selinho do curintia vira caso de policia

Emerson Sheik deu selinho em amigo e foi intimado a depor na polícia

A Polícia Civil de São Paulo pretende investigar um grupo de cinco torcedores do Corinthians por suposto caso de homofobia contra o jogador de futebol Emerson Sheik. A Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) colherá depoimento do atleta e de Marco Antônio de Paula Rodrigues, presidente da torcida organizada Camisa 12, por causa do episódio em que o atacante publicou em redes sociais uma foto em que aparecia dando um “selinho” no empresário Isaac Azar, dono de um restaurante em São Paulo.

Emerson Sheik publicou a imagem no último domingo, horas depois de o Corinthians ter vencido o Coritiba por 1 a 0 no Pacaembu em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, um grupo de torcedores reagiu e foi ao centro de treinamento do clube para protestar.

Identificados como membros da organizada camisa 12, os adeptos alvinegros levaram faixas com dizeres como “Viado não”, “Respeito é para quem tem” e “Vai beijar a p.q.p. Aqui é lugar de homem”. Além disso, entoaram gritos de cobrança e prometeram “tumultuar a vida” do jogador caso não houvesse uma retratação.

Nesta sexta-feira, a delegada Margarete Barreto, titular da Decradi, ouvirá a versão de Rodrigues, presidente da Camisa 12. O depoimento de Emerson Sheik sobre o caso está marcado para a próxima segunda-feira. Como não foram intimados, o dirigente da organizada e o jogador de futebol não têm obrigação de comparecer à delegacia.

Segundo Margarete Barreto, o protesto dos torcedores caracteriza crimes de injúria e ameaça, cujas penas podem render detenção de um a seis meses. “Mas cabe ao atleta registrar queixa. Ele é o maior interessado”, disse a delegada.

Independentemente disso, a ideia de Margarete Barreto é investigar cinco torcedores do Corinthians por causa do protesto de segunda-feira. Os nomes dos adeptos ainda são mantidos em sigilo.

A ideia da delegada é fazer até uma investigação mais ampla do que o protesto. “[Queremos saber] por que os gays são proibidos de frequentar a quadra da torcida”, exemplificou.( por culpa de quem ? ah dos torcedores que foram criar caso, imaginem um selinho no campo , ao vivo na tv então o que daria ?

mas houve agressão 😕 depredação ? não né ? a delegada ta querendo se aparelçer ou prevenir antes que haja tragédia ?

e a mídia avida por sangue, fica toda hora falando tb, os bandidos agredeçem a policia por perder tempo e dinheiro dos impostos do povo pra um casinho destes.) 

curintianos querem ferver SP na quarta feira dia 28

Após a decisão da Conmebol em punir o Corinthians pela tragédia ocorida em Oruro, na Bolívia, alguns corintianos, indignados com a proibição da presença da torcida alvinegra nos jogos da Libertadores até que o caso seja resolvido, decidiram organizar atos para a próxima quarta-feira, quando o Corinthians enfrenta o Millionarios (COL), no Pacaembu.


“Você Corintiano! Está convocado para aparecer na Praça Charles Miller”, diz o pôster de uma das campanhas, lançada no Facebook e que destaca a face de Andrés Sanchez, ex-presidente do clube. A imagem é uma referência à clássica figura do “Tio Sam”, personificação nacional dos Estados Unidos da América, e utilizado na Primeira Guerra Mundial para convocar os americanos.

Outra imagem também já circula pelas redes sociais. “Se lá dentro cabem 40 mil e não nos deixarem entrar, lá fora cabem 1 milhão gritando sem parar! Vai ser a maior festa que esse país já viu”, são os dizeres da campanha.

A intenção é reunir o máximo de torcedores possíveis para estarem presentes na Praça, que fica localizada na frente do estadio do Pacaembu, no dia do jogo contra os colombianos. 

 

aCampanha coloca ex-presidente Andrés Sanchez como Tio Sam – Reprodução/Facebook 

 

sOutra imagem convoca torcedores à comparecerem na frente do estádio no dia da partida – Reprodução/Facebook 

Entenda o caso

Um triste incidente manchou a história do futebol na noite da última quarta-feira. Durante a estreia do Corinthians na Libertadores, contra o San José, na Bolívia, o torcedor local Kevin Beltran Espada, de 14 anos, morreu depois de ser atingido no olho por um sinalizador. O ocorrido pode resultar na perda de pontos ou até na exclusão do Timão no torneio continental.

 

Isso porquede acordo com a polícia boliviana, o artefato foi lançado pela torcida corintiana que foi ao Estádio Jesús Bermudez, na cidade de Oruro. O jovem era nascido em Cochabamba, cidade onde o Timão se concentrou para sua estreia. Ele viajou para assistir à partida e foi atingido no olho pelo artefato. O torcedor foi levado ao Hospital Obrero, em Oruro, mas não resistiu aos ferimentos.

 

O ocorrido, obviamente, gerou revolta da torcida do San José e total comoção do Corinthians. Logo que ficaram sabendo do incidente, os torcedores começaram a chamar os corintianos de “assassinos” e os juraram de morte. Os atletas que não haviam sido relacionados e alguns membros da comissão técnica tiveram que sair do camarote onde assistiam à partida para não serem agredidos.

 

Enquanto isso, o técnico Tite e o gerente de futebol Edu Gáspar choravam pelo ocorrido. Otreinador chegou a dizer que trocaria o título mundial que conquistou no ano passado pela vida do garoto. Já o dirigente lembrou que poderia ter acontecido com qualquer um e não conseguiu segurar a emoção ao mencionar que seu filho também vai a estádios de futebol, além de oferecer assistência para a família da vítima.

 

Em seu site oficial, o clube divulgou uma note de pesar. Apesar da morte do garoto, no entanto, o diretor de futebol Roberto de Andrade não acredita muito em uma punição ao Timão.

 

A polícia deteve 12 torcedores do Corinthians, que permanecem na Bolívia até a apuração do caso. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o presidente do San José, Freddy Fernandez, afirmou que os policiais têm certeza de que o sinalizador foi disparado pela torcida brasileira.  (pra isso , brasileiro sabe protestar e o restante do pais que se dane, corrupção, miséria, mensalão, que se exploda, o que interessa é o futebol. 

 ai vem a frase, ah por causa de uns dois , milhões de corintianos serão punido sem poder ir ao estádio ?  

mas se não for assim , a violência não tem solução . 

o torcedor deveria policiar uns aos outros, para evitar que os baderneiros fizessem o caos prevaleçer, mas preferiam se calar, então que fiquem em casa. 

QUARTA FEIRA EM SP, é melhor chamarem até as forças armadas pra garantirem a ordem. )

porcos arrebentam o PACAEMBU, futebol tem de jogar sem torcida mesmo

DJALMA VASSÃO / Gazeta Press

 que torcedor de futebol tem de ser chifrudo isso é fato mesmo, o cara em vez de suar encima de uma mulher, fica ai quebrando estádio por causa de uma pelada de 22 peludos atras de uma bola . 

e ainda vai ficar vendo os programa de tv, debaterem o jogo, mostrando os gols, ou seja o baderneiro ainda é masoquista. 

o CORINTHIANS ri disso ai, mas amanhã eles farão a mesma coisa naquela bosta de ITAQUERÃO, já que usaram o dinheiro do pais todo mesmo, o estádio nem do clube é na realidade, e isso ai, lá vai o estado pagar este prejú ai, quando esta porcada é que tinha de arrumar tudo e sair do bolso deles. 

pq não quebram o congresso e expulsam todo mundo de lá, seria mais útil então, veja outras fotos desta zorra abaixo: 

http://esportes.r7.com/futebol/fotos/palmeirenses-brigam-e-destroem-o-pacaembu-apos-derrota-veja-20120917-3.html#fotos