GLORIA MARIA fumou maconha e dai ? não foi aqui mesmo.

  • 1.jul.2016 - Glória Maria visita tribo rastafári na Jamaica e fuma maconha

    1.jul.2016 – Glória Maria visita tribo rastafári na Jamaica e fuma maconha

Glória Maria fumou maconha durante uma reportagem exibida pelo “Globo Repórter” desta sexta-feira (01). A jornalista viajou até a Jamaica para mostrar a cultura e tradições do país, onde o uso de maconha é permitido para fins religiosos.

Durante uma visita a uma tribo rastafári, ela recebeu um convite para participar de um ritual e acabou aceitando. “Eles estão querendo que eu prove isso também (maconha), eu não sei fazer essa oração, mas eles querem que eu tente. Recusar nem pensar, seria um desrespeito à tradição”, explicou a jornalista.

Após experimentar a “ganja”, nome dado para a maconha na Jamaica, Glória Maria explicou aos telespectadores a sensação que sentiu. “No primeiro momento fiquei totalmente tonta. Para quem não está acostumado, é preciso tempo para entender”, disse.

A lei que descriminalizou a maconha na Jamaica é recente. Entrou em vigor há pouco mais de um ano, mas a tradição de fumar “ganja” no país é antiga.

( primeiramente, a GLOBO colocou no ar a GLÓRIA fumando pq quis, quando poderia ter cortado esta parte, o que seria censura numa democracia, isso pq BOLSONARO não é presidente, senão a JAMAICA nem seria mostrada na tv.

não tem nada demas, num pais onde todos dão seu pega, seja rico, pobre, maconha é democrática, fumana a milênios, quer liberar ? que seja fora das cidades e pronto.

polêmicas a toa, já que combate as dfrógas não existe, não surte efeito em lugar nenhum, c ulpa do pobre que faz filhos sem controle.)

casal denuncia roubo de celular, e policia acha pés de maconha no quintal



Eles chamaram a polícia após suposta invasão a casa onde moram.
No quintal da residência havia vários pés de maconha

O Dia

Rio – No Humaitá, na Zona Sul do Rio, um casal vítima de uma suposta invasão de domicílio acabou sendo preso na manhã desta quinta-feira. 

Policiais do 2º BPM (Botafogo), após chegar à casa procurando o invasor que teria roubado um celular acabou encontrando no quintal uma vasta plantação de maconha.

Agentes da 10ª DP (Botafogo) foram até a residência, localizada na Rua Casuarina, na entrada do Parque da Catacumba, para realizar o trabalho de perícia. 

O casal foi encaminhado para a delegacia. O suspeito de invadir a casa não foi encontrado.

( casal burro, com o dinheiro da venda, dava pra comprar outro celular zerinho)  

menina de 6 anos passa mal ao fumar maconha em RIBEIRÃO PRETO (SP)

Uma menina de apenas seis anos foi parar no hospital depois de fumar um cigarro de maconha em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.
 
A mãe conta que a filha brincava com outras crianças na rua quando ganhou o cigarro de dois vizinhos — um adulto e outro menor de idade. Depois de fumar a droga, ela começou a passar mal.
 
— Ela estava meio passada, com o olhinho vermelhinho.
 
Acompanhada da polícia, a mãe levou a menina a um hospital. A médica que fez o atendimento confirmou que a menina usou a droga e que os efeitos estavam quase no fim.
 
Um inquérito policial vai ser aberto e o caso será investigado pela delegacia da Infância e Juventude. O Conselho Tutelar também foi acionado e quer ouvir as explicações da mãe.
( pois é não da mais pra brincar na rua sossegado, mas como pobre não mora m condomínio né ? a mãe não tem de explicar  nada, a policia tem de enquadrar quem ofereceu maconha a menina.
por isso que não da pra liberar drogas dentro das cidades, volto a falar 1000000 vezes se for preciso, liberem fora das cidades , ai cada um que use a sua maldita.) 

padrasto oferecia drogas a enteada viciada, em troca de sacanagem em SOROCABA

Um operador de máquina de 28 anos teria pago favores sexuais prestados pela enteada de 13 anos com maconha e cocaína. Ele próprio confessou a prática, conforme a Guarda Civil Municipal, e foi preso em flagrante na noite da segunda-feira. Está detido na Cadeia de Pilar do Sul e responderá pelas acusações de estupro de vulnerável, tráfico de droga e corrupção de menores. O padrasto foi descoberto porque a enteada levou um cigarro de maconha e um frasconete de cocaína para serem consumidos com outras cinco amigas de 13 e 14 anos no interior da escola em que estuda, num bairro da zona norte. A menina também responderá em liberdade por ato infracional porque teria oferecido droga às colegas.

As adolescentes foram descobertas enquanto utilizavam a droga embaixo de uma árvore no pátio da escola estadual. Elas fumavam o cigarro de maconha e o frasconete de cocaína estava na bolsa de uma delas. Segundo a Guarda Civil Municipal, duas adolescentes fugiram das funcionárias da escola e as quatro foram levadas para a sala da direção, onde uma delas assumiu que a droga era dela e acabou revelando com quem e como havia conseguido.

Questionada, a adolescente disse que o padrasto deu a maconha e a cocaína para que ela acariciasse o pênis dele. A equipe da escola acionou a Patrulha Escolar da Guarda Civil Municipal que saiu em procura do padrasto. Aos guardas ele negou que seja usuário de drogas, mas confirmou que cedeu a droga para que a menina lhe fizesse as carícias e pudesse tocar nos seios dela. O fato foi considerado como estupro de vulnerável porque aos 13 anos de idade, juridicamente, a vítima não tem o poder de discernimento. A violência sexual teria ocorrido na cama da mãe da menina, que tem 33 anos. ( ah não tem discernimento ? oras meu caros amigos, qualquer menor de rua que não tem tv sabe que todos os dias morre gente por causa de droga, seja de overdose ou dividas com o traficante.

e as demais meninas que consumiam ? tb não tem discernimento do que fazem ? como sempre passam a mão da cabeça de de menor, que faz o que faz pq sabe que se a casa cai nada respondem e ainda são tratados como vitimas, como sempre não pode mostrar a cara da infeliz .

e se não fossem flagradas ? tudo continuaria como está, ela é vulnerável kkkkkkkkkkkkkkkkk ah tá, só na cabeça de alguns zé mané da vida, claro que nada muda devido a interesses de manter este caos , afinal de menor é lucro , ah e sempre a velha pergunta, onde está a menina a esta hora e fazendo o que ?) 

merendeira é flagrada preparando maconha para os noias em SOROCABA

 

Por volta das 11h30 desta segunda-feira (10), uma merendeira de 36 anos – que não teve a identidade revelada – foi flagrada em uma praça da rua Oswaldo de Oliveira Rocha Filho, Parque das Paineiras,  com duas alunas da Escola Estadual Dionysio Vieira, na qual trabalha. Ela estava com dois tabletes de maconha em mãos, preparando cigarros da droga. 


Usuária confessa de maconha há mais de 20 anos, a suspeita é de que a merendeira esteja espalhando o vício entre os jovens ao vender entorpecentes próximo à escola,o
 celular da acusada, que foi apreendido, havia mensagens que sugeriam negociação de porções de drogas com uma outra pessoa. “Como a praça é um conhecido ponto de consumo e venda de entorpecentes, costumamos patrulhar aquela área pública”, explica o guarda civil municipal Augusto, que flagrou a mulher juntamente com os GCMs Corrá e Tiago.Os guardas da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) viram quando a merendeira jogou os tabletes de maconha atrás do banco da praça onde eles estavam. Apesar disso, num primeiro momento ela negou ser a dona da droga, mas diante das perguntas dos GCMs confessou que estava preparando os cigarros de maconha em frente as meninas de 14 anos.

Sem aula/As duas garotas contaram que, depois de chegarem atrasadas na unidade de ensino e serem proibidas de entrar,  resolveram ficar na praça até o término do horário letivo, pois temiam  a reação de suas mães. Com isso, telefonaram para um rapaz de 18 anos, que chegou minutos depois. A merendeira foi a última a chegar à praça, mas dividiu o banco com os menores durante o horário de almoço.

Elas disseram ainda à GCM que nunca fizeram uso de entorpecentes, apesar de estarem com a mulher. “Ela [a merendeira] disse para não corrermos quando a viatura chegasse, pois nada aconteceria”, explica uma das adolescentes.

Decepção/O marido da merendeira chegou ao Plantão Policial Norte para acompanhar o registro da ocorrência.

Visivelmente chateado, ele disse que a luta contra o vício da companheira é longa. “Ela usa a droga há mais de 20 anos. Já pedi para ela parar, mas nunca me ouviu. É uma vergonha isso tudo”, lamenta.

As mães das jovens também estiveram na delegacia. Ambas demonstraram tristeza por encontrarem as meninas no Plantão Policial.
As meninas possuem boas notas e nenhum histórico de crimes na unidade de ensino.

Ficha/ A delegada de plantão, Elisabete Molina, não considerou nenhuma das evidências do caso consistentes para gerar um flagrante de tráfico de entorpecentes ou de corrupção de menores. “Ouvi todos os envolvidos e em nenhum momento a merendeira ofereceu drogas para os menores. Não há indício da venda da droga. A quantidade sugere uso.”

A merendeira foi autuada  por posse de entorpecentes. Ela vai  responder pelo crime em liberdade.

Incidente deverá trazer várias consequências
A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo avalia como inadmissível a conduta da merendeira contratada pela Prefeitura de Sorocaba. “A direção da Escola Estadual Professor Dionysio Vieira solicitou à administração municipal que tome as medidas necessárias e substitua a profissional”, afirma a secretaria, por meio de nota.A assessoria da Prefeitura de Sorocaba esclarece que o serviço da merenda é fornecido por uma empresa terceirizada, que foi selecionada por meio de licitação. O valor enviado pelo Estado é repassado à empresa, que deve garantir o serviço e a mão de obra.Para o comandante da GCM, Carlos Eduardo Paschoini, o flagrante mostra tolerância zero a criminalidade em espaços públicos. “Os guardas municipais patrulham todas as áreas públicas da cidade, incluindo praças e parques, para que o cidadão tenha condições de desfrutar da cidade da melhor forma possível”, destaca.A secretaria estadual finaliza informando que as escolas realizam regularmente ações sobre o risco do uso de entorpecentes, por meio de programas educativos.( as meninas podem não usar, mas ficando na rua a toa, mas companhias, festinhas etc, a risco de acabarem entrando nessa, claro que a maconha seria para ouros usuários, isso não é tráfico ?

e o jornal como sempre não coloca foto da meliante em questão, mania de proteger certos tipos de criminosos, mas já que ela escapou de ir em cana, poderia aproveitar e largar de vez as drogas.  )

maconha, juventude, e pista de caminhada em SOROCABA, tudo deteriorado.

 sexta feira antes das 7 da manhã, ao passar por este lugar ai, 4 estudantes entre eles uma menina, um deles fumava um baseado, felizmente passei sem sentir o cheiro da coisa, em seguida eles vão embora a caminho da escola, um deles grita MACONHA .

não estão nem ai, afinal de menor, podem fumar a vontade, num lugar meio discreto, quem vai falar algo ?, a droga já ta banalizada mesmo, de que adianta uns na internet pregarem que querem andar armados, ter uma arma em casa, se não cuidam nem dos filhos ?

amanhã este de menor , pode estar aprontando por ai, já cedo no crime e ai ? se não cuidam da infância e juventude brasileira não adianta nada , notem na foto, que a grade que deveria estar ao lado, está faltando,  a pista de caminhada. já está deteriorada assim como este moleque .

conheça a igreja da maconha.

Reprodução

Na cidade de Americana (SP), sítio é sede de uma igreja rastafari que já foi palco de três batidas policiais com apreensão de dezenas de pés de maconha. A lei brasileira não permite o uso da cannabis para fins religiosos, mas esta igreja quer usar a jurisprudência do Santo Daime, permitido na legislação vigente. O chefe espiritual da igreja disse que investigou tudo sobre a crença pela internet e nunca teve contato pessoal com um rastafari jamaicano.

http://noticias.uol.com.br/videos/assistir.htm?video=em-igreja-maconha-vira-erva-sagrada-e-entra-ate-na-biblia-04024C1B3062DCA12326  ( pareçe comédia, mas é a realidade, vejam o video, liberdade de culto dá nisso ai, imagina o crime organizado, fundando igrejas assim ?, tráfico religioso)