pacientes tomam na cabeça, aparelho de radiologia novo ?, ah esperem sentados.

Uma possível solução para os problemas enfrentados por pacientes de oncologia de Sorocaba e região, um segundo aparelho de radioterapia deve ser entregue somente em dezembro deste ano para a Santa Casa da cidade. De acordo com o secretário de Saúde, Francisco Antônio Fernandes, esse é o prazo dado pelo Ministério da Saúde para a conclusão da obra do novo local, dentro do hospital, que vai abrigar o aparelho, aguardado há quatro anos pelo município. O Ministério informou que o processo está em fase final de licitação.

Atualmente, existe apenas um equipamento de radioterapia para Sorocaba e outros 47 municípios compreendidos pelo Departamento Regional de Saúde 16 – que está localizado na Santa Casa e tem mais de 30 anos de funcionamento. “É um equipamento para 2 milhões de habitantes, sendo que o normal é um a cada 500 ou 600 mil moradores”, afirma o secretário. Desde outubro do ano passado, o hospital parou de receber novos pacientes por falta de vagas. “Hoje, nós voltamos a oferecer o serviço, só que em outras cidades, porque aqui está saturado”, reconhece.

Em 2012, Sorocaba foi contemplada pelo programa de expansão de radioterapia, do governo federal, e o pedido de dois equipamentos – um para a Santa Casa e outro para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) – foram aprovados. O secretário explica, no entanto, que a área em que começou a ser construída a estrutura para receber o aparelho foi recusada pelo Ministério da Saúde, que a considerou condenada. Com isso, outro local foi definido pela pasta, que fica ao lado do atual setor de oncologia do hospital, onde funcionava uma clínica do convênio Santa Saúde.

De acordo com Fernandes, a nova área já foi aprovada pelo Ministério da Saúde, que se comprometeu a finalizar a construção até dezembro. “As exigências feitas são pelo modelo padrão existente em todo o País, em que o aparelho já é entregue com a estrutura adequada”, explica. Segundo ele, toda a estrutura iniciada no antigo local terá que ser refeita e a obra antiga continuará do jeito que está. Ainda conforme o secretário, a promessa é de que o aparelho para o CHS seja entregue até abril de 2017. O Ministério prevê um prazo maior, fevereiro de 2018..

( a anos atras eu disse, as cidades da região tudo dependem de SOROCABA, a STA CASA recebe ou recebia ( agora não sei) todo mundo, gente de vários lugares , suas cidades nunca moveram uma palha pra evoluírem e melhorarem seu sistema de saúde.

agora deu no que deu, sorocabanos dependendo de GUARULHOS por ex, toma povo, este ano tem eleição viu ?)

transito de SOROCABA está um caos só

A frota de veículos automotores em Sorocaba cresceu quatro vezes mais do que a população sorocabana em uma década. O número de moradores em Sorocaba aumentou em 20,33% do ano 2000 para 2010 enquanto o de veículos elevou em 81,70% no mesmo período. O crescimento do número de motos foi o maior quando comparado com todos os outros veículos, enquanto os ônibus registraram a menor ascensão. As consequências são sentidas pelos motoristas que enfrentam o trânsito no dia a dia. Segundo o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran), em 2000 havia 168.597 veículos automotores licenciados em Sorocaba e em 2010, 306.338, aumento de 81,70%. Já o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apurou a população de 493.468 habitantes no ano 2000 e 593.775 em 2010. A frota de automotores em abril deste ano, segundo o Detran, era de 366.823.
Taxista há 30 anos, Cícero Rodrigues, 62 anos, diz que sente diariamente os reflexos do aumento de veículos nas ruas. “Percebo como ficou mais difícil transitar e o quanto o trânsito ficou caótico”, opinou. Segundo Cícero, as piores situações são enfrentadas na rua Hermelino Matarazzo e na avenida General Carneiro. “Em geral, tanto o excesso de carros como de motos geram muito incômodo”, afirmou. Para Cícero, não há como melhorar o trânsito com tantos veículos circulando ao mesmo tempo a não ser que as pessoas comecem a usar os ônibus. Ele também sugere uma ação pontual para amenizar a situação nas imediações da rodoviária, onde tem o ponto. Questionada a respeito dos números do Detran e sobre o pouco crescimento na quantidade de ônibus em Sorocaba, a Urbes Trânsito e Transportes informou que responderá nos próximos dias.
Para outro taxista com também 30 anos de experiência, Adalberto Fiuza, 51 anos, os mesmos ônibus que mais podem contribuir para tirar os veículos das ruas também são os que mais atrapalham o trânsito por conta de seus tamanhos e velocidade. “Precisa tirar os ônibus do centro, da rua Comendador Oeterer e até da rua Álvares Soares, a gente não consegue andar por causa dos ônibus, às vezes mais de dez, parando (para os passageiros embarcarem ou desembarcarem”, descreve. Quanto aos automóveis, ele diz parecer que os motoristas não fazem caminhos alternativos e insistem a passar pelo centro quando precisam atravessar a cidade. Afirma que os congestionamentos aumentaram muito de um ano para cá. Sobre as motos, reclama que, diferente da cidade de São Paulo, ao invés de manter um corredor em determinado local da pista, insistem em passar por ambos os lados. O também taxista Ezequiel Andrade, 68 anos, diz que tem muito motorista dirigindo incorretamente, tanto em carros como nas motos. Segundo ele as motos fecham os motoristas e muitas vezes chutam os carros. Para ele os ônibus não atrapalham.
A frota de motos cresceu mais de uma vez e meia em Sorocaba quando comparado 2002 com 2012. O repositor Wellington Henrique Santa da Silva, 20 anos, tem carro e moto, mas evita sair de carro, até mesmo aos finais de semana. “Por causa da quantidade de trânsito a moto tornou-se mais rápida, além de ser econômica”. Ele reclama que alguns motoristas são irresponsáveis e cruzam na frente sem prestar a atenção. O montador de móveis, Anízio dos Anjos, 42 anos, também tem carro e moto e usa mais a moto pelos mesmos motivos. Para ele os motoristas de carros ignoram as motos e ainda dizem que os motociclistas estão errados. O vigilante William Vasques, 44 anos, afirma que enquanto leva 1h20 para deslocar-se de ônibus do centro à avenida Itavuvu, ele faz o mesmo percurso com a moto em 15 minutos. Ele também reclama do desrespeito no trânsito, tanto por parte dos motoristas como de motociclistas. A aprendiz Danielli Rosignholi, 19 anos, evita andar de ônibus por causa da lotação e do tempo da viagem. Cita que a moto tem a vantagem de ser mais rápida e a desvantagem de ficar muito exposta a acidentes.  ( LULA, disse no RATINHO que muita gente não gosta dele, pq no seu governo, muita gente pode ter carro, pois é ta ai, qualquer zé ruela de periferia ta com pelo menos um maiado na rua, ou moto.)

o apocalipse das grávidas da cracolândia

A operação da Polícia Militar iniciada em 3 de janeiro na região da cracolândia (centro de São Paulo) expôs o drama de dezenas de mulheres que consomem a droga com seus filhos na barriga. Segundo a PM e a prefeitura, são pelo menos 20 que perambulam pela região.

Veja imagem das grávidas da região da cracolândia  ( veja vc o que alguns fingem, não ver.)

O impacto do crack na gestação tem sido objeto de vários estudos, mas ainda há controvérsia sobre os efeitos a longo prazo na criança. A questão é: como separar as sequelas da droga de outros fatores também presentes na vida da gestante dependente, como alcoolismo, tabagismo e desnutrição?

De acordo com o texto, os bebês dessas mulheres tendem a nascer prematuros e com atraso de desenvolvimento. Também têm mais chances de apresentar sequelas neurológicas, retardo mental, deficit de aprendizagem e hiperatividade.
Estudo da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) com dez grávidas que vivem na cracolândia, obtido com exclusividade pela Folha, mostra que apenas duas estão fazendo o pré-natal. Seis grávidas fumavam até dez pedras por dia. As demais chegavam a consumir 20 pedras.
Editoria de Arte/Folhapress

( cadê os defensores da vida agora ? onde está a turma que bate no peito pra falar que e contra o aborto, que é anti cristão fazer isso e todo aquele bla´, blá, blá ?

isso ninguém quer ver não é ? gostaria de saber se eles vissem isso o que diriam ? ah não estamos nem ai não é problema nosso , mas se meter em assuntos do estado sabem, qualquer tentativa de planejamento familiar, controle de natalidade lá vão eles pra impedir.

não pode camisinha, não pode pilula, pilula do dia seguinte já é aborto, tem uma ong inglesa que esteriliza viciadas em drogas pra que não façam filhos nestas condições, mas ai já falam que isso é nazismo, que interfere no direito delas, mas e isso ai ? deixemos isso aconteçer, pq não podemos interferir no vuco vuco dos viciados, mas o que será destaa crianças depois ?)

bebê, é arremessado de um carro e atropelado em seguida em SP

CONTROLE DE NATALIDADE JÁ, NÃO TEM OUTRO JEITO.

http://tvig.ig.com.br/noticias/brasil/imagens+mostram+veiculo+do+qual+bebe+foi+arremessado-8a4980263195f685013224e6bb8c29aa.html?x_ig_comments=True  ( neste outro video tem imagens de circuito interno onde mostraria um carro suspeito de ter jogado o bebê)