ditadura no congresso, manifestantes sendo agredidos, RENAN CALHEIROS ditador

 

RENAN CANALHA CALHEIROS , manda esvaziar o plenário,mandou a  segurança do legislativo descer a lenha nos manifestantes, isso é tipico de países totalitários 

A sessão no Congresso Nacional está SUSPENSA! Depois que Renan Calheiros mandou a Policia Legislativa esvaziar as galerias, parlamentares da oposição impediram tal atitude!

Isso aconteceu em virtude de parlamentares pedirem para que o POVO que estava do lado de fora do Congresso Nacional pudessem ter acesso ás galerias pois estão vazias. Segundo Renan, foram distribuídas senhas para os partidos,proporcionalmente, para que utilizassem-nas para ocuparem as cadeiras. Mas, ou não quiserem repassa-las,ou quem as recebeu não quis entrar.

Houve parlamentar que disse que o impedimento PRESENCIAL era inútil já que as imagens estão (ou estavam) sendo transmitidas VIRTUALMENTE pela TV Senado, e também pelo Youtube!
QUASE DUAS HORAS neste embate,até que a Senadora Jandira Fegale disse não ter gostado que nas manifestações da galeria teria ouvido a palavra VAGABUNDA, e que achava ser um desrespeito e pediu o esvaziamento, o que o Senador Espiridião Amin disse que PERDOAVA ela, mas não ao Renan, caso atendesse ao pedido.

Renan já “enfurecido” com o barulho, e o “vai-não-vai” da sessão mandou esvaziar e logo depois encerrou a sessão e marcou nova sessão para esta quarta-feira, dia 3, às 10 horas da manhã.

( o povo tinha de invadir esta pocilga e expulsar todo mundo na porrada, RENAN, JANDIRA e cia , tinham de apanhar na bunda até ficar roxa e serem expulsos de BRASÍLIA pra sempre, esta lei ai, seria pra livrar DILMA de complicações e até mesmo evitar um impeachment contra ela.)

Link permanente da imagem incorporada

justiça de RIBEIRÃO PRETO decreta prisão temporária de atropelador

A Justiça de Ribeirão Preto decretou na sexta-feira (21) a prisão temporária do empresário Alexsandro Ishisato de Azevedo, de 37 anos, indiciado pelo atropelamento que resultou na morte do estudante Marcos Delefrate, de 18 anos, na quinta-feira (20) durante os protestos em Ribeirão. 

A decisão é da juíza da Segunda Vara do Júri e Execuções Criminais, Isabel dos Santos.
Ishisato está foragido desde a noite de quinta-feira. Segundo o delegado Paulo Henrique Martins, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), o empresário foi indiciado por quatro tentativas de homicídio doloso – quando há a intenção de matar.

A detenção é válida por 30 dias, mas pode ser renovada por igual período. A medida, de acordo com o delegado, serve para auxiliar nas investigações.

O corpo de Marcos Delefrate foi enterrado no fim da tarde de sexta-feira no Cemitério Bom Pastor em Ribeirão Preto. A morte do jovem causou comoção e levou 2 mil às ruas em um protesto pacífico pela cidade na noite passada.

Defesa
Na noite de sexta-feira, o empresário falou por telefone com exclusividade ao G1 sobre o atropelamento que aconteceu na Zona Sul de Ribeirão Preto.

Ishisato contou que saía do estacionamento de um supermercado no cruzamento da Rua Professor João Fiúsa e da Avenida José Adolfo Bianco Molina na noite de quinta-feira, quando se deparou com o grupo de manifestantes bloqueando o trânsito. No carro estavam apenas ele e a mulher. Segundo ele, os jovens teriam impedido a passagem e chutado o veículo.

'Estou arrependido, não queria ter feito isso', diz Alexsandro Ishisato, suspeito de atropelar e matar estudante (Foto: Reprodução/EPTV)Alexsandro Ishisato, suspeito de atropelar e matar
estudante (Foto: Reprodução/EPTV)

O empresário afirma que avançou com o carro sobre a multidão porque teve medo de ser agredido pelos manifestantes, que classificou como bandidos. “Eu estou arrependido, não queria ter feito isso, não queria tirar a vida de ninguém. Isso não é da minha índole. Não era um monte de estudante de verdade, era um bando de bandidos. Só tinha bandidos. Eles gritavam “eu sou bandido mesmo”. Eles davam paulada [no carro], me xingavam. Eu só queria sair dali, longe de mim querer fazer mal para alguém”, afirmou o rapaz.

Um jovem que participava do protesto filmou a confusão. As imagens mostram o carro do empresário parando diante dos manifestantes. Depois de uma discussão, Ishisato engata a ré e passa a ser ofendido por algumas pessoas. Nesse momento, ele acelera o veículo e avança sobre o grupo que estava no meio da rua. O estudante Marcos Delefrate, de 18 anos, morreu no local, vítima de traumatismo craniano. Outras 12 pessoas ficaram feridas, quatro foram levadas para hospitais, e já foram liberadas.

Ishisato fugiu do local sem prestar socorro às vítimas, e desde então está sendo procurado pela polícia. O veículo modelo SUV foi apreendido na casa dele, em um condomínio de luxo na Zona Sul de Ribeirão. Após ser periciado, foi constatado que o carro apresentava marcas de pés e parte do vidro do passageiro e uma lanterna quebrados. O carro foi levado para o pátio da polícia em Araraquara (SP).

O empresário não revelou onde se refugiou com a mulher, mas confirmou que não está em Ribeirão Preto. “Qualquer um que passasse pelo que eu passei, faria a mesma coisa. Eu estou com um corte de cinco centímetros na cabeça e só não fui fazer exame de corpo de delito porque eles vão me prender. Eu não quero ir preso, eu não sou bandido.”

O suspeito diz que pretende se entregar, mas teme represálias por causa da morte do estudante. “Só espero que isso tudo acabe logo. Eu queria me entregar em 24 horas, mas o meu advogado disse que se eu for para a rua vão me linchar. Estou esperando.”

Sexta-feira (21) - Manifestantes acendem vela em homenagem a memória do estudante Marcos Delefrate (Foto: Érico Andrade/G1)Manifestantes acendem vela em homenagem a Marcos Delefrate  ( este é o problema em andar de carro em manifestações, aquele atropelador de ciclistas do RS  tinha outros caminhos pra seguir, mas queria passar naquele, ai vcs viram o boliche que ele causou .
não sei se ai neste caso tinha outras alternativas de ruas, ele deveria ter ficado parado com o carro até todos passarem, poderia responder em liberdade , mas devido as manifestações, a juíza entendeu melhor prendê-lo mesmo até pra tentar acalmar a cambada.
agora todos gritarem eu sou bandido mesmo ?)

CACO BARCELLOS, é expulso por manifestantes em SP

Repórter foi expulso e jornalistas da Globo usam microfone sem logo da emissora

O jornalista da Globo, Caco Barcellos, da equipe do programa Profissão Repórter, foi expulso por um grupo de manifestantes que se concentravam no largo da Batata, zona oeste de São Paulo, por volta das 17h40 desta segunda-feira (17).
Ao encontrarem o repórter da emissora em gravação no local, as pessoas gritavam: a “Globo é mentirosa” e expulsaram o jornalista com palavras de ofensa.
Após o fato, a reportagem do R7 presenciou duas equipes da emissora gravando em meio a concentração com o microfone sem o logo de identificação da emissora.
O R7 procurou a assessoria de imprensa da TV Globo, mas até a publicação desta notícia não havia comentado.
Mais de 60 mil pessoas se concentravam no largo da Batata às 18h15.
O protesto estava marcado para as 17h. O movimento é organizado pelo MPL (Movimento Passe Livre). Até o fim desta tarde mais de 230 mil pessoas haviam confirmado presença no protesto.
Esta é a quinta manifestação realizada na cidade em razão do último aumento da passagem. A última aconteceu na quinta-feira (13) e foi marcada por atos de violência e repressão policial. ( claro que a emissora usa o PLANO B, ou seja repórteres sem logotipos nos microfones, disfarçados, pra que ninguém perceba que são da globo.
mas o CACO já é conhecido, só se botar peruca então, a GLOBO mesmo provocou tudo isso, sempre parcial, a favor dos governantes, da ditadura, por isso agora ta senso achincalhada .
o que ela fez ontem ? enquanto DATENA E CQÇ mostravam até ao vivo o que tava rolando nos protestos, a GLOBO ficava com sua TELA QUENTE, queria o quê ? pra depois vir no jornal da globo, mostrar só um resuminho da coisa ?)