repórter é agredido por suposto militante do PT no CEARÁ

quanto ganha um militante do PT ?  o cara mora onde ? o partido paga algo, ou da apenas um lanchinho, o cara sai do seu barraco , rua de terra, ganha salário minimo, pra defender partido, ser militante, agressivo, não admite que jornalismo fale algo contrário ao seu partido  .

este caso não é o primeiro,nem será o ultimo, pela truculência de militantes que querem uma mídia totalitária a seu favor

 

minha casa minha sub vida, invasões sem teto e traficantes em geral.

Sempre que chove, a casa de Adriana Ferreira, 44, fica alagada. Moradora de uma área de risco em Fortaleza, ela diz ter perdido a conta dos escorpiões que viu e dos eletrodomésticos que perdeu nessas enchentes.

Em 2009, a dona de casa achou que seu problema seria resolvido, foi contemplada com uma unidade do conjunto habitacional em construção pelo programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.

Ministério diz tomar providencias para reintegração
Traficantes invadem e dominam unidades

  Carlos Cecconello/Folhapress  
Conjunto Habitacional da Bacia do Rio Cocó construído para abrigar famílias cadastradas do projeto do Governo Federal "Minha Casa Minha Vida"
Conjunto Habitacional da Bacia do Rio Cocó construído para famílias cadastradas no projeto “Minha Casa Minha Vida”

Mas até hoje ela não pôde se mudar: o conjunto de 816 unidades foi invadido em outubro de 2012 -entre os invasores estão traficantes, segundo a polícia cearense.

A situação se repete em diferentes cidades: conjuntos habitacionais do governo federal têm sido invadidos antes de serem entregues.

São obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) ou do Minha Casa Minha Vida, dois dos principais programas da gestão da presidente Dilma Rousseff.

Além do Ceará, a Folha identificou casos na Bahia, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e São Paulo-onde um conjunto invadido na zona leste tem até síndicos e é cobrado R$50 de condomínio dos moradores.

As invasões, em geral, são articuladas por movimentos de sem-teto ou por líderes comunitários de bairros próximos. Em casos extremos, há participação de traficantes.

Guilherme Boulos, representante do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto), diz que a maioria das invasões são de grupos sem organização de entidades nacionais e que o movimento só invade os conjuntos se houver irregularidades nas obras.

As invasões ocorrem com facilidade. Já a saída, não: Caixa Econômica Federal ou prefeituras esperam meses na Justiça a reintegração de posse.

Em Porto Velho, por exemplo, a prefeitura classifica a situação como uma “indústria de invasões”. Na cidade, 1.064 famílias invadiram e estão há cerca de um ano em três condomínios do PAC que custaram R$ 30 milhões. Na parede de uma das casas, o recado: “Lotado, tem dono”.

Em Teresina, o atraso nas obras de um conjunto com 4.300 unidades incentivou 116 famílias sem-teto a invadirem algumas das casas.

Em Maringá (PR) e em Natal, invasores foram expulsos por decisão judicial e voltaram pouco tempo depois, permanecendo até hoje.

Glaydson Andrade, 26, vive com a mulher e cinco filhos em uma dessas casas invadida em Natal. “Não tinha onde morar. Como vou viver com essas crianças se sair daqui?”, disse o desempregado. ( e mesmo quando fica pronto, o cara aluga ou vende e volta para o movimento sem teto ou sem terra, isso já é golpe no BRASIL.

agora tem isso tb, isso não vai ao ar pra não prejudicar a propaganda do desgoverno que alega estar resolvendo a falta d moradia co m o minha casa minha sub vida.)

jogo que não teve, e humorista CEARÁ trola a globo

chupa GLOBOSTA, durante a transmissão da globo no fiasco do jogo que não teve, o humorista CEARÁ do PÂNICO NA TV apareçeu vestido de PELE durante a execução do hino nacional , vejam ai kkkkkkkkkkkkkk.
 
é nisso que dá transmitir jogo de noite, alem de gastar energia, o povo babaca fica acordado até mais tarde, e quem tem de levantar cedo ? pessoa que levanta 5 da manhã , assiste jogo na quarta feira e quinta tb ? 
façam campanha pra ter futebol só de dia, não de mais audiência pra GLOBO nas quartas a noite.

 

repórter teria sido agredido durante suposta campanha politica no CEARÁ

 

Um repórter foi agredido no domingo (16) durante cobertura da campanha eleitoral em Quixadá (174 km de Fortaleza). Wal Alencar, do Sistema Monólitos de Comunicação, levou seis pontos no rosto e vai ficar afastado de suas funções por cerca de 30 dias, informou a polícia.
O acusado de ter cometido a agressão, Jacson Cabral, coordenador da campanha do candidato do PT na cidade, Ilário Marques, foi preso em flagrante por lesão corporal grave, mas liberado 24h depois, após obter habeas corpus.
A agressão ocorreu quando Alencar fazia reportagem sobre uma manifestação em frente a uma escola municipal na periferia da cidade. A denúncia era de que o prédio público estaria sendo utilizado pelo candidato do PT para uma reunião partidária, o que é proibido pela lei eleitoral.
Alencar narrava a manifestação no momento em que recebeu um soco e a agressão foi registrada durante a gravação.
 
 
Após sofrer o ataque, com o rosto sangrando, ele ainda comentou a agressão para a câmera e, em seguida, foi levado ao Instituto Médico Legal da cidade vizinha de Quixeramobim para exame de corpo de delito.
O assessor do candidato do PT negou a agressão e disse à polícia que esbarrou com o repórter por acidente. Também negou que a escola estivesse sendo utilizada para uma reunião política.
“Ele disse que o candidato estava ali para o aniversário de uma criança”, disse o investigador Alex Pimentel.
A reportagem não conseguiu contato nesta segunda-feira (17) com o repórter nem com o assessor acusado do ataque.O presidente do PT na cidade, Airton Buriti, disse desconhecer o episódio porque havia passado o dia fora da cidade. ( se um esbarrão causa isso, imagine a agressão então.
 
 aniversário de uma criança, então não é filho ou parente do candidato, e pq o coordenador estava junto ? pq bandeiras do partido no local, isso não é campnah aé o que então ?)

mulheres querem ter a primeira união homossexual do sertão do CEARÁ.

Casal exibe contrato de união homoafetiva. (Foto: Agência Revista Central)Casal exibe contrato de união homoafetiva.
(Foto: Agência Revista Central)

A professora de inglês Marileide Rocha, 37 anos, e a consultora empresarial Kamila Ferreira 26, querem ser protagonistas do primeiro casamento homoafetivo do Sertão do Ceará. Elas vivem juntas há dois anos em união estável, na cidade de Quixeramobim, e agora querem conseguir na Justiça o direito de obter o registro civil. “Já entramos em contato com o nosso advogado e nessa semana vamos formalizar o pedido de casamento”, diz Marileide.

Marileide diz também que está “preparada para sim e para um não” e, caso não obtenha o casamento na Justiça de Quixeramobim, ela já prepara de antemão um recurso para o Supremo Tribunal de Justiça. “Vamos recorrer a tudo o que temos direito”, diz. Marileide foi a única do casal que conversou com o G1, mas ela garante que a parceira Kamilla Ferreira vive “os melhores momentos da vida dela”.

Para a professora, o casamento é um direito fundamental a qualquer pessoa, independente da orientação sexual. “Nós somos somos cidadãs comuns, pagamos impostos, cumprimos todos os deveres e queremos o que é de nosso direito”, defende.

O casal também já planeja cerimônia para marcar a conquista e dispensou véu e grinalda. “Muito provavelmente vamos usar roupa social, mas ainda temos muito tempo para planejar isso”, diz.

Sem preconceito
A mais velha das duas, conhecida como Mari, afirma que os amigos e familiares nunca demonstraram preconceito contra a sua opção sexual. “No trabalho todo mundo me respeita e os meus pais são nota mil. Quando eles souberam (que era homessexual), eles simplesmente me entenderam”, diz Marileide.

Marileide diz também que recebeu várias ligações, mensagens via telefone e rede social apoiando o casamento “de papel passado”.

Ela é mãe de duas crianças adotivas, uma de 8 e outra de 11 anos, que criou com um outra parceira com quem teve uma relação homoafetiva de 11 anos. A professora de inglês diz que educou os filhos para não reagirem a qualquer manifestação de preconceito de colegas.

Histórico
Kamilla e Marileide acreditaram na possibilidade de realizar o casamento após o reconhecimento do Supremo Tribunal Federal reconhecer a união estável entre pessoas do mesmo sexo, em maio deste ano. Para Marileide, a decisão é um “avanço” contra o preconceito no Brasil.

No Ceará ocorreu a primeira união estável do Brasil entre pessoas do mesmo sexo dentro de um presídio. Em cerimônia no Instituto Penal Desembargadora Feminino Auri Moura Costa o casal Marluce Bezerra de Sousa e Andrelina da Silva teve a união reconhecida perante uma escrivã.

O casal Marileide Rocha (à esquerda) e Kamila Ferreira garante que vai brigar pelo direito de casamento até última instância, se necessário. (Foto: Arquivo pessoal)
O casal Marileide Rocha (à esquerda) e Kamila Ferreira garante que vai brigar pelo direito de casamento até última instância, se necessário.

vereador quer réplicas das torres gêmeas em cidade do interior do CEARÁ

Vista do Distrito Financeiro, em Manhattan, com as torres gêmeas do World Trade Center (Foto: AFP)Torres originais do World Trade Center, derrubadas
em 11 de Setembro de 2001 (Foto: AFP)

Um vereador de Sobral, a 233,3 km de Fortaleza, apresentou nesta segunda-feira (12), na câmara do município, projeto de lei para criar na cidade um prédio do mesmo modelo do World Trade Center. O prédio abrigaria a sede da Prefeitura Municipal e as secretarias do município.

O autor do projeto, Rodolfo Basílio (PSB), diz que as Torres Gêmeas seriam um “atrativo para cidade”. “Atualmente cada secretaria fica em um local separado. O prédio agregaria todo o secretariado e prefeitura, além de ser um atrativo a mais para a cidade”, diz Basílio. O autor da proposta diz também que o prédio poderia ser interpretado como uma homenagem às vítimas do 11 de Setembro, “embora não seja o objetivo principal das Torres”, ressalta o vereador.

Vista aérea de Sobral (Foto: Wellington Macedo/Agência Diário)Vista aérea de Sobral
(Foto: Wellington Macedo/Agência Diário)

O vereador diz também que o prédio de Sobral usaria o modelo do World Trade Center, mas em escala menor. “Nossas Torres Gêmeas devem ter de oito a 10 andares, isso ainda não foi definido, mas o modelo é igual ao dos Estados Unidos”, explica.

O projeto está sendo discutido na Câmara e o autor tem confiança de que será aprovado no legislativo municipal e terá a sanção do prefeito de Sobral, Clodoveu Arruda (PT).

Rodolfo Basílio também é autor do projeto de lei que pretende construir uma réplica do Muro das Lamentações em Sobral. O muro no Ceará, explica Basílio, seria um espaço para reunir todas as religiões, “sem preconceito”, em um único local. O Muro das Lamentações fica em Jerusalém, Israel, e é um espaço para oração dos judeus.

Referências a outros países
A cidade de Sobral é conhecida no Ceará por abrigar monumentos que fazem referências a símbolos mundiais. No centro da cidade há um modelo do Arco do Triunfo, a exemplo do que há em Paris. Existem também ônibus escolares amarelos com os dizeres “school bus”, como em veículos usados no Estados Unidos.

Sobral tem modelo de Arco do Triunfo, a exemplo do há em Paris, França (Foto: Wellington Macedo/Agência Diário)Sobral tem um ”Arco do Triunfo”, inspirado em Paris, França
( ainda vai ter pirâmides, estátua da liberdade, coliseu de ROMA, e todos os demais monumentos do mundo, se levarem isso adiante, mas é cada  maluco que apareçe por ai.)