promoção de cerveja a 0,69 causa muvuca em supermercado NA BAHIA , e se fosse leite das crianças ?

pelo jeito devem ser torcedores do BAHIA E DO VITÓRIA hehehehehe , mas podia ser em qualquer lugar do BRASIL, ainda mais cerveja com futebol.

mas e se fosse promoção de leite, seria assim tb ? tem até criança no meio da baderna, olha o ex BRASIL .

HABITETO vira palco de guerra em SOROCABA.

  Morte de dois rapazes pela PM teria gerado o conflito – PEDRO NEGRÃO

Após um confronto que durou cerca de cinco horas entre policiais e moradores no Conjunto Habitacional Ana Paula Eleotério (Habiteto) na madrugada desta sexta-feira, a situação no bairro é de tensão. Sete viaturas estão no local, sendo três da Polícia Militar, três da Força Tática e uma da Guarda Civil Municipal.
 
Segundo o sargento Jidjá Marques, do 1º Pelotão da Força Tática, as viaturas ficarão no bairro por tempo indeterminado. “O clima está calmo. Tudo sob controle”, afirma. Porém, é possível encontrar os sinais de destruição deixados pelos confrontos que ocorreram durante a madrugada. Os carros que foram incendiados já foram retirados do local e ninguém ficou ferido.
 
O confronto começou após um protesto contra a morte de dois jovens, que trocaram tiros com policiais militares no Jardim dos Eucaliptos, na zona norte. Alguns moradores do bairro dizem a dupla teria sido executada. Por outro lado, a Polícia Militar alega que os dois rapazes teriam a intenção de matar o segurança do estabelecimento – uma retaliação da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), por conta do isolamento de um dos líderes da no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), na Penitenciária de Presidente Bernardes.
 
Logo que a manifestação começou a avenida foi tomada por dezenas de viaturas da Polícia Militar, com policiais fortemente armados. Uma equipe protegida por escudos tentava se aproximar do local onde carros eram queimados. No entanto, rojões e outros artefatos explosivos eram lançados contra os policiais.
 
A aproximadamente 300 metros da linha de confronto, uma barreira foi formada pela PM para evitar que moradores que chegavam do trabalho pudessem entrar se aproximar da praça de guerra. Após alguns minutos, a polícia começou a agir e efetuar disparos de tiros de borracha e lançar bombas de efeito moral contra os manifestantes.

Moradores do Conjunto Habitacional Ana Paula Eleutério (Habiteto) fizeram um protesto no início da noite de ontem, na avenida Itavuvu, principal via de acesso ao bairro, que foi interditada por volta das 18h30. O protesto seria contra a morte de dois jovens, que trocaram tiros com policiais militares no Jardim dos Eucaliptos, na zona norte. Alguns moradores do bairro dizem a dupla teria sido executada. Por outro lado, a Polícia Militar alega que os dois rapazes teriam a intenção de matar o segurança do estabelecimento – uma retaliação da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), por conta do isolamento de um dos líderes da no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), na Penitenciária de Presidente Bernardes.

Logo que a manifestação começou a avenida foi tomada por dezenas de viaturas da Polícia Militar, com policiais fortemente armados. Uma equipe protegida por escudos tentava se aproximar do local onde carros eram queimados. No entanto, rojões e outros artefatos explosivos eram lançados contra os policiais. 

A aproximadamente 300 metros da linha de confronto, uma barreira foi formada pela PM para evitar que moradores que chegavam do trabalho pudessem entrar se aproximar da praça de guerra. Neste ponto, a imprensa também foi barrada e não pôde acompanhar de perto o que estava acontecendo. A equipe do Cruzeiro do Sul ficou ao lado das viaturas do Corpo de Bombeiros e começou a assistir, de longe, a ação policial. 

Após alguns minutos, a Polícia Militar começou a agir e efetuar disparos de tiros de borracha e lançar bombas de efeito moral contra os manifestantes. O clima ficou tenso e o inesperado aconteceu. De repente, iniciou-se uma troca de tiros. 
Com pouca visibilidade, não era possível identificar de onde vinham os disparos, que eram respondidos pela polícia. Algumas balas atingiram as viaturas policiais ao lado do caminhão do Corpo de Bombeiros. 

Um policial que estava a menos de 10 metros da equipe de reportagem caiu no chão. Inicialmente, parecia que ele havia sido atingido, já que seus companheiros o colocaram rapidamente dentro de uma viatura. Alguns segundos depois, outra rajada de tiros foi disparada. Todos tentaram se proteger atrás dos veículos. Neste instante, aproximadamente 100 moradores que aguardavam para passar e chegar em casa, voltaram correndo em direção ao centro da cidade. Muitos ligavam para casa para saber informações de familiares. 
“Minha mulher e meu filho estão em casa. Eu não tenho ideia do que está acontecendo lá”, comentou um morador desesperado. 

Em seguida, o número de viaturas que já era grande começou a aumentar. Duas unidades do Samu chegaram ao local, o que levava a crer que haviam feridos no local.

Era visível a tensão entre os policiais. “Os tiros passaram muito perto. Acertaram aquela árvore”, comentou um dos oficiais do Corpo de Bombeiros, que também buscou abrigo embaixo da viatura. Neste instante, a equipe do Cruzeiro do Sul foi orientada a se retirar.
Ao se afastar ainda mais a linha de confronto, a reportagem pôde acompanhar apenas o que ocorreu em um terceiro bloqueio montado a mais de um quilômetro do local de tensão. 

Depois de mais de duas horas sem saber o que estava acontecendo no bairro, finalmente, um comandante da Guarda Civil Municipal, que também prestava apoio à operação da PM, informou que apesar da intensa troca de tiros ninguém havia se ferido gravemente. Segundo o GCM, o Subinspector Bonésio Chagas, o policial militar teria caído porque um tiro atingiu o escudo que ele carregava. “Certamente, ele se desequilibrou por conta do impacto. Mas acabei de conversar com o comandante da operação e ele garantiu que ninguém (nem morador e nem policial) foi ferido”, informou Chagas. 

Já passava das 23 horas e a situação continuava inalterada no ponto de conflito. “Pelo que conversei com o comando da PM, o bloqueio deve continuar por mais algumas horas e não está descartada nova troca de tiros. Por isso, vamos manter o bloqueio neste ponto”, informou o comandante da GCM. 

Enquanto isso, centenas de moradores aguardavam para chegar em casa. “Eu trabalho na Toyota e moro no Habiteto. Não consegui chegar a empresa e pelo jeito não vou para casa hoje”, informou André Fontanele, que havia realizado um trabalho no centro da cidade e tentava levar o carro para a empresa, antes de voltar para casa. 

Já no final da noite, uma moradora ligou para o Cruzeiro do Sul para informar que a PM estava entrando no bairro. Mas com medo de ser identificada, ela desligou o telefone antes dar qualquer informação. 
Até o fechamento desta edição, a tensão ainda prosseguia no bairro.

( pode ser aquela velha pratica já manjada, que os bandidos mandam a população protestarem e se aproveitam pra tb atacar e badernar,

usam todos como escudo, se escondem atras do povo humilde que mora ali , e claro que a PM de SOROCABA não deve ter treinamento pra isso .

se for isso , dificilmente pegarão os responsáveis pelo incitamento a baderna, e o povo fica a mercê dos dois lados.)

shoppings e policia x rolezinhos em SP

Um vídeo feito pela Folha na noite deste sábado (11) mostra policiais militares dando cassetadas em jovens durante um encontro de jovens conhecido como “rolezinho” no shopping Itaquera, na zona leste de São Paulo.
As imagens mostram um grupo de pessoas descendo uma das escadas rolantes do centro comercial quando um policial militar da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) atinge as costas de um deles com um cassetete. Na sequência, outro PM também desfere golpes contra o grupo.      
 http://mais.uol.com.br/view/14822092   ( vejam ai o vídeo da confusão.)
 
 
Ao descer da escada rolante, um dos jovens ainda é agredido com um soco por um homem não identificado. Os policiais que estavam ao lado dele e presenciaram a agressão não reprimiram o ato.
 
Uma adolescente de 14 anos disse que foi com três amigas ao shopping para participar do “rolezinho” e disse que elas queriam apenas se divertir. “Tive medo. Já fui em outros rolês, mas desta vez a PM estava batendo até em menina”, afirmou. A estudante, porém, afirmou que é a favor da presença policial. “Prefiro que tenha polícia, senão seria incontrolável.”
Segundo a Polícia Militar, cerca de mil pessoas participaram do encontro marcado por meio de redes sociais, enquanto o shopping estima que 3.000 jovens estavam no encontro. Uma funcionária de um restaurante do local desmaiou e foi retirada de maca. Não há informações sobre o estado de saúde dela.
 
Foram presos dois jovens maiores de idade (um sob suspeits de roubo e o outro por furto) e um adolescente foi apreendido sob suspeita de roubo. A PM informou que eles participaram de depredações a lojas do terminal de ônibus Itaquera.
A Polícia Militar informou que a situação era “crítica na estação Itaquera” e que “todo o policiamento está apoiado” para atender a ocorrência. Assim, só terá mais informações “com um pouco mais de tempo.” A polícia disse ainda que, durante o confronto no terminal, “diversas lojas foram danificadas.”
 
Em nota, a corporação informou que “no terminal de ônibus, devido ao tumulto, fez-se necessário o emprego de técnicas de controle de distúrbios com uso de munição elastômera (conhecida vulgarmente como “bala de borracha”) e de granadas de efeito moral.”
Já há um novo encontro marcado para a próxima semana no mesmo local. Ao menos 600 pessoas já foram convidadas para se encontrar no shopping Itaquera no sábado (18), às 16h30.  
 
( ai fica a questão afinal o que é este tal de rolezinho, é protesto com baderna ?  manifestação mas ao invés de ser na rua, preferem os shoppings e pq ?
 
quer se manifestar ? vai pra rua, mas pacificamente, shopping não é lugar, pois a classe burguesa precisa fazer suas compras em paz, a policia cabe primeiro identificar corretamente quem é baderneiro e quem não é, pra não agredir erroneamente.
 
Policial militar usa cassetete para intimidar jovem durante "rolezinho" no shopping Itaquera, na zona leste de SP
 
Policial militar usa cassetete para intimidar jovem durante “rolezinho” no shopping Itaquera, na zona leste de SP

porcos arrebentam o PACAEMBU, futebol tem de jogar sem torcida mesmo

DJALMA VASSÃO / Gazeta Press

 que torcedor de futebol tem de ser chifrudo isso é fato mesmo, o cara em vez de suar encima de uma mulher, fica ai quebrando estádio por causa de uma pelada de 22 peludos atras de uma bola . 

e ainda vai ficar vendo os programa de tv, debaterem o jogo, mostrando os gols, ou seja o baderneiro ainda é masoquista. 

o CORINTHIANS ri disso ai, mas amanhã eles farão a mesma coisa naquela bosta de ITAQUERÃO, já que usaram o dinheiro do pais todo mesmo, o estádio nem do clube é na realidade, e isso ai, lá vai o estado pagar este prejú ai, quando esta porcada é que tinha de arrumar tudo e sair do bolso deles. 

pq não quebram o congresso e expulsam todo mundo de lá, seria mais útil então, veja outras fotos desta zorra abaixo: 

http://esportes.r7.com/futebol/fotos/palmeirenses-brigam-e-destroem-o-pacaembu-apos-derrota-veja-20120917-3.html#fotos

festa inspirada no filme projeto x termina em baderna em SP

Ale Vianna/Brazil Photo Press

Cerca de 1.000 jovens fecharam na madrugada deste sábado (4) a praça Visconde de Souza Fontes, na Mooca, em São Paulo (SP), para a realização de uma festa no local. Segundo a PM, a festa, que teria sido organizada pela rede social Facebook e que foi batizada pelos organizadores de “Projeto P”, é baseada no filme “Projeto X – Uma Festa Fora de Controle” (2012) e prega o consumo excessivo de bebidas alcoólicas. A PM foi chamada para desobstruir o local, e houve confronto. Ao menos 10 pessoas foram presas .

( este é o filme que foi inspirado esta festa ai que terminou em confusão, assim como aconteçeu exatamente no filme, sendo que a diferença é que aqui foi numa avenida em SP, no filme foi na casa de um dos adolescentes que terminou toda destruída  veja as demais fotos da baderna aqui  http://noticias.uol.com.br/album/2012/08/04/festa-inspirada-no-filme-projeto-x-termina-com-10-detidos-em-sao-paulo.htm  só faltou aparecer alguém com lança chamas assim como no filme.)

corinthians, se ganha faz baderna, imagine se perde

 

Motorista perdeu o controle do carro e invadiu um trecho da praça Silvio Romero com a rua Tuiuti, no Tatuapé, zona leste da capital

 

Pelo menos dez pessoas, além de motos e veículos, foram atingidos, por volta da 1h45 desta quinta-feira (5), por um motorista, possivelmente bêbado, que perdeu o controle de um Astra GLS verde e invadiu um trecho da Praça Silvio Romero com a Rua Tuiuti, no Tatuapé, zona leste da capital paulista, onde dezenas de corintianos festejavam o título inédito do clube na Copa Libertadores da América.

O veículo estava estacionado na Rua Coelho Lisboa e, ao se aproximar da praça, segundo o segurança Diogo Brito Batista, uma das testemunhas, ficou desgovernado, atingido algumas pessoas, motos e carros. Na sequência capotou, próximo a duas viaturas da Polícia Militar que estavam no local.

O motorista do Astra só não foi linchado pelos torcedores porque os policiais intervieram rapidamente. Dentro do carro foram encontradas bebidas alcoólicas. Até as 2h45, a perícia trabalhava no local e os bombeiros atendiam alguns dos feridos. Não se sabe ainda o estado das vítimas.

Mais incidentes

Vários incidentes com torcedores corintianos foram registrados após a vitória do Corinthians. Houve confrontos com a polícia antes da partida e quebra-quebra na comemoração, na Avenida Paulista.

O primeiro confronto aconteceu na Praça Charles Miller, por volta das 21h10 de quarta-feira, na entrada do Estádio Pacaembu, região central da cidade. A Tropa de Choque usou balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para evitar que torcedores invadissem o estádio. A Polícia Militar, ainda não informou se houve feridos ou detidos.

Após a partida, novos tumultos foram registrados durante a comemoração. Por volta das 3h53, a Força Tática foi acionada para desobstruir a Avenida Paulista, ocupada por cerca de 400 torcedores. De acordo com a PM, os policiais foram recebidos com pedras e garrafadas, utilizando balas de borracha e bombas de gás para conter a multidão.

Um tenente sofreu ferimentos leves na perna e um torcedor atingido por uma bala de borracha, foi conduzido ao Comando de Área 1 da PM, na Rua Vergueiro, para prestar esclarecimentos, sendo liberado em seguida. As portas de vidro de uma agência bancária e da Estação Consolação do Metrô foram quebradas durante as comemorações.( PQP, torcedor é uma bosta mesmo, imagine se perdesse então ? SP seria riscada da face da terra numa destruição apocalíptica)

  SP ESTARIA ASSIM HJ

facebook, causando estragos pelo mundo.

Inicialmente, a festa de 16 anos de Bradley McAnulty seria apenas para os 30 amigos mais próximos, convidados via Facebook e Blackberry Messenger. No entanto, 400 penetras estavam na comemoração. A festa saiu do controle e partes da casa, em Poole, na Inglaterra, foram destruídas. A polícia foi chamada ao local e começou a dispersar os jovens. Dois garotos, entre 16 e 17 anos, foram presos por desordem e embriaguez.
Brandley McAunty (Foto: Reprodução/Daily Mail)Brandley McAunty (Foto: Reprodução/Daily Mail)
A multidão quebrou janelas, arrombou a porta dos fundos, rasgou as cortinas e arrebentou a cerca do jardim. Os vizinhos afirmam ter visto jovens pulando sobre os carros estacionados na rua e atirando latas de cerveja. Até mesmo três meninas urinaram no jardim de um vizinho.
Segundo McAnulty, os culpados foram seus amigos, que chamaram mais pessoas. “Tudo começou quando alguns amigos trouxeram outros convidados, e não vi problema em deixá-los ficar. Depois apareceu um grupo maior, e eu disse que eles não poderiam entrar. Eles então arrombaram o portão e começaram a quebrar tudo”, afirmou o jovem.
Foto tirada durante a festa (Foto: Reprodução/Daily Mail)Foto tirada durante a festa (Foto: Reprodução)
O pai do garoto voltou para casa às 22h, após os vizinhos ligarem desesperados para informar o que estava acontecendo. Ele passou a noite limpando a bagunça e afirmou que disse ao filho para não divulgar a festa nas redes sociais. Ainda de acordo com o pai de Bradley, foi uma sorte nada ter sido roubado( quem cria filho machão reçebe isso em troca)
Um garoto de 14 anos foi preso no Reino Unido por divulgar um vídeo no Facebook no qual ele e uma menina da mesma idade apareciam fazendo sexo. Não satisfeito com o destaque negativo já recebido, o adolescente decidiu se gabar do feito no Twitter. O caso chocou a cidade de Cheltenham.
 
Garoto se vangloria de postar vídeo pornográfico no Facebook (Foto: Reprodução/SWNS.com) (Foto: Garoto se vangloria de postar vídeo pornográfico no Facebook (Foto: Reprodução/SWNS.com))Garoto se vangloria de postar vídeo pornográfico no Facebook (Foto: Reprodução/SWNS.com)
O vídeo mostra os dois adolescentes realizando o ato sexual de forma consensual, e teve uma boa circulação entre os alunos de seu colégio antes de ser removido. O jovem, que teve a identidade preservada, publicou no Twitter uma foto gozando da situação. Nela, ele aparece segurando um jornal local, cuja capa dava destaque ao incidente. Na mensagem, o jovem afirmou ter atingido um status de “cult” entre os amigos.
Um dos parentes do jovem, que preferiu não se identificar, afirmou que o incidente foi muito comentado entre os amigos do rapaz no Twitter, e que leu diversas brincadeiras depreciativas no microblog. Porém, a maioria dos comentários publicados na postagem do vídeo reprovava a atitude.
 A polícia localizou e prendeu o rapaz, dando a ele uma última advertência legal sobre o ocorrido, que ficará em seu registro criminal durante seis anos. Os pais ficaram horrorizados com o comportamento do adolescente. O caso veio à tona depois que um professor da Escola Secundária de São Pedro, Lawrence Montagu, informou os pais sobre a existência do vídeo em um boletim escolar.
“É muito triste que os nossos jovens estejam expostos dessa forma, mas este é um dos males da tecnologia moderna. Nós temos que continuar a educar nossos jovens, para colher os benefícios que a tecnologia moderna oferece, e não para cair nas armadilhas que ela mostra”, comentou Montagu em seu comunicado.( quem sai perdendo mesmo é a garota, ele vai se gabar pela vida toda de ter feito isso, ta é com moral na escola e amigos.)