilha do mundo, é como qualquer outro pais que tem os mesmos problemas com drogas, como faleli no post anterior, é problema mundial , execuções de nada adiantam ainda mais de pés de chinelo, e por mais que vc consiga matar um tubarão nasce outro.

pode ficar ai festejando a morte do brasileiro, na doce ilusão de que uma morte resolve algo, de que isso vai abalar outros a tentarem a sorte, de que os narcotraficantes usem de outros meios.

apreender 1 kg de cocaína, enquanto dez passam sem serem detectados não é combater nada , sistema de governo, religião, leis não fazem frente a grana e corrupção que o narcotráfico proporciona .

a humanidade está podre por dentro.

ah mas o que tem os filmes ? bem no primeiro uma tropa de lite de soldados entram num prédio recheado de traficantes, tipo uma favela, mas em forma de prédio.

no segundo o sobrevivente do primeiro filme, se infiltra numa organização , máfia mesmo, que atuam no pais a vontade, os dois mostram a podridão e a corrupção das autoridades.

assistam .

INDONÉSIA prepara execução de brasileiro hj as três da tarde.

  • Policiais armados ficam de guarda neste sábado na balsa que transporta as ambulâncias que serão utilizadas na execução de cinco prisioneiros
  • Policiais armados ficam de guarda neste sábado na balsa que transporta as ambulâncias que serão utilizadas na execução de cinco prisioneiros

As autoridades da Indonésia estão finalizando neste sábado os preparativos para a execução da pena de morte de seis condenados, entre eles o brasileiro Marco Archer Cardoso e outros quatro estrangeiros, apesar dos vários pedidos de clemência.

O procurador-geral, Muhammad Prasetyo, informou que cinco condenados foram transferidos para a penitenciária de Nusakambangan e o sexto à de Boyolali, ambas situadas na ilha Java, onde as sentenças serão executadas à meia-noite no horário local, informou o jornal “Kompas”.

Prasetyo acrescentou que os seis pelotões de fuzilamento estão preparados e que foi oferecido atendimento religioso para cada um dos condenados, segundo suas crenças.

Também disse que foram rejeitados os pedidos de clemência para os seis condenados – Marco Archer, um holandês, dois nigerianos, um vietnamita e um indonésio – todos eles pelo crime de tráfico de drogas.

“Com isso (as execuções), mandamos uma mensagem clara para os membros dos cartéis do narcotráfico. Não há clemência para os traficantes”, declarou o procurador-geral.

Estas serão as primeiras das 20 execuções que as autoridades da Indonésia planejam realizar neste ano depois que, em 2014, não houve nenhuma e apesar dos novos pedidos de clemência de última hora.

A presidente Dilma Rousseff telefonou na sexta-feira para o chefe de Estado indonésio, Joko Widodo, para pedir que a pena de morte não seja aplicada a Marco Archer, que é instrutor de voo livre e foi preso ao tentar entrar no país, em 2004, com 13 quilos de cocaína escondidos nos tubos de uma asa delta.

Widodo, que recentemente insistiu em afirmar que não vai perdoar a pena de morte para os crimes relacionados com o tráfico de drogas, respondeu que “não poderia comutar a sentença”, pois foram cumpridos todos os trâmites legais.

A Anistia Internacional (AI) pediu a interrupção da pena de morte a Widodo, que tomou posse em outubro e foi considerado por muitos ativistas como uma esperança de uma mudança no país.

“O novo governo indonésio jurou o cargo com a promessa de melhorar o respeito pelos direitos humanos, mas levar tais execuções adiante seria um retrocesso. As autoridades deveriam estipular, de maneira imediata, uma moratória no uso da pena de morte, visando sua eventual abolição”, disse o diretor da AI na Ásia, Rupert Abbott.

Além da AI, várias organizações locais de amparo aos viciados em drogas enviaram uma carta ao presidente indonésio solicitando o cancelamento das execuções.

Um dos que assinaram o documento, o fundador da ONG Fortalecimento e Ação pela Justiça, Rudhy Wedhasmara, disse que a solução para o tráfico de drogas não é a pena de morte, cujas vítimas, disse, são pessoas que estão em uma posição frágil e vulnerável, e não os grandes chefões dos cartéis do narcotráfico.

“O estado não deveria tentar aliviar seu fracasso na política de luta contra o tráfico de drogas com a pena de morte”, disse Wedhasmara, segundo o jornal “Kompas”.

( as drogas são problema mundial, não tem religião que por mais rigorosa que seja não escape deste problema, a INDONÉSIA não é exceção , claro que pena d emorte, armas nãs mãos da população que pode ter condiçõe3s de usá-las não impedem as drógas.

mesmo pq só os pobres são executados, os grandes chefes narcotraficantes nunca são alcançados nem pela (justiça ?) , afinal o dinheiro compra tudo .

é fácil executar o tal brasileiro com outros 4 miseráveis, mas vejam se um grande chefão estaria entre os executados ? , milagre ? bem escrevo agora este post , são 11:52  , a execução é as 3 …  ? )

o momento da explosão e as chamadas investigações do atentado a maratona de BOSTON ( EUA)

Policiais do FBI (Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos) realizaram buscas em um apartamento localizado na cidade de Revere, distante oito quilômetros de Boston (EUA), como parte das investigações sobre os ataques ocorridos nesta segunda-feira (15) durante a maratona de Boston. A informação é da TV local “WBZ”.

De acordo com a emissora, o FBI passou cerca de nove horas no local. Policiais chegaram por volta das 17h (18h no horário de Brasília) de segunda-feira (15) e deixaram o lugar na madrugada desta terça-feira (16), por volta das 2h15 (3h15 em Brasília). Os investigadores saíram do prédio com três grandes sacos plásticos com o material que foi apreendido, segundo relata a “WBZ”. Não se sabe o que havia dentro das sacolas. Ainda de acordo com a TV, dois homens que se identificaram como sauditas e circulavam pelo prédio foram abordados pelos policiais. Ninguém chegou a ser preso.  

De acordo com a imprensa norte-americana, o FBI já considera os ataques ocorridos nesta segunda-feira como terroristas. A chegada da maratona de Boston teve duas explosões que aterrorizaram participantes e espectadores. Ainda não há informações sobre as causas do incidente. Segundo informações divulgadas pela Polícia de Boston, pelo menos três pessoas morreram e dezenas ficaram feridas após as explosões. Uma criança de oito anos é uma das três pessoas mortas, de acordo com a rede de TV americana “CNN”. A emissora de televisão também cita que haveria pelo menos 140 pessoas feridas, incluindo oito crianças.  

http://noticias.bol.uol.com.br/ultimas-noticias/internacional/2013/04/16/fbi-faz-buscas-em-apartamento-em-cidade-proxima-a-boston-eua.htm ( veja ai o momento da explosão)

( como sempre, tudo é terrorismo do islã, fácil, com MÍDIA, CIA, FBI, tudo controlado, eles enfiam na goela publica que muçulmanos estão por trás disso.

em quem vc acredita ?)

assassina de 14 mata bebê nos EUA.

Uma adolescente de 14 anos da Flórida, nos Estados Unidos, está respondendo à acusação de assassinato. Segundo a rede de televisão “ABC News”, a garota admitiu que estrangulou o filho recém-nascido, e depois escondeu o corpo em uma caixa de sapatos.

 
De acordo com a polícia, a jovem, que não teve o nome revelado, deu à luz um menino saudável. Ela estava escondendo a gestação dos pais, e quando sentiu as contrações mais frequentes, correu para o banheiro de casa. Ela abriu a torneira e mordeu toalhas para abafar os gritos de dor. A adolescente contou aos policiais que usou uma tesoura para retirar o bebê, que caiu no vaso sanitário.
 
A menina retirou o bebê do vaso, sentiu o pulso dele, em seguida colocou as mãos no pescoço do bebê, e o estrangulou. Depois ela limpou o banheiro, tomou um banho, limpou o cadáver do filho e o colocou em uma caixa de sapatos, com roupas e toalhas sujas do parto.
Ainda naquele dia, a adolescente foi a um hospital procurar ajuda. Lá, os médicos desconfiaram que ela havia sofrido um aborto e alertaram a polícia e o departamento de serviço social. Três dias depois, a mãe da adolescente sentiu um cheiro estranho no quarto da filha, enquanto recolhia a roupa suja, e encontrou o corpo do bebê . Ela alertou as autoridades.
 
A adolescente foi presa na quinta-feira passada, e ainda está em uma casa de detenção. A polícia disse que a mãe da jovem garantiu que não sabia sobre a gravidez da filha. Segundo ela, a menina tinha feito dois testes em casa, e os resultados foram negativos. Ainda assim, ela pode ser acusada de negligência.
Os investigadores ainda estão tentando encontrar o pai da criança morta. Já que a menina tem menos de 16 anos, ele também pode responder a processo.

(  o pai , na certa ele vai dizer que não ia assumir e ela que se virasse , claro que ela tem de responde, afinal soube transar, e fazer o que fez, e pela cara nem deve estar arrependida, mas que os pais não sabiam ai é demais né, duro de acreditar.

não sei se o estado permite o aborto, mas se permite, ela deveria ter contado aos pais e exigido abortar, seria menos mal, agora que se ferre numa prisão, pois é o que merece, ah e tb deveria ser esterilizada, pra não engravidar de novo)