CQÇ e a censura da tragédia em MARIANA (MG)

35936_662293213834129_1940424399_n

 

 

o CQÇ naturalmente não se podia esperar outra coisa foi censurado em MARIANA, vigiado a todo momento, barrado numa entrevista coletiva, já credenciado oficialmente mas depois barrado sem explicação, mas o repórter JULIANO DIP, conseguiu fazer a melhor matéria possível e mostrou lances importantes .

um pais que fica refém de empresas não é pais, cidades mineiras sitiadas pq dependem de um empresa mineradora que gera 80% da economia da região, e agora as pessoas tem sua liberdade cerceada, não podem dar entrevista pra qualquer um vc não pode ir a tal lugar sem ser barrado, e no fim de tudo isso a empresa vai pagar apenas 1 bilhão de prejuízo ?

1 bilhão vai dar pra quê ? a empresa fatura muito mais que isso e tem o seguro, como sempre o lombo do brasileiro vai ter de bancar o restante, pra depois tudo acabar em pizza de lama

 

boate kiss, sobrou pra dois bombeiros a responsabilidade da tragédia

Um ano após a tragédia da boate Kiss, Santa Maria homenageou os 242 mortos no incêndio. A prefeitura decretou luto oficial.©

Foto: Luca Erbes/Futura Press/Estadão Um ano após a tragédia da boate Kiss, Santa Maria homenageou os 242 mortos no incêndio. A prefeitura decretou luto oficial.

PORTO ALEGRE – A Justiça Militar condenou nesta quarta-feira, 3, dois bombeiros e inocentou seis no julgamento sobre o incêndio da boate Kiss, em janeiro de 2013. O tenente-coronel da reserva Moisés Fuchs e o capitão Alex da Rocha Camilo foram sentenciados a um ano de prisão por inserção de declaração falsa. Um terceiro oficial, dois sargentos e três soldados foram inocentados. As defesas dos condenados prometem recorrer da sentença. 

O julgamento dos militares réus no processo sobre o incêndio na boate Kiss, há dois anos, no Rio Grande do Sul, começou nesta terça-feira. Eram oito os acusados na esfera militar – todos bombeiros – que respondiam pelos crimes de prevaricação, inobservância da lei e inserção de declaração falsa em documento público. Com exceção deste último, todos ocorreram antes da tragédia. São irregularidades na concessão do alvará de funcionamento da boate, que incendiou no dia 27 de janeiro de 2013, matando 242 jovens e deixando 630 feridos.

Na manhã desta quarta, segundo dia de julgamento, o MP (Ministério Público) havia pedido a absolvição de cinco bombeiros. “A norma não era clara, dava margem de interpretação”, disse,  justificando que os soldados e os sargentos foram induzidos ao erro. Entretanto, ele pediu a condenação dos três oficiais que assinavam os alvarás de liberação para os estabelecimentos. 

O tenente-coronel da reserva Daniel da Silva Adriano, que comandava a SPI (Seção de Prevenção a Incêndio), foi absolvido do crime de falsidade ideológica pelos juízes.

Os magistrados também seguiram o pedido do MP, e absolveram todos os bombeiros julgados por inobservância da lei, regulamento ou instrução, que eram os responsáveis pelas vistorias: Gilson Martins Dias, Marcos Vinícius Lopes Bastide, Vagner Guimarães Coelho, Renan Severo Berleze e Sérgio Roberto Oliveira de Andrade.

( os familiares nunca foram protestar na frente do congresso, ou até la dentro, o resultado é isso ai, gastar dinheiro público num julgamento pra dar nisso, mais fácil dizer que a culpa é dos jovens que foram em grande número a boate.)

vidente prevê tragédia em SP dia 26 , avião bate em prédio.


 

Síndico faz alerta sobre premonição de queda de avião na Avenida Paulista
Proprietários de salas comerciais de edifício em SP receberam comunicado.
Vidente diz que aeronave baterá contra prédio no dia 26 de novembro.

Olivia Florência Do G1 São Paulo

Um comunicado enviado aos condôminos de um prédio comercial na Avenida Paulista, em São Paulo, fez um alerta sobre uma premonição de um acidente aéreo no local na manhã do dia 26 de novembro deste ano.

Segundo suposta previsão do vidente Jucelino Nóbrega da Luz, registrada em um cartório no Centro da capital paulista, um avião partindo do Aeroporto de Congonhas com destino a Brasília (DF) baterá contra um edifício, perto do cruzamento da avenida com a Alameda Campinas, após uma pane.

O Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV), da Aeronáutica,  informou, no entanto, que nenhuma aeronave comercial que decola de Congonhas para Brasília tem como rota sobrevoar a Paulista. Pilotos ouvidos pelo G1 também relataram que, após a decolagem, os aviões seguem para o sul, em rota sentido Interlagos.

O aviso sobre a premonição foi distribuído na terça-feira (18) pelo síndico do Edifício Barão de Serro Azul, Severino Alves de Lima, de 67 anos. Ele disse que tomou a iniciativa de escrever o comunicado para informar funcionários e locatários das salas comerciais do prédio, onde funcionam escritórios e consultórios.

“Quando houve aquele incidente com o avião do Eduardo Campos eu fiquei sabendo que ele tinha previsto uma série de situações. Umas ocorreram e outras não. Eu fui no cartório, peguei uma cópia da carta que ele havia registrado em cartório e guardei. Agora achei conveniente divulgar para os condôminos”, disse o síndico. No aviso, ele deixa ao cuidado de cada um a responsabilidade de liberar ou não os funcionários na data da premonição.

A empresária Paula Baccaro, de 33 anos, tem uma sala no edifício e achou o comunicado engraçado. “Eu tomei conhecimento dessa carta em 2005. Na época eu era analista de sistemas e trabalhava no edifício aqui ao lado, num banco e recebemos a carta no RH do banco e o próprio vidente enviou a carta. Então eu já sabia da existência dessa premonição, mas eu sinceramente não acredito muito, não, mas dou risada”, afirmou.

“Até acontecer ninguém acredita muito. Acho que o síndico enviou um comunicado para se eximir da culpa caso aconteça. Eu não sei se acredito. Eu vou vir trabalhar, afinal é uma quarta-feira [dia 26 de novembro] e eu tenho que vender”, completou a empresária. Já o analista de suporte Bryan Sousa, de 26 anos, não viu o comunicado, mas riu ao tomar conhecimento pelo G1. “Acho que pode causar algum pânico”, afirmou. “Mas claro que eu não acredito e vou vir trabalhar”, completou.

Mesmo o síndico do prédio parece não confiar na premonição e garantiu que não deixará de ir ao trabalho no dia 26. Ele convocará uma reunião para discutir o assunto com funcionários das salas comerciais. “Vou deixar a critério deles, mas eu estarei aqui. Eu virei porque eu sou responsável. É a pergunta que todo condômino me faz: ‘E você?’ Eu estarei aqui”, defendeu Severino Lima.

Mesmo assim, o síndico tem palpites sobre o suposto local da queda do avião. “É [Alameda] Campinas mais direcionado para a Paulista, então acredito que sejam aqueles dois prédios [aponta para a esquina da Alameda Campinas com a Avenida Paulista no sentido Consolação. O Serro Azul está do outro lado da avenida]”, completou.

Premonição

O vidente Jucelino Nóbrega da Luz afirmou que registrou no 8º Cartório de Títulos e Documentos de São Paulo, em 24 de outubro de 2014, um documento em que alerta sobre a possibilidade de o voo TAM JJ 3720 Congonhas-Brasília apresentar problemas em uma das turbinas e chocar-se contra um prédio da Avenida Paulista às 9h do dia 26 de novembro de 2014.

Nóbrega da Luz explicou que essa previsão apareceu para ele durante um sonho premonitório em julho de 2005 e disse que desde então envia cartas à companhia sobre o fato. “O avião sairia às 8h30 de Congonhas indo para Brasília. Esse voo tem problemas nas turbinas. Pedimos para a empresa amigavelmente para que se retirasse esse avião e fizesse uma vistoria para localizar o defeito. Foram feitos vários contatos. A empresa respondeu e também tem uma notificação via cartório”, relatou.

Segundo o vidente, pessoas que compraram passagens mostraram para ele cópias do cancelamento do voo. No documento com detalhes da suposta tragédia, ele diz que espera estar errado e pede que sejam tomadas providências imediatas. “O prejuízo maior será esse acidente tornar-se realidade”, afirmou, defendendo que o o cancelamento do voo evitaria a uma “catástrofe”.

O acidente, ainda segundo ele, provocado por pane seria evitável porque não é um fato natural. “Quando a gente fala fato natural é aquele que você não tem como alterar, como um terremoto, um furacão. Um fato destes, como é mecânico, você tem como alterar. Não é uma ficção como mostra um filme de premonição. A morte não vai seguir ninguém. É só naquele dia. Se não acontecer naquele dia, provavelmente não vai acontecer mais”, disse.

O G1 procurou a TAM Linhas Aéreas, mas até esta publicação a companhia não havia se manifestado sobre o assunto e se tomará alguma medida sugerida pelo vidente.

 

se fosse nos EUA, este cidadão, já estaria numa sala escura sendo interrogado pelo FBI, CIA, DEA, ATF, etc etc, e a caminho de uma cela em GUANTÁNAMO provavelmente, mas aqui ainda pode virar celebridade, em todo caso vamos ver dia 26 o que vai dar) 

viaduto desaba em BH, atinge ônibus e mata 2 pessoas

 

http://videos.bol.uol.com.br/#view/video-mostra-momento-exato-de-queda-de-viaduto-em-belo-horizonte-04020C1A3762C0895326&tag/21199|desabamento

 

vídeo mostra momento exato do desabamento em BH .

 

 

( este outro o desespero após.)

 

como ta rolando a copa, o governo de MG espera que a seleção anestesie a população e ai esqueçam o caso , enquanto arrumam uma bela desculpa pra dar. 

 

dono da boate kiss e vocalista da banda são detidos

O empresário Elissandro Spohr, conhecido como Kiko, foi detido no hospital de Cruz Alta, onde recebeu tratamento devido à inalação de fumaça. 

O vocalista, Dalino Jaques, foi detido durante o velório de outro dos membros da banda, que morreu na tragédia. 

A prisão temporária, de cinco dias, foi decretada pelo juiz Regis Adil Bertolin. ( estas prisões não garantem nada viu, geralmente é só pra mostrar serviço, não ha garantias de nada e cada envolvido vai tentar se safar como puder.)