modelo protesta contra DILMA na avenida e é expulsa

<p>Ju Isen causou uma verdadeira confusão no Sambódromo do Anhembi, São Paulo, durante o desfile da Unidos do Peruche, neste sábado (6). A modelo desfilou como Madrinha das Passistas, mas acabou sendo expulsa do local por ter tirado a roupa.</p><p>Famosa por ter ficado nua durante protestos contra o governo federal, a loira decidiu causar polêmica também na Passarela do Samba, após ter sido impedida de exibir o corpo com um tapa-sexo com uma caricatura da presidente Dilma Rousseff.</p><p>Enquanto a comunidade evoluia no Sambódromo, a moça decidiu tirar toda a fantasia, deixando os organizadores bastante insatisfeitos. Paulo Sérgio Ferreira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba fez questão de retirá-la do local.</p><p>Na confusão, Ju afirmou que saiu machucada e que pretende processar a escola da Zona Norte. O presidente da Peruche adiantou que vai verificar o que aconteceu, mas que reprova sua atitude. "O que ela fez não foi legal. Tem um monte de criança, um monte de gente. Isso só acaba denegrindo a imagem do Carnava", disse ao "G1".</p><p>E garantiu que também pretende tomar medidas contra a Isen: "Tenho quase certeza que faremos isso. Não pode fazer esse tipo de situação que ela fez. Não combina com o Carnaval". </p>

Ju Isen causou uma verdadeira confusão no Sambódromo do Anhembi, São Paulo, durante o desfile da Unidos do Peruche, neste sábado (6). A modelo desfilou como Madrinha das Passistas, mas acabou sendo expulsa do local por ter tirado a roupa.

Famosa por ter ficado nua durante protestos contra o governo federal, a loira decidiu causar polêmica também na Passarela do Samba, após ter sido impedida de exibir o corpo com um tapa-sexo com uma caricatura da presidente Dilma Rousseff.

Enquanto a comunidade evoluia no Sambódromo, a moça decidiu tirar toda a fantasia, deixando os organizadores bastante insatisfeitos. Paulo Sérgio Ferreira, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba fez questão de retirá-la do local.

Na confusão, Ju afirmou que saiu machucada e que pretende processar a escola da Zona Norte. O presidente da Peruche adiantou que vai verificar o que aconteceu, mas que reprova sua atitude. “O que ela fez não foi legal. Tem um monte de criança, um monte de gente. Isso só acaba denegrindo a imagem do Carnava”, disse ao “G1”.

E garantiu que também pretende tomar medidas contra a Isen: “Tenho quase certeza que faremos isso. Não pode fazer esse tipo de situação que ela fez. Não combina com o Carnaval”.

( primeiramente um tapa sexo seria dificil todos notarem que contra DILMA, mas como ela já havia anunciado que entraria , e pelo jeito o carnaval foi tomdo pelos petistas, pois não se pode protestar.

nudez ? oras todos ficam nus, bebedeira, estão usando camisinha, beijo na boca tb pode transmitir o ZIKA e ai , todo mundo ta ligado ?

será que não teremos nenhuma grávida do carnaval mês que vem ? heim ? a modelo não pode protestar, ah mas é festa, carnaval, oras o povo samba o ano todo todo por este governo de bosta que ta ai, ah a escola pode perder pontos, se for perder então é gente que não sabe julgar o carnaval, que alias todo ano é polêmico, escolas que se dizem roubadas, jurados corruptos etc

a modelo quis se promover, se aparecer, e os idiotas deram motivo, não souberam agir na surdina, expulsam a pontapés e agressões, querem o quê ?

Link permanente da imagem incorporada

PM coxinha detém manifestante gostosa na PAULISTA.

A jovem Jéssica dos Santos, de 25 anos, foi detida em frente ao Masp, na Avenida Paulista, durante a tarde deste domingo (12).' (Foto: Tatiana Santiago/G1)

A jovem Jéssica Basílico dos Santos, de 25 anos, foi detida em frente ao Masp, na Avenida Paulista, durante a tarde deste domingo (12). Ela tirou toda a roupa e colocou apenas uma faixa onde estava escrito “Justiça divina”. A mulher foi levada ao 78º Distrito Policial, nos Jardins, assinou um termo circunstanciado e acabou liberada por volta das 18h30.

Jessica, que se diz cristã, disse ao G1 que recebeu um chamado divino para protestar sem roupa. A detenção ocorreu na esquina das avenidas Paulista e Casa Branca. O caso é o único incidente registrado ao longo da tarde no protesto contra a presidente Dilma Rousseff.

No protesto de 15 de março, Jéssica dos Santos também tirou a roupa no ato, do alto de um carro de som. Na ocasião, ela também foi detida e liberada na sequência.

Ato na Av. Paulista
Segundo a Polícia Militar, a manifestação reuniu 275 mil pessoas às 16h, em seu pico. O Instituto Datafolha estimou o público em 100 mil ao longo do dia e 92 mil no horário de pico, também às 16h. Na avaliação de dois dos grupos organizadores, o Vem Pra Rua e o Revoltados Online, 800 mil participaram do ato em São Paulo. Para o Movimento Brasil Livre, participaram entre 750 mil e 800 mil.

Em 15 de março, as estimativas foram de 1 milhão para a PM e 210 mil para o Datafolha; os organizadores concordaram com os números divulgados pela PM e não fizeram estimativas próprias.

Os atos foram convocados por movimentos com orientação conservadora e contrários ao PT(conheça o perfil dos principais grupos).

Mulher protesta nua na Avenida Paulista, em São Paulo (Foto: Aglécio Dias/Código 19/Agência O Globo)

Mulher protesta nua e é levada pela PM (Foto: Márcio Pinho/G1)

( notem que precisa dois PMS pra segurá-la e mais um terceiro lá atras dando suporte, como se ela fosse uma traficante homicida, que papelão em policia? , quando vcs vão acordar e verem que são apenas peões sendo usados pelo estado, amanhã estes três ai vão se aposentar e ai ?

deixem a gostosa protestar.)

motociclistas protestam em SOROCABA contra aumento da gasosa, mas os motores ainda estão ligados né ?

 

 

Cartazes trazidos pelos manifestantes denunciavam abusos de preços – ADIVAL B. PINTO

Mais fotos…

Um grupo de cerca de 50 motociclistas de Sorocaba e região protestou, na tarde deste sábado (21), contra o aumento do preço da gasolina. A iniciativa teve o objetivo de chamar a atenção para o problema e tentar inibir novos reajustes desse combustível. Segundo os motociclistas, o litro da gasolina ficou de R$ 0,10 a R$ 0,30 mais caro nos postos de combustível de Sorocaba. No protesto, o grupo saiu de um posto de combustível da avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes em direção a vias com grande circulação de veículos da cidade.

O protesto contra o aumento no preço da gasolina foi organizado por meio das redes sociais, afirma Munir Santiago, que foi o responsável pela reunião. De acordo com ele, a ideia do evento é chamar a atenção para que novos aumentos no preço da gasolina não sejam concedidos. O motociclista ressalta que todos os postos de combustível de Sorocaba apresentaram grande reajuste no último mês. “Alguns aumentaram R$, 0,10, outros R$ 0,25 ou R$ 0,30”, diz.

Além do aumento do preço, o grupo protesta contra a maior proporção de etanol – passando de 25% para 27% – na gasolina, decidido pelo governo federal nos últimos dias. “O etanol acaba estragando essas motos com o tempo”, comenta Santiago.

O protesto dos motociclistas percorreu as avenidas Dom Aguirre, Juscelino Kubitschek, Moreira César e Afonso Vergueiro.

( ah protestando ? então vejamos : alta velocidade , as populares empinadinhas, entram nas ruas com tudo, as lojas de motos lotadas de gente, os motores cada vez mais barulhentos.

sem falar que aguardam a semana santa pra lotares as praias de novo .

protestar pelo que ? )

mulher maçã protesta contra falta de luz,mas tem um abajur ligado na foto

Mulher Maçã (Foto: Divulgação/Divulgação)

Mulher Maçã protesta contra falta de luz, mas esquece o abajur aceso.

até hj 0 vídeo dela transando é um dos mais procurados nos meus blogs, pelo menos é que diz minhas estatísticas e olha que faz tempo isso.

mas querem saber achei o vídeo dela ou supostamente ela vcs decidem hehehe

http://cnnamadorastube.blogspot.com.br/2014/05/mulher-maca-caiu-na-net-fudendo.html

agora o abajur ligado foi vacilo heim ?