vereador CRESPO chama gays de anormais e ateus de ignorantes

 O comentário em uma rede social de um vereador de Sorocaba (SP) se referindo a classe LGBT como “anormais” repercutiu nas redes sociais nesta quinta-feira (25). A polêmica teve início quando o parlamentar José Crespo (DEM) respondeu um comentário de uma internauta, integrante de um movimento que defende a classe LGBT. O tema surgiu após a votação do Plano Municipal de Educação (PME) que estabelece metas e estratégias para os próximos dez anos. Na ocasião, Crespo afirmou: “os GLBTTTT, como se auto-denominam, merecem ser respeitados e gozar de todos os direitos civis, mas são pessoas anormais”.

Em entrevista ao G1, Crespo confirmou suas declarações e se defendeu: “Anormal é simplesmente aquilo que destoa do ‘normal’. Muitos me apoiaram nas redes sociais e, como cristão, devo defender os meus valores. Antes de ser político, sou cristão e não abro mão disso. Não me arrependo, não me divirto e nem me estresso.  Um agente público deve enfrentar polêmica, eu mesmo não fico em cima do muro.” 

A postagem foi excluída da internet e, segundo o vereador, não foi ele quem tirou, mas sim uma internauta que estava inserida na discussão. “Ela foi honesta e retirou a postagem e até gostaria que ela voltasse isso, pois o debate deve ser mantido”, finaliza o vereador.

Vereador de Sorocaba chama LGBTs de 'anormais' em rede social (Foto: Carlos Dias/G1)Postagem foi feita pelo vereador José Crespo
(Foto: Carlos Dias/G1)

Câmara se pronuncia
Em nota, a Câmara de Vereadores informou que, em relação a debates ocorridos entre o vereador José Crespo e munícipes na página do parlamentar numa rede social, o presidente da Câmara Municipal de Sorocaba, vereador Gervino Cláudio Gonçalves, o Cláudio do Sorocaba I (PR), afirma que tomou conhecimento do assunto através da imprensa e nesta sexta-feira, 26, de posse do conteúdo da conversa, irá se reunir com a Secretaria Jurídica da Câmara para saber se houve algum tipo de quebra de decoro por parte do parlamentar.

Quanto ao fato de José Crespo ser o presidente da Comissão de Ética da Casa, Cláudio explica que os membros das comissões são responsáveis por eleger seus presidentes, sem que haja qualquer interferência do presidente do Legislativo.

( senhor CRESPO, perto de sua casa deve ter um salão de  cabeleireiros  onde deve ter um homossexual  trabalhando, que paga água , luz, IPTU, ou seja ser salário .

então se este homo levanta cedo, abre seu salão, trabalha até tarde, pra embelezar as mulheres é anormal para o senhor ? o  mundo não é um padrão único, as pessoas não são robôs pra se comportarem todas iguaizinhas, não interessa se são minorias, tem seus direitos e pronto e não falo apenas de gays, mas de índios, mulheres, sem teto, favelados etc.

países onde o estado é laico e a religião sabe ser correto lugar são os que vão pra frente, e não aqui que os grupos religiosos quem tomar o poder e impor seus dogmas e interesses.

o senhor tb diz que ateu é burro ? ai no meio politico tem ateu, religioso , hétero e homo enrustido, o senhor sabe a vida privada de cada um de seus colegas ? na hora de ferra com o povo e receber seu altos salários, ah ai é todo mundo, seja ateu, religioso, macho ou gay, afinal grana não tem preconceito, vai em todos os bolsos.

e pra terminar gay, ateu,tb vota , inclusive alguns eles devem ter sido seus eleitores, ano que vem o senhor quer votos, não tem medo né ? deve ter seus curral eleitoral formado por cristãos héteros não é ? e vai saber se este cristão ai do seu lado realmente é cristão e é macho ou fêmea de verdade.

o povo quer comida, emprego, saúde, segurança, educação, não ta preocupado com preferências dos outros.)

LEVY FIDELIX x radicais gays.

 

Em resposta ao discurso homofóbico de Levy Fidelix, candidato do PRTB à Presidência, representantes da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) organizam um ‘beijaço’ gay na avenida Paulista para terça-feira (30), às 17h, em frente ao vão livre do Masp (Museu de Arte de São Paulo).

De acordo com a página do ‘beijaço’ no Facebook, Levy Fidelix não pode continuar impune depois de seu comentário sobre homossexuais durante o debate eleitoral, transmitido pela Record na noite de domingo (28).

“Queremos fazer um ato que mostre que não aceitamos que esse tipo de discurso homofóbico do Levy possa ser dito com tanta naturalidade em rede nacional! É um absurdo que um presidenciável incite o ódio desse jeito, em um período em que todos os dias estamos vendo nas notícias a morte de gays, lésbicas, travestis e pessoas transexuais!”, diz o texto da página do evento, que já conta com mais de 5.000 participantes confirmados.

Durante o debate, Levy associou a homossexualidade com pedofilia e afirmou que gays precisam de atendimento psicológico “bem longe daqui”. Além do discurso de ódio, o candidato disse que “aparelho excretor não reproduz”.

“Como é que pode um pai de família, um avô ficar aqui escorado porque tem medo de perder voto? Prefiro não ter esses votos, mas ser um pai, um avô que tem vergonha na cara, que instrua seu filho, que instrua seu neto. Vamos acabar com essa historinha. Eu vi agora o santo padre, o papa, expurgar, fez muito bem, do Vaticano, um pedófilo. Está certo! Nós tratamos a vida toda com a religiosidade para que nossos filhos possam encontrar realmente um bom caminho familiar”, declarou.

As declarações homofóbicas do candidato repercuturiam não só no Brasil, como na imprensa internacional. O jornal britânico The Guardian classificou o debate entre os candidatos como uma noite ruim para a democracia e tolerância.

 

( LEVY nada mais disse do que MALAFAIA   BOLSONARO e outros  tb arrotaram por ai, quando não tinha internet, todos viviam  na escuridão, não tinham onde expressar, gays, feministas, sem teto, sem terra entre outros,agora com a net, não sabem o que fazer, os reacionários ficaram feito baratas tontas.

em vez de todos se sentarem e resolverem suas diferenças, ficam nesta guerra infantil , acusações de ambos os lados, homofobia, ditadura gay, KIT GAY querendo homossexualizar crianças etc,  claro que nem todos os gays não se importam com ataques, apenas trabalham e deixam o barco correr, é uma ala que não suporta ouvir criticas de ninguém que já se levantam.

deixa o LEVY falar a eleição é domingo, ai na segunda todos somem, opinião cada um tem a sua, não se preoicupem com palavras e sim ações, como homofóbicos que pegam em armas e matam gays por ai,m isso sim é pra se preocupar.