bandidos do caso do menino boliviano são assassinados na cadeia.

Os presos Paulo Ricardo Martins e Felipe dos Santos Lima, acusados de matar o boliviano Brayan Capcha, 5, foram assassinados na tarde desta sexta-feira no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Santo André, na Grande São Paulo.
Segundo funcionários do sistema prisional, ambos foram envenenados com o coquetel da morte. Trata-se de uma mistura de cocaína, viagra, água e até creolina.
Agentes penitenciários disseram que os presos estavam no pátio quando foram envenenados, por volta das 14h30. Eles chegaram a ser encaminhados para a enfermaria, mas não resistiram.
 
Esse método foi criado em meados da década passada por membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) para matar seus inimigos. Somente na penitenciária de Iaras (a 285 km de São Paulo), foram mortos dez presos dessa maneira.
 
Com esse coquetel, a causa da morte é identificada como overdose e, dessa forma, é difícil chegar à autoria do homicídio. O CDP de Santo André é dominado por integrantes do PCC.
Em nota, a SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) confirmou as mortes e informou que vai apurar as circunstâncias em que elas ocorreram.
Cinco pessoas foram acusadas pela morte de Brayan. Um deles, menor de idade, está detido; dois continuam foragidos.
  Reprodução/TV Globo  
Documento de identidade do boliviano Brayan Yanarico Capcha, 5, assassinado durante assalto à sua casa na zona leste de SP
Documento de identidade do boliviano Brayan Yanarico Capcha, 5, assassinado durante assalto à sua casa na zona leste de SP
A advogada da família de Brayan, Patrícia Vega, disse que, para a família do jovem boliviano, a morte dos dois suspeitos isso não muda nada. “O que eles esperam é que os outros dois foragidos sejam presos”, disse.
 
O delegado da 8ª seccional de São Mateus, Antonio Mestre Junior, disse que vai apurar o crime para saber se foi motivado pelo crime contra o menino boliviano ou se foi alguma desavença com criminosos fora do presídio. Junior disse ainda que os dois suspeitos foragidos quase foram presos durante buscas na mesma região do interior de São Paulo.
CASO
Os bandidos que participaram do crime aproveitaram a chegada de um tio da criança para invadir a residência, na zona leste de São Paulo. Os familiares de Capcha chegaram a entregar R$ 4.500, mas os bandidos, insatisfeitos, passaram a ameaçar todos dentro da casa.
 
De acordo com o boletim de ocorrência, o menino chorava muito no momento do assalto e os criminosos chegaram a dizer que cortariam a cabeça da criança, caso ela não parasse de gritar. Momentos antes de fugir, um dos bandidos disparou contra a cabeça do garoto.
Ele foi levado ao pronto-socorro do Hospital São Mateus pelos próprios pais, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo um investigador, que preferiu não ter a identidade revelada, a maioria dos membros da família chegou há pouco tempo em São Paulo e ainda não fala bem português.
 
Segundo agentes penitenciários, membros do PCC mataram os acusados porque a facção criminosa não tolera violência contra crianças.
O suspeito foragido Diego Rocha Freitas Campos, apontado pelos investigadores como o autor do disparo que matou o menino boliviano, deixou a prisão junto com o outro foragido Wesley Soares Pedroso,19, durante a saída temporária do Dia das Mães neste ano, e não retornaram à prisão. 
( este papo de lei da cadeia é para pé de chinelo, PCC comete atrocidades com quem quer que seja, seja criança, mulher ou idoso, assim como outras grupos organizados.
claro que são 3 a menos, mas não se enganem, pois nada vai mudar mesmo, pé de chinelo é fácil matar, mas os graúdos.)

mulher posta sua própria morte do FACEBOOK

Um assassinato no último domingo, na praia de Guriri, município de São Mateus, no Espírito Santo, tem causado comoção e despertado a curiosidade dos usuários do Facebook. Após levar dois tiros (no peito e na cabeça), dentro de sua casa, a mulher de 41 anos postou na rede social que havia sido baleada.

O post causou desespero nos familiares de Edna Célia, que logo correram para a sua residência para checar o ocorrido. Ao chegarem no local, a vítima já estava morta.

“Acabei de levar um tiro aqui dento de casa”, postou Edna. Suspeita-se que o autor do crime teria invadido a sua casa para roubar.

( agora esperar a policia achar este desgraçado que fez isso, mas que seja o verdadeiro culpado tá ?) 

encontrados os jovens desaparecidos no sul da BAHIA

A polícia do Espírito Santo afirmou na noite desta terça-feira (24) que foram encontrados os corpos dos cinco jovens que desapareceram em uma viagem entre São Mateus, no norte do Espírito Santo, e Prado, no sul da Bahia na noite da última sexta-feira (20). A informação foi divulgada pelo superintendente de Polícia do Interior capixaba, delegado Danilo Bahiense, durante entrevista ao vivo ao telejornal da TV Vitória, afiliada da Record.

  • Reprodução/FacebookImagem que vem sendo divulgada nas redes sociais para ajudar nas buscas dos jovens

O carro foi encontrado no rio Mucuri, na Bahia, com quatro corpos em seu interior e um do lado de fora. O Corpo de Bombeiros de Teixeira de Freitas (BA) foi deslocado para a região para resgatar as vítimas. As causas do acidente estão sendo investigadas.

A Polícia Civil do Espírito Santo, juntamente com o serviço de inteligência da Bahia, estava fazendo as buscas e a investigação. Ao todo, 50 policiais de cada Estado ajudaram nas buscas com o auxílio de dois helicópteros.

Estavam desaparecidos André Galão, 28, ex-estudante de design de moda do Centro Universitário do Espírito Santo (Unesc), Izadora Ribeiro, 21, Rosaflor Oliveira, 24, Amanda Oliveira, 22, e Marllonn Amaral, 21 –todos estudantes de biologia do Centro Universitário Norte do Espírito Santo (Ceunes).

Informações desmentidas

Durante a manhã de hoje, chegou a ser veiculada a informação de que um carro, com corpos em seu interior, teria sido encontrado em um precipício a 12 km do distrito de Posto da Mata, na cidade de Nova Viçosa (BA).

Porém, mais tarde, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia negou a informação e o delegado Danilo Bahiense disse que não foram encontrados vestígios do grupo.

CAMINHO QUE PODERIA SER PERCORRIDO POR JOVENS

  • Reprodução/MapLinkO grupo de cinco jovens partiu na noite de sexta (20) de São Mateus (ES), com destino a Prado (BA)

Entenda o caso

Os jovens viajavam, por volta das 19h da última sexta-feira, em um carro Fiat Punto de cor bege em direção à festa de aniversário da mãe de Izadora. O percurso entre São Mateus e Prado deveria ser feito em cerca de três horas. Como o grupo não chegou ao destino, os familiares tentaram ligar para os celulares dos estudantes, mas todas as ligações caíram na caixa postal.

Segundo a polícia de São Mateus, o grupo teria sido visto pela última vez em um posto de gasolina do distrito de Itabatã, em Mucuri, no sul da Bahia. 

Segundo a mãe de André Galão, Glória, as buscas foram iniciadas pelos familiares já na manhã de sábado (21), ela informou que o trajeto entre São Mateus e Prado foi refeito diversas vezes por parentes.

“Tudo ainda é muito vago, é como se um carro e cinco pessoas pudessem desaparecer como fumaça, como se pudessem desintegrar”, afirmou ontem.

Além dos familiares e da polícia, o caso vinha sendo divulgado nas mídias sociais com a ajuda de amigos.

( se foi acidente,por causa da má conservação da estrada, se foi causada por bebida ou até droga dentro do carro que se divulgue, ous as familias vão esconder os fatos ?

se foi ação de bandidos tb será difícil descobrir, desobre se quiser tb, vamos ver no que vai dar isso.)