juízes de AM E MS, mandam soltar traficantes baseados em aberrações jurídicas.

Droga foi transportada em caminhão basculante. (Foto: A Gazeta News)

No dia 7 de maio deste ano, Juliano Dias dos Santos, 31 anos, foi preso em flagrante com uma carga de maconha de uma tonelada, que saiu de Coronel Sapucaia, na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, e iria para São Paulo, mas foi interceptada na MS-156, no trecho entre Amambai e Caarapó. No dia 17 de julho, dois meses depois, a sentença da Justiça sobre o caso deu a liberdade a Juliano, apesar de ter sido condenado por um crime que, na lei brasileira, é considerado hediondo.

Em sua sentença, o juiz Pedro Henrique de Paula, de Amambai, determinou como pena para o traficante dois anos e seis meses de reclusão, que foram substituídos por “duas penas restritivas de direitos”, em forma prestação de serviços à comunidade ou a instituições. A sentença ainda revoga a prisão em flagrante e determina a concessão
imediata de alvará de soltura, o que já ocorreu.

Para colocar em liberdade um homem preso com uma carga tão grande de droga, o juiz declarou inconstitucionais dois artigos das leis que regem a punição para traficantes. Primeiro, ele considerou inconstitucional trecho da lei 8072/90, que define o tráfico como crime hediondo e determina que seu cumprimento deve começar, sempre, em regime fechado. O magistrado cita uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), em um habeas corpus, para esse entendimento, alegando que a lei impede a individualização da pena.

O juiz também declarou inconstitucional um artigo de outra lei sobre o tráfico de drogas, a 11.343, que impede a adoção de pena restritiva de direitos para casos do tipo. O magistrado aponta, em sua sentença, que o réu tem bons antecedentes, que no processo “poucos elementos se coletaram a respeito de sua conduta social, personalidade e motivos do crime, presumindo-se neutros; e, ainda, que o delito “não produziu maiores consequências”.

Inconformado com a decisão o promotor do caso, Etéocles Brito Mendonça Dias Júnior, propôs recurso de apelação ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

Na avaliação do promotor, a sentença deve ser reformada integralmente, “pois de acordo os fundamentos recursais, a decretação de inconstitucionalidade do regime inicial fechado e da proibição de substituição de pena privativa de liberdade por restritivas de direito pelo STF, face ao crime de tráfico de drogas, não implica na impossibilidade de afastamento desses benefícios se houver fundamentação idônea com base nas peculiaridades de cada caso concreto”.

Principalmente em razão da grande quantidade de drogas transportada, o promotor defende que o caso é de inegável gravidade concreta. Para ele, o crime cometido exige a imposição do regime inicial fechado, o afastamento da substituição de pena privativa de liberdade por restritiva de direitos, o afastamento da causa de diminuição de pena e o restabelecimento da prisão cautelar.

Como foi – De acordo com os autos, no dia 7 de maio, por volta das 6h30, durante fiscalização realizada pela equipe da Policia Rodoviária Estadual na MS-156, o réu foi flagrado transportando uma tonelada de maconha, distribuída em 1.361 tabletes, em um caminhão basculante. Segundo o processo, ao ser questionado pelos policiais Juliano afirmou que era da cidade de Ituverava (SP) e, dias antes, havia sido contratado por uma terceira pessoa não identificada para que se dirigisse até a cidade de Coronel Sapucaia para realizar o transporte da “mercadoria”.

No dia 7, segundo os autos, ele recebeu a informação de um desconhecido para que se deslocasse até Amambai e pegasse o veículo que estava em um galpão na entrada da cidade e deveria levá-lo até a cidade de Dourados (MS). Conforme a denúncia, o autor disse que tinha plena ciência do transporte da substância ilícita e, até então, havia recebido pelo transporte o valor de R$ 2,5 mil.

A droga estava em um fundo falso no caminhão e tinha, em parte dos tabletes, adesivos com a inscrição Droga Verde/Índio, que, para a polícia, é uma espécie de selo de qualidade usada por cartéis do tráfico.

O Tribunal de Justiça ainda não se manifestou sobre recurso.

O grupo foi preso, em flagrante, em um posto de combustível na Bola do Produtor, zona leste de Manaus.Foto: Divulgação/ PF

Manaus Silvio Andrade Costa, 34, e Rogério Pereira Bezerra, 21, foragidos das justiças do Pará e Maranhão, respectivamente, e Liliane Barros da Costa, 31, que haviam sido presos, junto com Luiz Claudio Maciel da Silva, no último dia 27 de dezembro, após serem flagrados pela Polícia Federal com 110 quilos de cocaína, foram postos em liberdade, quatro e sete dias, após a prisão. A liberdade provisória foi assinada pelo juiz de direito Luis Carlos Valois Coelho, no dia 31 de dezembro. As informações estão disponíveis no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) por meio do processo Nº 0266542-40.2014.8.04.000.

Em seu parecer, o magistrado justifica a decisão, informando que “o auto de prisão em flagrante possui suas falhas, pois não é clara a situação de flagrância dos indiciados, pois somente a posse de entorpecente não é suficiente para se caracterizar a conduta do tráfico, nem há a fundamentação da autoridade policial sobre as circunstancias que a fizeram presumir estar em flagrante o indiciado, norma do Art. 304 § 1º, do Código Penal Brasileiro (CPB)”.

O juiz destaca ainda: “É pública e notória a superlotação das cadeias públicas da capital, o que torna temerária a manutenção de um “vapor”, como são considerados os varejistas de entorpecentes, em celas conjuntamente com presos por delitos mais graves, assim como temerária é a prisão daquele que se vê pela primeira vez envolvido com entorpecentes, como é o caso dos indiciados primários”.

Diante da análise, o magistrado deferiu o pedido de liberdade a Silvio, Rogério e Liliane, justificando que os três são primários e possuem residência em Manaus, mediante pagamento de fiança no valor de R$ 7 mil. A decisão foi contrária ao parecer do Ministério Público do Estado (MPE) que havia solicitado a conversão da prisão em flagrante em preventiva.

Apesar de o magistrado destacar que os suspeitos eram réus primários, Rogério e Silvio já respondem processos nos estados do Pará e Maranhão, segundo informações da Polícia Federal.

No próprio depoimento, Rogério afirmou que estava morando em Manaus há três meses e que era foragido do Pará, onde cumpria pena por roubo e formação de quadrilha.

Já Silvio, de acordo com a PF, já foi condenado por homicídio no Maranhão e estava foragido da justiça, utilizando identidade falsa no Amazonas.

( agora vai um pobre sendo flagrado com 5 gramas de maconha que o que vc pode comprar na HOLANDA que é legalizada, ah meu caro, vc vai em cana, se não tem grana, é cana.

agora isso ai , com certeza ou estão macomunados om o tráfico ou pe medo de mexer com o crime , então manda soltar.)

funcionários do BURGER KING são flagrados tomando banho na caixa d água em SP , só tinha homem ?

Um vídeo com funcionários do Burger King tomando banho na caixa d’água de um prédio da Av. Faria Lima começou a circular na internet e chamou a atenção por sua legenda.

A descrição afirma que a brincadeira ocorre em cima de uma unidade do restaurante – localizado no cruzamento da Av. Faria Lima com a Rua Tabapuã, em São Paulo – e envolve funcionários e um gerente da rede. O vídeo, que já contabiliza 5.400 visualizações, foi publicado na última sexta-feira (7/3) com a seguinte legenda: Funcionários do Burger King da Av. Faria Lima tomando banho na caixa d’água do restaurante no dia 05/03/2014, devidamente acompanhados pelo gerente! 

Unidade do Burger King na Av. Faria Lima, em São Paulo (Foto: Divulgação)UNIDADE DO BURGER KING NA AV. FARIA LIMA, EM SÃO PAULO (FOTO: DIVULGAÇÃO)

O vídeo parece ter sido gravado do alto de um prédio localizado na rua oposta ao Burger King.  Mostra três pessoas divertindo-se e brincando ao lado da caixa d’água, jogando muita água para cima. Um quarto homem surge, entra na brincadeira, mas logo sai. As pessoas que fazem a filmagem divertem-se com a cena: “Olha lá, ele mergulhou”, comenta uma mulher rindo. “Está um mormaço lá fora”, afirma um homem.

Procurado, o Burger King afirmou que o vídeo foi filmado durante a lavagem das caixas d’água de um de seus restaurantes. De acordo com a empresa, durante o processo, o abastecimento de água foi suspenso até que as caixas fossem esvaziadas, higienizadas e abastecidas novamente e que todo o conteúdo das caixas fosse descartado sem ter sido utilizado pelo restaurante. “A empresa esclarece que o procedimento adotado pelos funcionários estava fora da orientação e padrões da empresa e que medidas cabíveis serão tomadas para que fatos como esse não se repitam”, afirmou o Burger King em nota .  

( eles já teriam sido demitidos  , tava calor ué, vai tomar banho onde ? que coisa, alias só tinha homem é ? )

 http://epocanegocios.globo.com/Informacao/Acao/noticia/2014/03/funcionarios-do-burger-king-que-nadavam-em-caixa-dagua-sao-demitidos.html  )

videomonitoramento flagra traficante e mãe consumindo droga perto do filho na zona norte de SOROCABA

A Guarda Civil Municipal (GCM) deteve em flagrante, nesta quinta-feira (21), no Parque Vitória Régia, um homem que traficava no Parque Municipal “Amadeo Franciulli”. O fato ocorreu após o sistema de videomonitoramento captar as imagens de algumas pessoas fumando sob uma árvore, na presença de uma criança aparentando cerca de um ano de idade. A central do sistema fica no Centro de Operações e Inteligência (COI).

O ajudante geral Michel Elias da Silva de Athaíde, de 19 anos, foi detido quando abordou duas das mulheres que formavam o grupo. Com ele, foram encontradas 53 porções de cocaína R$ 570 entre cheque e dinheiro. O rapaz foi encaminhado ao Plantão Policial da Zona Norte, onde foi autuado em flagrante pelo crime de Tráfico de Drogas e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba. O Conselho Tutelar foi chamado para as providências. As imagens foram disponibilizadas ao Conselho.

( olha ai policia, tinha de revistar estes carrinhos de bebês tb, vai saber se não tem droga escondida ali, as vezez nem bebê tem, olho vivo.) 

flagrante do horror, peste de menor tenta furtar carteira de homem 3 vezes, mesmo diante de um policial

 
Adolescente tenta furtar carteira de homem três vezes no Centro do Rio – inclusive enquanto o homem era revistado por um PM. ( a que ponto chega uma peste destas que se multiplica a 1000 mil no BRASIL , depois não querem controle de natalidade nesta pocilga chamada BRASIL.

vejam mais duas fotos, notem que o pesteado não desiste, agora vai o policial pensar em sequer sacar sua arma, ah, la vem o direitos do m,anos, dizer que o di menor foi ameaçado.)


 

 

 

 

bandido, estuprador é preso e debocha da policia.

A ação do homem que invadiu um consultório dentário e tentou estuprar uma funcionária foi registrada pelo circuito de câmeras de segurança do local. O caso aconteceu neste sábado (3), de manhã. As imagens mostram ainda o momento em que a Polícia Militar chega ao consultório e impede o crime.

O vídeo foi registrado pouco antes das 8h. O bandido espera o momento em que a dentista chega ao consultório e entra logo em seguida, se passando por um cliente. O suspeito levantou suspeita de outra funcionária, que chamou pela polícia.

Nas imagens, ele anda pela sala, checa a porta e depois de quase vinte minutos, aborda a recepcionista. A mulher é levada pra essa outra sala numa área reservada da clínica. Antes do roubo, o homem tenta violentar a funcionária.

A mulher lutou e o criminoso age com violência e agride a vítima várias vezes. Foram cerca de  dois minutos de pânico. Quando ele tenta enforcar a mulher, que já parece sem forças, a polícia invade a clínica.

O homem foi preso em flagrante. Na delegacia, a polícia descobriu que ele tinha passagem por estupro. ( o cara debocha e diz que em 6 meses estará na rua e ainda reclama que tem bandido roubando e matando e ninguém faz nada ouçam bem no final do vídeo.

ué, ele é o que então ? vitima do sistema, o cara não contente em roubar, ainda quer abusar sexualmente  da mulherada , e pior que periga ele realmente ser solto logo. )

mesmo filmado, ladrão é liberado , pq não tinha o produto do roubo, pode isso ARNALDO ?

Gravações feitas por câmeras de segurança mostram em detalhes a audácia de ladrões que invadiram uma casa na zona leste de Sorocaba, em plena luz do dia. Se aproveitando da ausência dos moradores, três criminosos, entre eles um adolescente de 15 anos, arrombam o portão, estacionam um carro na garagem do imóvel, entram na residência, enchem o veículo e vão embora sem serem incomodados.

O furto aconteceu por volta das 13h30 do dia 13 de maio, uma segunda-feira. A partir da troca de informações entre distritos policiais e o serviço de inteligência da Polícia Militar, a investigação comandada pelo delegado José Antonio Belotti, titular do 2º DP, levou a Polícia Civil até Thiago Teixeira Ferraz, 25 anos, conhecido também como Tripa.

Na casa do acusado, na Vila Helena, os investigadores não encontraram nenhum dos objetos furtados. Ele foi levado até a delegacia nesta sexta-feira (7), onde assistiu às imagens e afirmou aos policiais que não poderia negar o crime diante das provas. Se recusou, no entanto, a dizer com quem estão os objetos furtados. Disse apenas que vendeu os itens logo após o crime. Ele foi indiciado por furto e liberado, por não ter havido flagrante. Thiago já tem passagem pela polícia por participação em outros dois furtos, onde agiu da mesma forma. A polícia acredita que os envolvidos tenham praticado outros furtos a residências na cidade.

Os investigadores já identificaram o adolescente e trabalham para encontrar o outro adulto que aparece nos vídeos e identificar os receptadores que compraram os produtos. O menor deve ser apresentado nos próximos dias.

As imagens cedidas pela polícia impressionam pela tranquilidade dos criminosos. O primeiro a aparecer é Thiago. Ele desce de um Uno branco, que para em frente à residência. Bate palmas até certificar-se de que não há nenhum morador. Em seguida, descem do carro os dois comparsas. Em poucos segundos, o menor de idade arromba o portão.

A ousadia continua depois que os bandidos entram na casa. Já na garagem, enquanto o adolescente arromba a porta e vai para o interior da casa com Thiago, o bandido que dava cobertura do lado de fora entra na garagem, força o portão basculante e estaciona dentro do imóvel. Então começam a encher o carro com objetos como uma TV de 42 polegadas, câmera digital, frigobar, bebidas e roupas. Depois, fogem sem levantar suspeita. Por motivo de segurança, a polícia não divulgou o bairro onde o furto aconteceu.( ai eu pergunto, câmera serve pra que ? como explicar isso, o cara rouba, a câmera mostra a cara dele ( menos pra nós aqui, censura) e só pór não ter o produto do roubo não tem flagrante ?

a imagem é o que então ? apenas pra decorar ? pra ilustrar ? agra o cara ta por ai, e com certeza dificilmente se deixará ser pego de novo.)