aluno babaca estraga festa de diretor e professora transando.

Graham-Daniels_Bethan-Thoma

O diretor Graham Daniels e a professora da química Bethan Thomas foram afastados de seus cargos, em uma escola de Swansea, no País de Gales, após um aluno ter gravado gemidos e respiração ofegante dentro da sala do diretor, onde ele estava em companhia da professora Bethan.

Como todo guri nessa idade é fi de capeta, o vídeo foi postado no Youtube. Após denúncia, a escola abriu investigação, para logo suspender diretor e professora por conduta profissional inaceitável.

( pois é, fazer guerra pode, aquela vaca húngara  cinegrafista chutando imigrantes pode, transar não pode, aguentar alunos chatos e rebeldes e dar uma transadinha pra relaxar não pode, pois um aluno veadinho que devia estar com inveja resolve divulgar pra todo mundo.

ele queria comer a professora ou dar pro diretor ? babaca, custava apenas gravar e bater uma em casa depois ? mas não, tem de estragar né  besta ? )

machismo e hipocrisia fazem professora ser demitida após vídeo pornô

Uma professora da República Tcheca que fez um teste para protagonizar um filme pornô foi despedida após alguns dos seus alunos encontrarem o vídeo na internet.

Segundo o jornal inglês Daily Mail, a mulher de 35 anos e mãe de dois filhos, afirma ter sido drogada com cocaína pelos produtores e que pensou que estava fazendo um teste para estrelar uma campanha de roupas íntimas.

“Eu percebi que meu comportamento estava mudando e eu me senti mais relaxada e confortável. Eu não seria capaz de fazer uma coisa desse tipo em circunstâncias normais”, disse a profissional de ensino.

No vídeo, a mulher passa óleo em seu corpo e depois aparece fazendo sexo com um homem.

Os alunos da escola na qual a professora dava aulas descobriram a gravação e divulgaram nas redes sociais. Um dos pais viu o vídeo e imediatamente informou a direção do colégio.

“Assim que soubemos disso, não tínhamos outra escolha a não ser suspendê-la”, revelou um professor colega da agora docente demitida.

( pelo jeito lá não tem tb o controle dos pais , a molecada navega onde bem quer, ai claro de zoeira como qualquer brasileiro divulgam vídeo da professora nas redes sociais,isso sabem fazer muito bem né ?

e um pai viu, bateu uma, ah não vou comer mesmo, então vou denunciar no colégio , se ela foi dopada, então precisa a policia investigar, mas vi o vídeo e não parece estar drogada, mas nada justifica sua demissão, faz e pronto  dai, ninguém paga as contas dela.

e vc meu amigo veja ai o vídeo e conclua vc mesmo .

http://czech720.com/czech-casting-lucie-5334/

professora de basquete é acusada de estupro de um pivete de 16, foram 30 estupros , piada né ?

 

uma ex-professora de educação física foi detida nesta segunda-feira após ser acusada de ter feito sexo com um aluno de 16 anos por mais de 30 vezes. A Corte de Staten Island deu uma pena de quatro anos a cada encontro de Megan Mahoney, 24 anos, com o menino. As informações são do The Huffington Post e Daily Mail.

Mahoney foi liberada sob fiança, mas responde às acusações. Ela teria encontrado o mesmo aluno entre outubro passado e janeiro deste ano e, de acordo com o adolescente, que não foi identificado; segundo ele, teriam feito sexo no carro da professora e até mesmo na escola católica Moore High. No Estado de Nova York, onde fica a escola Moore High, é crime fazer sexo com qualquer pessoa abaixo de 17 anos.

A educadora física, que era auxiliar técnica da equipe de basquete feminino no colégio, teria pedido demissão em janeiro deste ano – quando já encontrava o aluno – por ter sido flagrada com ele pela ex-namorada do jovem em uma pizzaria.

Richard Postiglione, diretor de esportes do Moore, também foi investigado por supostamente deixar de relatar as acusações de abuso sexual contra Mahoney e outra professora na escola.

( estupro kkkkkkkkkkkkkkkkkk, o moleque foi 30 vezes dentro dela e é estupro , aposto que fizeram de todo jeito, KAMA SUTRA quase completo, pois algumas posições, só ginasta pode fazer.

30 vezes encestando as bolas na cesta dela , tva bom demais né ?

menor de 17 não pode, ah o pênis de 17 é diferente do de 16 em que ? estragaram o barato do rapaz, ela vai presa e ele vai usar o que aprender nas nóvinhas da sua idade.

eu queria saber como que descobrem estes casos ? alguém seguiu ? ele falou demais, como ? no caso ai seria uma ex namorada invejosa ? )

elemento que atirou em professora no JD HUNGARÊS, só agora tem sua cara mostrada

Mais fotos…

A Polícia Civil apresentou ontem, durante uma coletiva na Delegacia Seccional, o acusado de atirar na professora Elaine Aparecida Kerche de Menezes Goroy, 46, no último dia 27, em frente à Escola Municipal José Mendes, na rua Armando Rizzo, no Jardim Hungarês, para roubar seu carro. Ederson Ruiz Xavier, 31 anos, que tem antecedentes criminais por homicídio e roubos, estava preso desde o dia 29, após ser reconhecido em outros roubos de veículos com as mesmas características naquela região. A vítima se recupera bem, e teve alta médica ontem.

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), José Humberto Urban Filho, explicou que o esclarecimento da tentativa de latrocínio por suas equipes, se deu pela forma de trabalho que visa ampliar a área de onde o crime é cometido. Nesse caso específico, os investigadores levantaram os casos de roubos de veículos tipo SUV ocorridos na zona norte, identificando, junto às vítimas, que a maneira de agir, bem como a descrição física do assaltante coincidia. Além disso houve cruzamento de informações, indicando que a pessoa apontada como autor dos roubos de carros realizados em 2 de fevereiro no Jardim Santa Rosália, e em 24 de maio, inclusive em frente à mesma escola em que a professora foi baleada, era também moradora das imediações da tentativa de latrocínio.

A partir disso, com a identificação de Ederson, já conhecido nos meios policiais da cidade, sua prisão aconteceu dois dias depois de atirar contra Elaine, mediante mandado de busca e apreensão domiciliar e prisão temporária de 30 dias. Ele foi detido no Jardim Santa Cecília. O delegado Acácio Aparecido Leite, da DIG, que trabalhou diretamente nas investigações, disse que Ederson Ruiz foi reconhecido tanto pelas vítimas dos roubos dos carros como por uma professora que viu quando ele atirou em Elaine Goroy. A identificação foi favorecida também pela descrição dos aspectos físicos do suspeito: loiro de olhos claros. 

Também o delegado seccional Marcelo Carriel, destacou que a professora Elaine não foi submetida a reconhecimento do acusado por não haver autorização médica para isso, pois teme-se que um abalo emocional prejudique seu tratamento. Mas segundo informações passadas pelo titular da DIG, a professora Elaine vem tendo uma recuperação “considerada milagrosa”, pois mesmo tendo sido baleada na cabeça, não deverá ficar com sequelas.

Entretanto, apesar da tentativa de latrocínio estar esclarecida, as investigações agora continuam com o objetivo de saber o encaminhamento dado aos carros roubados, como por exemplo se eram encomendados por alguma quadrilha especializada em veículos. Os carros que Ederson havia roubado era um Ford Ecosport, levado da avenida Roberto Simonsen, no Jardim Santa Rosália, e o Hyunday Tucson, três dias antes da ocorrência envolvendo a professora. Ainda durante a coletiva, foram exibidos fragmentos do projétil que feriu Elaine, provavelmente calibre 38.

Ederson Ruiz Xavier já cumpriu pena de 6 anos acusado de matar, em 5 de setembro de 2005, em Sorocaba, Riago Alves Antunes, e também já cumpriu pena de 5 anos e 4 meses por roubo feito em outro município no ano de 2002. Ainda segundo o delegado Acácio, Ederson nega todos os roubos de carros bem como a tentativa de latrocínio. “A experiência nos ensina que ninguém confessa um crime dessa gravidade. É mais fácil obter confissão de um homicídio ocorrido com alguma motivação, do que num caso desses, que colocou outras pessoas em risco, como estudantes”, comentou o delegado.

Após o inquérito ser relatado será solicitado à Justiça mandado de prisão preventiva. Ederson foi levado para unidade transitória de São Roque.
 
O caso

A professora Elaine Aparecida Kerche de Menezes Goroy, 46, foi baleada às 18h45 do dia 27 do mês passado, quando deixava a Escola Municipal José Mendes, na rua Armando Rizzo, no Jardim Hungarês. Conforme o que foi apurado, ela se aproximava do carro, um Honda CR-V, quando então um homem, agora identificado como Éderson, se aproximou armado e exigiu as chaves do veículo. Elaine se assustou e teria tentado retornar para a escola, quando ele disparou, atingindo-a na cabeça.( pq demorar tanto tempo pra mostrar o elemento ? ta estranho isso ai, assim que prende, tem de mostrar, ah mas vai que não é e a pessoa fica manchada a toa ?

pra isso a policia ten de ter 100% certeza e vontade de realmente resolver, já que a professora não era de família importante da cidade.)

professora é perseguida por ser gostosa em VESPASIANO (MG)

o mercado exige pessoas bonitas, corpos perfeitos , mas é para certas áreas de trabalho, não é a primeira vez que uma mulher é perseguida ou até demitida de tal emprego por ser bonita demais.

notem quem ai no vídeo critica a mulher , meninas : claro elas querem ser as gostosas da escola, acham a professora velha demais pra isso , que o mundo é para elas, as baladeiras, funkeiras etc.

diretora e mães de alunos: bem ai a diretora é invejosa, faz tempo que não da uma , deve ser uma sem macho, a mãe de aluno tb, inveja , insegurança e o medo do marido se aproximar da escola ?  mulher realizada não sente insegurança, inveja de outra.

a molecada: claro né gente, molecada 5×1 , se o rendimento escolar ta caindo ém culpa do moleque que fica só pensando na professora, não é culpa dela.

E AINDA ESCREVE GOSTOZA COM Z  E EXPUSSA ?

professora é presa após orgia em escola dos EUA,e pra variar só ela é culpada né ?

 Uma professora auxiliar de 22 anos foi presa, na última terça-feira (22), em Tucson, no Estado do Arizona, nos EUA, sob a acusação de ter feito sexo em grupo dentro de um ginásio escolar, enquanto outros três estudantes assistiram e filmaram a cena.

Clarice Lee está sendo investigada pela polícia de Tucson por ter tido relações sexuais simultaneamente com um aluno de 16 anos e outros dois de 18 anos em ginásio, que estava fora de atividade. 

Apesar do local não ser utilizado pelos frequentadores da escola, a cena de sexo protagonizada por Lee foi testemunhada e filmada com aparelhos celulares por outros três alunos com idades entre 17 e 18 anos.

De acordo com a polícia de Tucson, o ato aconteceu durante o horário de almoço da instituição educacional. Os alunos envolvidos foram ouvidos e as imagens gravadas foram apreendidas.

Lee renunciou ao cargo logo após sua prisão e está sendo acusada de quatro crimes( só ela responde né ? e os belezas sem como heróis, cheios de moral na turma.

nossa ela dominou todos e os abusou sexualmente, ah ta bom vai, para o mundo que eu quero descer.)

 

 

ex professora se casa com seu aluno menor de idade

A ex-professora Leah Gayle Shipman, de 42 anos, casou-se rapidamente com um de seus alunos, menor de idade, com quem ela estava sendo acusada de ter relações sexuais na Carolina do Norte.

De acordo com o jornal Huffington Post, Leah lecionava na Brunswick County Academy. Ela foi presa em 2009 sob graves acusações, incluindo estupro e atos obscenos com um estudante, Johnnie Ison, de 15 anos.

Para sorte de Leah, o caso foi encerrado. Ela se casou com Johnnie em 2011, segundo a WBTV.

Pelas leis da Carolina do Norte, um marido não é obrigado a testemunhar contra a própria esposa. Sem as declarações de Johnnie, o promotor não tem um caso. 

O romance entre Leah e Johnnie começou em 2009, quando o rapaz tinha apenas 15 anos.

Este não é o primeiro casamento da professora. Após 19 anos de casada, ela se divorciou em 2011 e, seis dias depois de oficializar a separação, Leah casou-se com o aluno.

A mãe de Johnnie deu uma permissão por escrito, autorizando a noite de núpcias, porque, na época, o jovem ainda era menor de idade. 

O caso se tornou público agora, porque Leah se declarou culpada de resistência à prisão no mês passado.

Se a professora tivesse sido declarada culpada de ter relações sexuais com um menor de idade, ela seria condenada a 15 anos de prisão.( bem os dois se merecem, a mulher deve ser gostosa demais na cama, a ponto do cara querer se casar, e ele tb deve ser bom demais na cama, pra professora tb querer casar.

e ainda falam em de menor, ah tá, na cama não foi menor né ? mas pq sua mãe concordou com o casório?, ta ai uma boa pergunta.)