mais 6 Ônibus incendiados em SOROCABA e ta tudo bem né ?

Os atos de vandalismo contra ônibus em Sorocaba continuaram neste final de noite de segunda-feira (26) e início de madrugada desta terça (27). Desta vez, seis ônibus foram incendiados na garagem da antiga TCS, situada na altura do número 5.000 da avenida Ipanema. O local abriga o patrimônio da extinta empresa, destinado a leilão

Quatro deles ficaram totalmente destruídos. Os outros dois ficaram parcialmente queimados. Todos os veículos pertencem à Breda Turismo. Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros foram deslocadas para combater o fogo.

Segundo os bombeiros, ainda não é possível saber se o ato de violência tem ligação com alguma organização criminosa da cidade. Os vândalos teriam entrado no local através de um terreno situado nos fundos da garagem.

A perícia técnica ainda vai determinar que tipo de combustível os invasores teriam utilizado para colocar fogo nos ônibus.

Durante o fim de semana, Sorocaba registrou dois casos de ataques a ônibus do transporte coletivo municipal. Os últimos incidentes deste tipo foram em 2006, quando o PCC (Primeiro Comando da Capital) comandou ataques na cidade.Porém, o modo como os atos criminosos foram praticados desta vez sugerem que a ação pode ter sido praticada por vândalos, segundo a polícia.É fogo/ No primeiro caso, um grupo de jovens ateou fogo nos bancos de um ônibus no Jardim Bonsucesso, nas proximidades do Parque Vitória Régia, zona norte. O veículo teve algumas poltronas queimadas e ninguém ficou ferido.

Já na noite de anteontem, guardas civis municipais que patrulhavam as imediações da avenida Itavuvu, também na zona norte, se depararam com uma fumaça densa e cheiro de queimado. Foi assim que, por volta das 22h30, eles encontraram um motorista de 33 anos ao lado de um ônibus completamente destruído pelas chamas, na rua Otto Alfred Geislee,  Jardim Maria Antônia Prado.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e fogo  contido. Além da perda total do veículo, a fiação elétrica da rua  ficou comprometida.
O motorista contou que três jovens, aparentando menos de 18 anos, exigiram que ele abrisse as portas do coletivo  que estava estacionado no ponto final. Um deles estava armado.

O trio, que estava encapuzado, exigiu que o motorista descesse sem olhar para trás e ateou fogo no ônibus. Ninguém ficou ferido.
Investigação/ Os dois casos registrados no fim de semana foram atendidos pela Guarda Civil Municipal e registrados no Plantão Policial Norte.
Por se tratar de incêndio criminoso, uma equipe pericial do Instituto de Criminalística avaliou a cena dos  crimes. Tudo foi registrado.

Alterações/ Nas noites de sexta, sábado e domingo, viaturas da  GCM (Guarda Civil Municipal) escoltaram os ônibus dos terminais até os pontos finais dos bairros mais distantes.

O comandante da GCM, Carlos Eduardo Paschoini, explicou  que essas ações preventivas poderão se estender durante a semana.

“Continuaremos a proteger os pontos finais dos ônibus em horários determinados. Se necessário, realizaremos o acompanhamento individual”, complementa.

Ele avalia os incidentes como isolados. “Os autores não foram localizados e, até o momento, os incidentes estão sendo avaliados como isolados.”
Esta é a mesma avaliação feita pela Polícia Militar, que tem atuado com patrulhamento intensificado em algumas partes de Sorocaba. “A Polícia Civil está trabalhando para identificar os responsáveis pelos ataques aos ônibus que são considerados casos isolados”, reforça o capitão da PM Vanclei Franci.

A Urbes informa que o transporte coletivo está atendendo a população normalmente.

Boatos de ataques interrompem rotinaDesde o início do mês os boatos de possíveis ataques feitos pela facção criminosa da capital paulista têm se intensificado em Sorocaba. Com isso, os veículos de comunicação e os números emergenciais que atendem a cidade recebem centenas de relatos de crimes e de situações hostis envolvendo toque de recolher.Porém, os comandos da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal pedem cautela aos moradores. “Durante os últimos dias tivemos muitos boatos que, em sua grande maioria, se mostraram infundados”, afirma  o capitão da PM Vanclei Franci em entrevista   concedida na manhã de ontem.
Ele explica ainda que todas as informações são devidamente checadas. “Temos de tratar com muita cautela todas as informações, pois tais boatos têm o único propósito de espalhar o medo entre os sorocabanos.”Já  o comandante da GCM, Carlos Eduardo Paschoini, avalia que muitos aproveitadores estão tentando intimidar a população. “Os moradores não precisam ficar preocupados, pois as forças policiais estão trabalhando de forma integrada para deixar a comunidade mais segura, tanto de forma ostensiva quanto preventiva”, diz.

A PM finaliza destacando que a atuação integrada (PM, Polícia Civil, GCM e Urbes) está trazendo resultados satisfatórios. “As informações estão chegando e estamos trabalhando intensamente”, conclui o capitão da PM.

Um criminoso completoNa manhã de ontem, Eliazar de Oliveira, 53 anos, foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória após ter sido indiciado por tráfico de entorpecentes e posse ilegal de arma de fogo. Ele foi preso na noite de anteontem, na Vila Haro, zona leste de Sorocaba.O setor de inteligência da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) averiguou informações sobre a provável venda de drogas em uma casa da rua José do Patrocínio.Com isso, a  polícia  seguiu ao endereço e observou,  mais uma vez, a movimentação na casa. O acusado foi abordado no portão da casa e permitiu a entrada dos policiais, alegando que não havia nada ilícito.
Na residência foram apreendidos um liquidificador industrial, uma balança de precisão, flaconetes vazios, três revólveres, munições, dois coletes balisticos e 570 flaconetes de cocaína prontos para venda, além de R$ 90. “A casa funcionava como uma refinaria”, conta  o delegado responsável pela Dise, Alexandre Banietti.

A Polícia Civil irá investigar também a procedência dos coletes balisticos e das armas. “Uma das possibilidades é que os coletes tenham sido roubados ou furtados e que ele poderia alugar ou guardar os equipamentos para outros criminosos que praticam roubos.”
Eliazar tem passagens  por tráfico de drogas, rapto consensual, homicídio e porte de arma de fogo.


90% dos boatos seriam mentira, diz polícia; os demais estão sendo devidamente averiguados 
Teorias não são descartadasTanto o capitão da PM quanto o comandante da GCM dizem não descartar possibilidade de ataques envolverem membros de facções criminosas, porém a possibilidade seria mínima e está sendo investigada pelo setor de inteligência da Polícia Civil. Moradores podem colaborar com informações no 181, 190, 197 e 199.( os autores não são pegos e mesmo que sejam, a verdade mesmo não seria divulgado a população pra não causar pânico , ou seja, preferem que fiquemos sem saber se SOROCABA corre risco de guerra entre policia e PCC.
só vemos ter certeza se estourar de vez tiroteios em toda a cidade, e houver o medo e terror nas ruas, bem pais de banana nanicas, povo submisso é isso )

bebum , causa rebu em ônibus em SOROCABA

 

Dezenas de passageiros da linha Júlio de Mesquita viveram momentos de terror na tarde deste sábado (15), depois que um homem sacou um facão dentro do ônibus e passou a apontar para as pessoas que estavam no coletivo.


Apesar do susto, ninguém ficou ferido e o indivíduo armado, identificado pela polícia como Reginaldo Lima dos Santos, de 30 anos, foi detido acusado por porte ilegal de arma branca e encaminhado para a delegacia do plantão sul, onde causou mais confusão, pois desacatou autoridades e danificou a cela.
Segundo testemunhas, Reginaldo embarcou no ônibus no terminal Santo Antônio, pouco antes das 15h, e assim que o veículo saiu em direção ao bairro, começou a incomodar os passageiros verbalmente.

Mas na altura da rua Sete de Setembro teria ficado mais agressivo. “Ele puxou uma faca enorme de dentro de uma bolsa e começou a passar na língua, até que apontou para uma moça e desesperou todo mundo” diz a doméstica Lúcia Godinho, 53. “Teve gente que tentou até pular pela janela”, afirma.

A aposentada Neila Marques, 62, foi uma das que mais se assustou,  pois estava ao lado do acusado, junto da filha e do neto, de apenas 2 anos. “Ele começou a dizer que podia fazer o que quisesse, e nós ficamos aterrorizadas”, conta.

A senhora lembra que logo que o homem entrou no ônibus percebeu que havia algo de errado com ele. “Estava visivelmente alterado”, diz.

Reginaldo foi dominado pelos próprios passageiros quando o ônibus se aproximava da Praça 9 de Julho, até a chegada da Polícia Militar.

Na delegacia/ Ao chegar na delegacia do plantão sul, para o registro do boletim de ocorrência, Reginaldo começou a xingar os policiais. Para evitar o tumulto, ele foi levado para a cela. Agitado e violento, ele rasgou a blusa de uma investigadora e do agente de telecomunicações. “Ele não estava apresentando ameaça e, de repente, ficou com o comportamento alterado”, diz a delegada Silvia Elmara Monteiro. 

Reginaldo responderá por porte de arma branca, desacato a autoridade e dano ao patrimônio público, já que danificou as paredes da cela. Ele continuará preso se não pagar a fiança.( um dos PMs que reside no mesmo bairro do elemento, ele seria trabalhador, imagine se não fosse.) 

ameaça de greve de busão em SOROCABA, todo ano esta palhaçada

Caso a greve aconteça, 30% da frota deverá ser mantida em circulação – Por: Luiz Setti
Mais fotos…

Sem avançar nas negociações com o setor patronal, os motoristas do transporte coletivo de Sorocaba decidem, nesta segunda-feira, durante assembleias marcadas para as 10h e para as 18h se entram, ou não, em greve. O Sindicato da categoria se reuniu, no decorrer da semana, com os representantes das empresas para discutir o índice de reajuste salarial, mas não houve, até o momento, acordo. Os condutores reivindicam a reposição inflacionária medida pelo Índice do Custo de Vida (ICV), projetada em 5,37% mais 5% de aumento real; em resposta, obtiveram 6,88%.

A pauta inclui, mais, aumento de 10% do PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e do tíquete refeição, além de redução da jornada. Um novo encontro entre as partes deve ocorrer na segunda-feira antes das assembleias. Se não houver entendimento, os profissionais paralisam suas atividades dentro de 72 horas, prazo previsto em lei para tanto. O Sindicato também deverá notificar, nesse período, a Prefeitura. Ainda em cumprimento à legislação, caso a greve aconteça, 30% da frota deverá ser mantida em circulação. Devido a este ser um ano eleitoral, o componente político deve pesar no encaminhamento das discussões.

Por enquanto, a Urbes, que gerencia o setor, não interveio nas negociações, mas, se houver necessidade, deve mediar as tratativas. Com o índice oferecido pelas empresas, o salário dos motoristas passaria dos atuais R$ 2,1 mil para R$ 2,2 mil; a meta é elevar esse valor para aproximadamente R$ 2,4 mil.

Em 2011, a greve foi evitada graças ao atendimento da reivindicação. O preço da passagem passou de R$ 2,65 para R$ 2,85. A concessão do reajuste deverá resultar num novo aumento e a tarifa poderá ultrapassar a casa dos R$ 3. Os motoristas estão em estado de greve desde a semana passada, quando recusaram o índice oferecido pelas empresas. Na oportunidade, usaram camisetas com os dizeres “Fortes e Preparados”. 

“Esse é o espírito da categoria. Ninguém deseja a greve, mas em defesa dos interesses dos trabalhadores poderemos, sim, decretá-la, se as negociações não evoluírem. Aproveitamos, inclusive, para alertar à população. Vamos para uma nova rodada na segunda-feira (amanhã) esperando que os patrões mostrem-se mais receptivos às nossas reivindicações. Que tenham, principalmente, bom senso. Com isso, evitaremos o pior”, disse o vice-presidente do Sindicato, Francisco França da Silva. ( todo ano vem esta palhaçada e o povo aceita tudo, só ficando no impasse de uma paralisação .

ACORDA POVO, BOTA ORDEM NA CASA)

ouvir som alto em busão vai dar multa agora em SOROCABA, vamos ver no que vai dar

O agente de bordo, Luiz Camargo, orienta adaptação ao fone de ouvido

O agente de bordo, Luiz Camargo, orienta adaptação ao fone de ouvido

 
Após um dia cansativo, o que todo trabalhador deseja é entrar no ônibus rumo à sua casa, conseguir um assento e descansar. Porém, a inconveniência de alguns usuários do transporte coletivo acaba com o sossego dos demais. O uso de MP3, televisor portátil e celular sem fone de ouvido incomoda a maioria das pessoas que depende do transporte. As inúmeras reclamações fizeram com que nascesse o projeto de lei que multará a pessoa que utilizar aparelho alto-falante durante a viagem.

A promotora de vendas, Angélica Gomes, 32 anos, aprova a nova norma. “Venho cansada do serviço e sempre tem alguém dentro do ônibus ouvindo músicas, cujas as letras são de baixo calão. Ninguém é obrigado ouvir o que não quer”, reclama.

Cansado de ouvir tantas denúncias durante o serviço, depois do seu expediente, o agente de bordo Luiz Gustavo Camargo, 20, pega seu mega fone de ouvido e esquece de tudo. “Durante meu trabalho, solicito aos usuários que desliguem o aparelho ou usem o fone, mas eles não me dão ouvidos”, opina.

Segundo o agente, o episódio acontece, geralmente, nas linhas que atendem a zona norte, como Parque Vitória Régia, Laranjeiras e São Guilherme.

Já a auxiliar administrativo, Érica Tello, 46, é contra a lei e acredita que todas as pessoas têm de ter educação. “Um pouco de ética não faz mal a ninguém. Não precisa radicalizar”, diz.

Admirador das músicas lentas, o vigilante Mauro Donizeti, 53, não gosta de incomodar nem de ser incomodado. “Se as pessoas tivessem o mínimo de ‘semancol’ não haveria necessidade de criar uma lei”, opina.

Até o chão, não/O funk é o estilo de música mais criticado pelos usuários de ônibus. A operadora de caixa, Evelyn Bordas, 30, afirma que não desgruda do seu fone de ouvido para se poupar das letras que não curte. “Ouço rock. Já vi alguns agentes de bordo pedindo para outros usuários abaixarem o volume, mas o desrespeito é total”, complementa.

Na opinião do estudante Lucas Barbosa, 17, o rap também entra para a lista das músicas desagradáveis. “São letras pesadas”, alega.

Urbes tenta promover a pazCampanha de conscientização solicita aos passageiros que não liguem o som
Os usuários do transporte coletivo têm o direito de reclamar do serviço ou da atitude dos demais passageiros. Basta acionar o órgão responsável: a Urbes – Trânsito e Transportes.

A empresa informa que, no ano passado, teve reclamações de usuários quanto ao desconforto provocado pela utilização de equipamentos portáteis de som por outros usuários.

A partir de julho de 2011, a autarquia começou uma campanha. Os veículos ganharam cartazes buscando conscientizar o uso desses aparelhos de forma adequada, sem causar transtornos aos demais passageiros.

A orientação aos usuários é para utilizem o fone de ouvido, não ligar aparelhos de som dentro do coletivo e que respeitem o próximo, para que a viagem seja tranquila.

Desde o início da campanha, o volume de denúncias diminuiu, de acordo com a Urbes. Porém, a lei deve reforçar que contratempos ocorram durante o embarque .“Quanto à  lei ainda não temos informações completas a respeito da propositura”, declara a autarquia.

Liga o som aí/ Dos 389 veículos da frota do transporte coletivo, 125 possuem rádios. Segundo as concessionárias, os aparelhos foram instalados por solicitação dos motoristas.
Quem descumprir lei terá de desembolsar R$ 50
A aprovação na Câmara foi unânime. Principal objetivo da lei é garantir conforto aos passageiros do transporte coletivo de Sorocaba e evitar brigas
O uso de aparelhos alto-falantes para música ou rádio dentro do transporte coletivo urbano a partir de agora irá gerar multa. Os vereadores de Sorocaba votaram ontem o projeto de lei 413/2011 que foi aprovado por unanimidade.

O criador do projeto, o vereador Francisco França (PT), relata que após ouvir inúmeras reclamações tanto da população, quanto dos motoristas e dos agentes de bordo, decidiu que era hora de acabar com o incomodo.

A lei agora seguirá ao gabinete do prefeito Vitor Lippi, para que seja sancionada.

Dor no bolso/A fiscalização dentro dos ônibus ficará por conta da prefeitura.

Os usuários que desrespeitarem a lei, primeiramente serão advertidos ou convidados para desembarcar. “O valor da multa deve ser R$ 50 e dobra em casos de reincidência. Os responsáveis por menores de idade responderão pelo ato”, explica o vereador.

Sobre a campanha de conscientização da Urbes, França opina que para surtar efeito é preciso mexer no bolso do infrator. “Apenas com penalização as coisas funcionam, infelizmente.”

De acordo com o criador do projeto, o objeto é proporcionar conforto e tranquilidade aos usuários. “O trabalhador está cansado e não é obrigado a escutar músicas que não gosta.”

118 ligue no número da Urbes para fazer denúncias ou reclamações
InternetPelo site www.urbes.com.br também é possível registrar queixa.
Outras açõesAlém da campanha pela uso do fone de ouvido, a autarquia promove ações como Álcool e Direção, o cadastramento para o uso de idosos e deficientes físicos, o Pedala Sorocaba, a Minicidade de Trânsito e o programa passagem por R$ 1 aos domingos e feriados.
( é dificil, pois geralmente o cara que toca som alto é de menor, mora em periferia e é barra pesada, ou seja não admite ser repreendido e faz até ameaça de sabe com quem ta mexendo ?  
mas tb celular na mão de qualquer um, e tem tb caixinhas de musica, podem reparar que moleque tem um que andando de bicicleta impoem seu som pra todos, teve um noia que falou estes dias, que me contaram.
– EU NÃO OBRIGO NINGUEM A OUVIR MEU SOM ! ué se vc toca alto é o que ? ta impondo aos outros ouvirem seus funks, ou sei lá mais o que, geralmente é funk, é o ritmo mais tocada pela molecada e adultos em seus carros, que circulam tocando alto ou quando estacionam ainda abrem a porta pra todos terem de ouvir, achando que tão abafando.


a lei vai ser cumprida ? vai dar certo ? veremos.) 

motorista de ônibus passa mal, e é espancado em SP

Motorista de ônibus passa mal, bate e é linchado

SÃO PAULO – Um motorista de ônibus foi espancado até a morte no fim da noite deste domingo, em Sapopemba, na Zona Leste de São Paulo, depois que bateu em três carros e três motos. Edmilson dos Reis Alves, de 59 anos, passou mal ao volante e perdeu o controle do coletivo, que acabou atingindo veículos estacionados. Ele teria sofrido um derrame cerebral. Uma passageira que viu o motorista passar mal puxou o freio de mão do ônibus e conseguiu parar o coletivo.

Na praça perto da rua onde o ônibus perdeu o controle acontecia um baile funk, com cerca de 300 pessoas. Um grupo de homens ficou revoltado, achando que o acidente foi imprudência, apedrejou o coletivo e retirou o motorista desacordado do ônibus. Alves foi linchado. Ele chegou a ser socorrido, mas acabou morrendo. Aposentado há dois anos, preferiu continuar trabalhando para complementar a renda.

A polícia, que não sabe ainda quantas pessoas participaram do crime, faz buscas pela região. Ninguém foi preso.

http://noticias.r7.com/sao-paulo/noticias/motorista-de-onibus-morre-apos-bater-em-quatro-carros-e-uma-moto-na-zona-leste-20111128.html  ( no link vc tem o vídeo da matéria , bem ainda não está confirmada como o motorista morreu, se foi de mal súbito , derrame cerebral sei lá, ou se foi devido ao espancamento provocado por esta corja de anormais.

e agora JOSÉ, pergunte se alguém, que espancou , vai se entregar a policia e dizer que se arrepende, que não sabia que o homem tinha passado mal antes ? ninguém vai, pq quem faz isso é tão bandido como qualquer outro, e ainda vem gente na net que quer que o povo tenha arma de fogo pra se defender de bandido.

claro que isso viraria faroeste, se ali estivessem todos armados, tinham feito peneira do pobre homem, ah mas a empresa é culpada, o cara tava aposentado, pq deixaram ele trabalhar ? ai a empresa é que teria de responder.

nada justifica isso, tb tinha de ser baile né ? gente bebendo, ai deu nisso.)

o drama para se conseguir um transporte publico em SOROCABA

pra que mora em SOROCABA, existem duas maneiras de se andar de ônibus, pra quem vem de fora pra morar aqui, ja fiquem ligados então :

  o cartão social, se vc o tem e não usa faz tempo ATENÇÃO, se vc tentar recarregá-lo pra andar de onibus , vai descobrir que ele está bloqueado e pra desbloquear terá de iraté o terminal ou talvez na casa do cidadão ai da sua região, tentei recarregar na lotérica segunda feira  31/10/11 e não consegui, estava bloqueado.

  o unitário veio pra substituir aquele pequeno passe, que era mais fácio de colocar na catraca e adentrar o busão, este alem de ser magnético tem de ser lido, pra depois ser introduzido , dando acesso ao busão, mas para encontrá-lo ? aqui no meu bairro no unico ponto de venda credêncviado pela URBES estava esgotado, tive de andar até quase um bairro vizinho para achar.

MAS CUIDADO, se vc vai comprar passes em lugares não credênciados pela URBES, estes cartões podem não ter crédito, ai vc tem de contar com a boa viontade do motorista em te deixar entrar pela porta de trás, aconteçeu isso comigo na segunda, os dois cartões que comprei não tinham crédito, voltei ao lugar onde comprei e informei ao dono da loja.

ainda bem, que não uso transpórte todo dia , imagine se usasse.