TRE- RJ de bosta, censura vídeo de humor do grupo porta dos fundos

 

nesta terça-feira, o Google retirou um vídeo do canal de humor Porta dos Fundos do ar por determinação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio de Janeiro. Em nota, o órgão explicou que o filme, chamado “Você Me Conhece”, faz propaganda negativa do candidato ao governo Anthony Garotinho (PR) ao associá-lo a um criminoso fictício. Em caso de desobediência, a empresa pagará multa diária de R$ 100 mil.

O vídeo, antes veiculado no YouTube, mostra o candidato a deputado federal Tião do Fuzil ameaçando atirar na cabeça de um refém, Marcelo, se não receber o voto do “eleitor brasileiro”. “O Brasil sabe que eu nunca roubei, matei nem estuprei ninguém sem motivo”, diz o personagem ao defender sua suposta confiabilidade. Após afirmar que também sequestrou a mãe, o pai, a irmã e a mulher do refém, o criminoso anuncia o bordão “pela família, pela vida, vote Tião; para governador, Garotinho”.

( TRE-RJ VTNC  , tribunal se preocupar com isso ? a violência só aumenta, as UPPS são um verdadeiro engano, o tráfico ronda as comunidades que se acham pacificadas ,mas tem gente preocupada com vídeo de humor.) 

FÁBIO PORCHAT, ameaçado por causa de vídeo considerado humilhante a PM, ( ai bando de loucas) só se ofende quem deve.

 

  • 2.dez.2013 - Fábio Porchat na cerimônia de premiação dos Brasileiros do Ano, em São Paulo2.dez.2013 – Fábio Porchat na cerimônia de premiação dos Brasileiros do Ano, em São Paulo

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo publicada na última segunda-feira (10), a família de Fábio Porchat está preocupada com a integridade física do humorista, que vem recebendo diversas ameaças após protagonizar o vídeo “Dura”.

Postado na web pelo grupo Porta dos Fundos, o esquete já foi visto por mais de 4,2 milhões de pessoas e ironiza o trabalho de policiais militares do Rio de Janeiro, o que acabou repercutindo de forma negativa entre um grupo que se autodenomina “defensores dos policiais militares”.

De acordo com reportagem da Folha de S.Paulo publicada na última segunda-feira (10), a família de Fábio Porchat está preocupada com a integridade física do humorista, que vem recebendo diversas ameaças após protagonizar o vídeo “Dura”.

Postado na web pelo grupo Porta dos Fundos, o esquete já foi visto por mais de 4,2 milhões de pessoas e ironiza o trabalho de policiais militares do Rio de Janeiro, o que acabou repercutindo de forma negativa entre um grupo que se autodenomina “defensores dos policiais militares”.

No “Blog do Soldado”, diversas críticas foram publicadas ao vídeo, que mostra dois policiais sendo extorquidos e humilhados por cidadãos comuns.

“Pois bem, esse humoristazinho (sic) achou que pode postar um vídeo e humilhar toda classe policial militar e que isso fosse ficar por isso mesmo? Está muito enganado, Fabio Porchat. Você não sabe o ódio que despertou em todos nós policiais militares, ao postar esse vídeo”, diz um dos comentários postados no blog.

Além de dizer que Porchat deveria “levar umas belas porradas” e ser “metralhado no rosto com tiros de fuzil”, o autor do texto publicado no blog diz que o esquete é uma “total falta de respeito com os policiais militares e uma humilhação pública de uma classe profissional, que, inclusive, seus membros dão a vida em muitos casos em defesa desta sociedade podre”.

Frente às ameaças, o pai do humorista e ex-deputado federal Fábio Porchat procurou a ajuda do vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), para identificar os agressores. Em carta, Fabio Porchat pai afirma que o humorista vem sofrendo ameaças apócrifas e anônimas nas redes sociais e por isso teme pela segurança do filho.

Álvaro Dias, junto à Mesa do Senado, determinou o envio de um pedido de recomendação ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para que as autoridades policiais possam garantir a integridade física do humorista.

Além de pedir ao governador do Rio, Sergio Cabral, maior atenção sobre o caso, o senador Álvaro Dias vai pedir ainda à Comissão de Direitos Humanos do Senado que investigue o “Blog do Soldado”, que já foi retirado do ar.
Em nota, a Polícia Militar do Rio de Janeiro declarou que defende a liberdade de expressão e não pretende punir o grupo. Quanto às ameaças a Fabio Porchat, a instituição afirmou que “todo cidadão tem direito de acionar a Justiça caso se sinta prejudicado”.
 
( quem se ofende é pq deve, um policial honesto, dedicado nem tem tempo de ficar na internet .
 
isso é coisa de desocupado, vai ver tava procurando manifestante pela web e deve ter topado com este vídeo ai, resolve denunciar, alegando desrespieto, mi,mi,mi, coisa de fascista.
 
esculacha, humilha pobre por ai, e depois se ofende por causa de vídeo ?)

 

FELICIANO quer retirada de vídeo do grupo de humor porta dos fundos

 

O deputado federal Marco Feliciano usou sua conta no Twitter para iniciar uma campanha contra um vídeo do coletivo de humor Porta dos Fundos.

Publicado nesta segunda (19), o vídeo “Oh, Meu Deus!” mostra a atriz e cantora Clarice Falcão interpretando uma mulher que vai ao ginecologista e lá descobrem uma imagem de Jesus Cristo em sua vagina. A descoberta da imagem provoca uma peregrinação para ver as partes íntimas da moça.

Incomodado com o conteúdo do vídeo, o pastor evangélico escreveu no microblog “Assim caminha a humanidade… Video podre! Ajudem a denunciar para retira-lo do ar —>” e reproduziu o link do vídeo.

Até o momento da publicação deste texto, o post de Feliciano já havia sido retuitado 249 vezes. O vídeo do Porta dos Fundos já foi visto por mais de 283 mil pessoas.

Conhecido pelo humor politicamente incorreto, o Porta dos Fundos já havia abordado religião em vídeos como “Demônio“, “Deus” e “Confessionário

João Vicente do Castro, um dos sócios do Porta dos Fundos, conversou com o UOL sobre a polêmica. “O vídeo fez muito sucesso, não faço muita ideia do que o Feliciano falou, mas… a gente não vai tirar do ar, só isso”, garantiu.

“Se você for se preocupar com todos os vídeos que soltamos, sempre vai ter alguém para ficar incomodado”, disse o empresário e ator. “A gente também não pode parar de fazer o nosso trabalho com medo de alguém se magoar.”

Castro explicou que já houve casos nos quais o Porta dos Fundos já se desculpou, quando uma pessoa se sentiu ofendida por determinado vídeo. “A gente respeita evangélicos, muçulmanos, católicos, todo mundo”, disse. “A gente não vai botar no ar, por exemplo, algo sobre o Holocausto, já que é um tema que causou muita dor nas pessoas.”

Alegando que mesmo os alvos das piadas do Porta dos Fundos, como gays e mulheres, costumam gostar das esquetes, o sócio defende o humor do grupo. “Eu não vou falar que o nosso humor é fofinho. Às vezes, a gente traz algo mais apimentado pra tela”, afirmou. ( internet  vê quem quer, se vc se ofendeu com um certo site de humor, ou qualquer outra coisa, vc nunca mais clica nele, simples assim.

afinal o grupo não atua na tv, pois os politicamente curretos tomaram conta, agora não venham patrulhar a internet atras de coisas que lhe desagradem,agora é estranho FELICIANO se ofender, afinal idolatria a imagens, é coisa de católico .

FELICIANO mais uma vez perde a chance de se calar e meter a viola no saco e juntamente com a bancada evangélica . abandonar o governo, afinal se queremos um estado laico, não da pra esta cambada estar no poder né ? )

xarope de BRASÍLIA que vídeo de humor removido do youtube

promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos do Consumidor em Brasília analisará nesta quarta-feira, 15, um pedido de remoção de um vídeo da Porta dos Fundos. O pedido partiu de um cidadão que alegou que o vídeo “Rola”que tem mais de 6 milhões de visualizações, “ofende a moral e os bons costumes”.

O Google negou o pedido – segundo a empresa, não há violação dos termos de uso do YouTube. O vídeo ainda está no ar.  ( de 6 milhões de pessoas que viram o vídeo, somente este orno foi capaz de se manifestar para sua retirada.

o elemento mora em BRASÓLIA , com a corrupção correndo solta, o pais atolado em problemas, como saúde, educação, segurança etc, e vem este energumeno , e a ( justiça ?) ainda vai perder tempo com isso ?

pq ele não vai protestar em frente ao congresso, a esplanada dos ministérios ? pq tem medo, sabe que pode ir preso e desapareçer, mas ele se preocupa com um vídeo de humor, é o fim da picada.